Futebol deixa 28 ônibus danificados por vândalos em Curitiba

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Vinte e oito ônibus urbanos, de dez empresas, foram depredados por vândalos neste domingo (25) depois do clássico Atletiba, no Estádio Couto Pereira, no Alto da Glória. Quatro dos 28 ônibus depredados depois do jogo foram levados na manhã desta segunda-feira (26) pela Urbs, Urbanização de Curitiba S/A e pelo Sindicato das Empresas de ônibus de Curitiba (Setransp) para a Praça Rui Barbosa, para que a população pudesse ver os estragos.Levantamento feito Urbs mostra que foram danificados 48 vidros fixos, 12 vidros móveis, dez vidros de portas, quatro alçapões, um vidro-vigia, uma janela, dois parabrisas e uma porta.
A estimativa, segundo o gerente de Fiscalização e Cadastro do Transporte na Urbs, Edson Berleze, é que prejuízo chegue a R$ 6,3 mil, valor que não inclui mão de obra e tempo parado dos coletivos que foram retirados de circulação para reparo.Um ônibus articulado da Auto Viação Água Verde foi atingido por 154 pedras, que caíram no interior do veículo, estilhaçando os vidros. O coletivo foi depredado às 18h25 de domingo, na avenida Getúlio Vargas, nas imediações do estádio do Clube Atlético Paranaense.Berleze informou que esse foi o maior número de coletivos danificados nos últimos tempos. Em média, segundo ele, após jogos de futebol na capital, é seis ônibus danificados.
No Atletiba anterior, realizado na Arena da Baixada, em 26 de abril deste ano, foram danificados 12 veículos.Números da Urbs mostram que de janeiro a setembro deste ano 827 ônibus urbanos foram danificados por vândalos, e não apenas em dias de jogos de futebol. O custo dos reparos neste caso, sem levar em conta mão de obra e tempo parado, chega a quase R$ 160 mil.O levantamento feito pela Urbs mostra que os vândalos agiram em diferentes pontos da cidade e não apenas no entorno dos estádios ou no centro da cidade.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960