Principais avenidas de Ribeirão Preto terão faixas de ônibus

quarta-feira, 18 de abril de 2012

O jornal A Cidade teve acesso, nesta segunda-feira (16), ao mapa que aponta os locais das faixas exclusivas de ônibus, que serão implantadas em Ribeirão Preto. Além delas, a cidade ganhará novas linhas, terminais e estações de integração. As melhorias fazem parte da proposta vencedora da licitação do transporte coletivo da cidade, homologada nesta segunda-feira (16), e serão financiadas pelas empresas e pela prefeitura.

Os detalhes sobre os corredores de ônibus não foram divulgados. Porém a ideia, segundo o diretor-superintendente da Transerp, William Latuf, é que os veículos circulem em faixas preferenciais nas principais avenidas da cidade como Dom Pedro I, Café, Independência, Presidente Vargas, Costábile Romano, Castelo Branco, Paschoal Innechi e Saudade, além da área central.
"No projeto, estão a ampliação da frota, o aumento das linhas e horários, construção dos terminais e das estações de embarque nos bairros", afirmou Latuf. Os prazos para a implantação das melhorias serão divulgadas depois da assinatura do contrato.

Uma das melhorias será a construção de tubos de embarque na praça da Catedral. "Serão abrigos fechados. O embarque será feito de forma antecipada para agilizar o processo", disse Latuf.
Além de dois terminais na área central, serão construídas oito estações de integração: RibeirãoShopping, Vila Abranches, São José, Bonfim Paulista, USP, Planalto Verde, Ribeirão Verde e avenida Brasil.

O Pró-Urbano Consórcio Ribeirão Preto de Transportes, vencedor da licitação, terá que investir R$ 23,4 milhões em 30 anos. O grupo é formado pelas permissionárias que já operam, Rápido D’Oeste, Turb e Transcorp, além da Sertran, de Sertãozinho.

Informações: Jornal A Cidade

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960