Cuiabá passa a ter 40 fiscais a mais capacitados a multar

sábado, 5 de dezembro de 2009


O cuiabano ficará mais sujeito a multas de trânsito a partir de hoje, quando a Capital passa a contar com mais 40 agentes de trânsito com poder de autuação. A Secretaria Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) capacitou e entrega hoje o Código de Autuador a esses servidores que, até o momento, só estavam aptos a autuar no âmbito do transporte coletivo.

Desta forma, Cuiabá passa a ter 104 agentes com poder de autuação sobre os 250 mil veículos automotivos que compõem a frota circulante da cidade. A proporção é de um agente para cada 2,4 mil veículos – antes, era de um para cerca de 3,9 mil. A atribuição do poder de autuar desses servidores, que já eram agentes de fiscalização e regulação do transporte coletivo, torna tudo mais prático no controle do trânsito na Capital.

O titular da SMTU, Edivá Alves, explica que é recorrente a situação de um fiscal de transporte coletivo se deparar com irregularidades sobre as quais não pode autuar. Exemplo disso é quando algum veículo é encontrado estacionado em áreas específicas para paradas de ônibus. Diante desta infração, o fiscal de transportes urbanos que estiver no local invariavelmente tem de chamar um fiscal de trânsito para autuar o veículo em irregularidade.

O exemplo mencionado é corriqueiro no bairro Santa Rosa, aponta o secretário. Agora, 40 dos 63 fiscais de transportes da cidade poderão realizar também este tipo de autuação, visto que recebem credencial do Departamento de Trânsito (Detran). Eles passaram por uma capacitação de 40 horas, com aulas teóricas e práticas.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960