Prefeitura de Porto Velho anuncia mudanças no trânsito

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010


Ainda no primeiro semestre deste ano, a Prefeitura da capital vai promover mudanças na avenida 7 de Setembro. Veículos não poderão mais parar no lado direito da via, a não ser os ônibus do sistema de transporte coletivo. Os pontos de táxi serão transferidos para ruas secundárias.
A secretária municipal de Transportes e Trânsito, Fernanda Moreira, explicou que no lado direito da 7 de Setembro será criada uma espécie de corredor com a instalação de uma faixa. Carros de passeio poderá transitar, desde que não parem.
Segundo a secretária, os “pontos de táxis” serão transferidos para as ruas secundárias. Veículos de carga também não poderão parar na faixa
“Acreditamos que dessa forma, além de desafogarmos o trânsito no centro da cidade, também estaremos contribuindo para diminuir os índices de acidentes e o tempo de percurso dos coletivos, já que 95% dos ônibus trafegam pela Sete de Setembro”, explicou.

Ela disse, ainda, que por determinação do prefeito Roberto Sobrinho (PT), outras ações serão implementadas, como a construção de mais seis quilômetros de ciclovia na avenida José Vieira Caula, entre as avenidas Rio Madeira até a Mamoré.
“O prefeito Roberto Sobrinho reconhece a opção e a necessidade de grande parcela da população de Porto Velho em utilizar bicicletas. As ciclovias garantem a essas pessoas o direito de utilizar esse tipo de transporte de forma segura”, afirmou Fernanda Moreira. Ela disse, ainda, que um plano de mobilidade urbana que está sendo elaborado pelo consórcio responsável pela construção da Hidrelétrica Santo Antônio, como forma de contrapartida, vai propor a construção de outros corredores exclusivos para ônibus e de uma rede de ciclovias.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960