Estudantes de escolas públicas deixam de pagar ônibus em Ribeirão Preto a partir de fevereiro

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

A partir de 1º de fevereiro, estudantes das redes municipal e estadual estarão isentos de pagar passagens de ônibus urbano em Ribeirão Preto (SP). O anúncio foi realizado pelo superintendente da Transerp - empresa que administra o trânsito na cidade -, William Latuf, na manhã desta terça-feira (15). O benefício foi uma das promessas de campanha da prefeita Dárcy Vera (PSD).

Para ter direito ao auxílio, os alunos precisarão realizar um cadastro na Transerp. Entre os requisitos exigidos estão morar em Ribeirão e que a residência fique a, pelo menos, mil metros da unidade escolar em que o estudante estiver matriculado.

Segundo dados divuldados pela empresa, aproximadamente 20 mil crianças e adolescentes receberão o "passe livre" para uso diário em duas viagens - ida e volta. Atualmente, 14 mil alunos da rede pública recebem 50% de desconto nas passagens.

Os interessados no programa devem procurar os postos da Transerp na Rua São Sebastião, n.º 909, no Centro da cidade ou no Poupatempo, localizado no Novo Shopping. É necessário levar cópia do RG, comprovante de residência e declaração escolar atestando matrícula.

Estudantes de cursos técnicos, preparatórios para vestibular, graduação e pós-graduação em nível superior não receberão o benefício. Eles continuarão pagando 50% do valor dos bilhetes.

Reajuste
Durante a coletiva, o superintendente informou que o preço dos bilhetes - que hoje é de R$ 2,60 (comum) e R$ 2,80 (integrado) - deve ser reajustado até o primeiro semestre de 2014. O novo valor das passagens, no entanto, não foi divulgado.

Em abril do ano passado, durante processo de licitação para escolha da empresa que exploraria o transporte público em Ribeirão, o Consórcio Pró-urbano venceu a concorrência apresentando um valor de tarifa de R$ 2,74, R$ 0,14 a mais que o preço atual.

A Pró-Urbano também anunciou a extinção do bilhete integrado. A promessa é que o usuário com cartão poderá pegar outro ônibus sem ter que pagar a mais, desde que a segunda viagem seja feita em um intervalo de até duas horas da primeira.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960