Dia Mundial Sem Carro traz mudança permanente para a cidade do Rio

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

A prefeitura do Rio de Janeiro anunciou hoje (16) que vai proibir o estacionamento de mais de 2 mil carros e motos em diversas ruas do centro da cidade na próxima quarta-feira (22), Dia Mundial Sem Carro. O volume de veículos é praticamente o dobro em relação ao ano passado, quando o Rio aderiu ao movimento.

“Vamos restringir o estacionamento de automóveis no centro da cidade. Vamos apelar para que as pessoas utilizem mais o transporte coletivo do que o transporte individual e vamos incentivar o uso de bicicletas“, disse o secretário municipal de Meio Ambiente, Carlos Muniz.

Outra medida que entrará em vigor na próxima quarta-feira é o programa permanente Zona 30, que restringe a velocidade dos veículos. Em dez bairros da cidade os veículos só terão permissão para circular até 30 quilômetros por hora. Segundo o secretário, a medida visa ao tráfego de carros e bicicletas ao mesmo tempo sem muitos riscos de acidente.

“Estamos avançando nos investimentos em relação à melhoria da qualidade do transporte público e ao mesmo tempo estamos incentivando cada vez mais o uso da bicicleta. Em suma, é para as pessoas refletirem que há hoje uma política que privilegia um transporte mais equilibrados, mais harmônico e ambientalmente sustentável para a cidade”, disse Muniz.

De acordo com ele, a estimativa de veículos circulando na cidade, no ano passado, foi de menos 30%. A expectativa da prefeitura para este ano é que cerca de 2.100 veículos deixem de estacionar e circular no centro da cidade nesse dia.

A data comemorativa teve início em 1988 na França e é celebrada simultaneamente em todo o mundo. O objetivo é conscientizar a população sobre os danos da emissão de gases de efeito estufa e ressaltar a importância do uso sustentável dos meios de transporte.

Edição: João Carlos Rodrigues (Agencia Brasil)

Share |

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960