Recife: Passageiros de ônibus revoltados com as mudanças no Terminal da Macaxeira

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Longas filas, os ônibus cheios e o tempo que os passageiros estão perdendo nas paradas e nos percursos não são problemas só do novo Terminal Integrado Pelópidas Silveira, em Paulista. Os terminais que fazem integração com ele, como o da Macaxeira (fotos), no Recife, também estão cheios de passageiros que não aguentam mais sofrer todos os dias.No fim de tarde, trabalhadores e estudantes começam a voltar para casa e a enfrentar um longa jornada. Quem precisar parar para ir ao banheiro vai encontrar sujeira, bacias sem assentos e pias quebradas. Também não há sabão, nem papel higiênico.
Do lado de fora, as filas dão volta no Terminal de Integração da Macaxeira. A cada minuto que passa, a disputa por um lugar na fila e nos ônibus fica mais difícil. Fiscais e guardas tentam organizar a entrada nos ônibus, mas os passageiros dizem que nem sempre é assim.“Nós estamos na fila então temos que respeitar o direito de cada um, é preciso fiscalização”, diz a auxiliar de farmácia Ângela Carneiro. “Quando eu vim estava todo mundo sentado, sem fiscal, mas agora que vocês vieram, eles chegaram”.

A dificuldade de quem utiliza o terminal aumentou nas últimas semanas. Por causa da inauguração do Terminal de Integração de Paulista, a linha Abreu e Lima/Macaxeira foi substituída por Paulista/Macaxeira. A mudança desagradou, principalmente, os passageiros que moram em Abreu e Lima, Igarassu e cidades próximas.A linha antiga saía direto da Macaxeira para Abreu e Lima. A nova linha vai para o terminal de Paulista,onde os passageiros pegam outro ônibus para ir para Abreu Lima e Igarassu. “Eu saí de casa de 4h45 e foi chegar atrasado no serviço, é uma humilhação”, reclama o servente Ednaldo Ferreira.“Estou há 20 minutos na fila, passam de dois a três ônibus para a gente poder ir embora. Eu chego em casa estressadíssima”, se queixa a vendedora Maria José Caetano.

O Grande Recife Consórcio de Transporte informou que os banheiros do Terminal da Macaxeira vão ser reformados até o fim de outubro. Sobre a queixa dos moradores quanto à desativação da linha Abreu e Lima/ Macaxeira, o consórcio disse que ela não vai voltar a circular. Para compensar os ônibus lotados e o tempo gasto com espera, a promessa é colocar mais veículos e fazer mais viagens na linha Paulista/Macaxeira.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960