São Paulo: Plano Diretor aponta a necessidade de mais corredores de ônibus

sábado, 1 de maio de 2010


O Plano Diretor, em revisão na Câmara Municipal, aponta a necessidade de investimentos em transporte público. E os corredores de ônibus são uma das alternativas para o caos do trânsito. No começo da noite, a velocidade média na capital paulista é de mais ou menos 15 km/h.
Na cidade congestionada, mais 800 veículos são emplacados por dia. “São Paulo vive hoje um estado de caos. Basta que tenha um acidente numa das marginais que São Paulo inteira para”, diz Lucila Lacreta, arquiteta e urbanista.
Pra fazer a metrópole andar, o Plano Diretor propõe um casamento do trânsito com a expansão da cidade. Percília Gomes de Oliveira, corretora de imóveis, mora na Pompeia há quase 30 anos. Nesse tempo viu a construção de dois shoppings, um supermercado e dezenas de prédios.
“A consequência disso é um trânsito danado, você tem dificuldade pra estacionar nas ruas, que era muito mais fácil. Hoje em dia é difícil você parar em algum lugar para poder estacionar o carro. É complicado”, afirma.
A saída é uma velha conhecida: priorizar o transporte coletivo, com mais corredores e faixas exclusivas de ônibus.
Em 2002, quando o Plano Diretor entrou em vigor, estudos apontavam a necessidade de construir 325 km de corredores em dez anos. Até agora, foram feitos 82.
Trem, ônibus, metrô - tudo é necessário. A verdade, dizem os especialistas, é que não existe milagre - é preciso dar condições para que o motorista possa deixar o carro de lado
“Então, quando as pessoas dizem 'o trânsito de São Paulo é muito ruim', é preciso dizer que o transporte de São Paulo é muito ruim por isso o trânsito é como é”, afirma o consultor de políticas públicas Adriano Branco.
Não há uma data definida para o fim das discussões sobre a revisão do Plano Diretor. Mas pelo menos até 25 de maio os vereadores vão continuar debatendo o tema.


Fonte: SPTV

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960