Projeto proíbe ônibus com motor dianteiro em Cuiabá

quinta-feira, 25 de junho de 2009


A aquisição de ônibus com motor dianteiro deve ser proibida pelo Sistema de Transporte Coletivo de Cuiabá. Esse tipo de veículos já existentes na frota deverá ser substituído, gradativamente, por outros com motor traseiro ou central, observado o limite de uso da frota. A proposta é do vereador Ivan Evangelista (PPS) e está em apreciação na Câmara de Vereadores da Capital. Ao justificar sua iniciativa, o parlamentar socialista argumenta que a idéia é melhorar as condições de trabalho dos motoristas e cobradores. Segundo ele, a utilização de veículos de transporte coletivo com o motor dianteiro há muito é considerada inadequada, diante das condições insalubres de trabalho que produzem. Afinal, uma das principais causas de desconforto para motoristas, cobradores e passageiros é a posição do motor que, em número significativo de coletivos, ainda é à frente do veículo.“Devido à exposição a ruídos ensurdecedores, temperaturas elevadas e gases de combustão, grande parte dos trabalhadores tem sérios problemas de saúde, como deficiência auditiva, estresse e distúrbios circulatórios", ressalta Ivan. “Além dos trabalhadores, deve-se destacar que os passageiros também sofrem com o desconforto da poluição sonora provocada no interior do veículo por esse modelo de ônibus”. Outras capitais - A proibição da aquisição de veículos com motores dianteiros já ocorrem em outras capitais brasileiras. Ivan cita como exemplo a capital mineira, Belo Horizonte, que desde 2004 não se permite a renovação da frota com ônibus desse tipo.

Opinião do Blog: ''Os veículos novos de hoje são totalmente confortaveis também para os motoristas, visto que eles são silenciosos e com mais qualidades, sem falar que o motor traseiro faz com que o veículo perca força principalmente em ladeiras, acho uma proposta fraca que não trás nada de melhoria para os trabalhadores nem tão pouco para os Passageiros, achamos que os vereadores tem que se preocuparem é o preço das passagens e qualidade nos serviços prestados''.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960