Destruição dos ônibus em dias de jogo é motivo de campanha no Paraná

segunda-feira, 29 de setembro de 2008


Vítimas preferidas dos vândalos nos últimos clássicos, as empresas de transporte coletivo de Curitiba lançam uma campanha para reduzir o prejuízo a partir do Atletiba deste final de semana. Os empresários pedem à população que denuncie atos de vandalismo que ocorram antes ou depois da partida. Para ilustrar a campanha, foi criada uma peça publicitária em que um ônibus humanizado implora: “Por favor, peça para que não me estraguem”. As empresas informam que, desde o início do ano, 61 veículos tiveram vidros laterais, pára-brisas, janelas ou lataria destruídas nas proximidades dos estádios e terminais em dias de jogos.
Embora as companhias sejam privadas, a conta é paga por toda a sociedade, uma vez que os gastos com vandalismo são incluídos na planilha de custos para cálculo da tarifa de ônibus. As denúncias devem ser feitas à Polícia Militar (190) ou Guarda Municipal (156).

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960