Viva Pinda e população aprovam os primeiros 15 dias do Transporte Complementar

quarta-feira, 17 de junho de 2009

No ultimo dia 25 de Maio teve início o novo Modelo de Transporte Urbano de Pindamonhangaba. A partir desta data, 20 vans foram regulamentadas para realizarem o serviço de transporte complementar. Além disso, iniciou-se também o processo de fiscalização dos veículos que até então atuavam na clandestinidade.


Após 15 dias de funcionamento tanto a empresa Viva Pinda (detentora da concessão do transporte público), quanto os motoristas complementares e população afirmam estarem satisfeitos com os primeiros resultados obtidos com as mudanças.
Na avaliação do Diretor da Viva Pinda, Jefferson Lucas, todas as ações anteriormente planejadas estão sendo realizadas com sucesso. Ele destaca que o entrosamento dos motoristas do transporte complementar com os motoristas da empresa Viva Pinda tem sido muito bom, proporcionando assim resultados visíveis aos passageiros.
Para o representante do Transporte Complementar José Aurélio Alves Lopes, os primeiros 15 dias de mudanças estão melhores do que o esperado.
“Estamos satisfeitos com a parceria entre Viva Pinda e Transporte Complementar. A direção da empresa tem se reunido frequentemente conosco e dessa forma os ajustes estão sendo feitos. Com a regulamentação nosso sistema de trabalho melhorou bastante, pois a partir de agora os usuários estão nos vendo com outros olhos, estamos ganhando credibilidade”.
segurança para a população. A passageira Izabel Florentino, moradora do Alto do Cardoso, diz que a identificação das vans e motoristas proporciona confiança.
“Agora ficou bem mais fácil, podemos usar as vans complementares sem o risco de ficarmos no meio do caminho”. Já a munícipe Maria José dos Santos Reis, que é comerciante afirma que a principal mudança positiva observada por ela, após a regulamentação do transporte complementar diz respeito ao fim da desorganização na Rua Rubião Jr.
“Transitar por ali era complicado, os antigos motoristas de vans e peruas usavam o local como estacionamento próprio. Muitas vezes aconteciam desentendimentos e outras situações desagradáveis. Agora tudo isso acabou”.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960