Motoristas de ônibus protestam pela falta de segurança

quarta-feira, 17 de junho de 2009

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Ônibus de Porto Velho (Sitetuperon) e o Sindicato dos Taxistas (Sintax) paralisaram o trânsito da avenida Sete de Setembro, por volta das 16h de sexta-feira (12) para reivindicar por segurança, tanto para o transporte público, quanto para os táxis da Capital. Faixas, carros de som e a carcaça do ônibus queimado na noite da última quinta-feira, puxado por guincho, chamaram a atenção da população e mobilizaram a Polícia Militar.Segundo Márcio Paceli, presidente do Sitetuperon, este foi o terceiro veículo incendiado em via pública só este ano, e a categoria suspeita que os atentados tenham sido provocados pelos mototaxistas. “Segundo testemunhas deste último atentado, três homens pararam o ônibus, atiraram contra uma das portas e fecharam as saídas, prendendo o motorista, o cobrador e alguns passageiros que estavam dentro ônibus, para então incendiarem todo o veículo. As testemunhas viram quando três mototaxistas fardados apanharam os três homens e fugiram sem deixar mais pistas”, conta.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960