Em São Paulo Operação Embarque Melhor não vinga no Metrô

quarta-feira, 7 de outubro de 2009


A operação “Embarque Melhor”, realizada pela primeira vez nesta segunda-feira na estação Sé do Metrô de São Paulo, teve de ser interrompida antes do programado por conta das chuvas que atingiram a cidade.O objetivo era organizar o embarque dos passageiros no sentido Corinthians-Itaquera (Linha 3-Vermelha) das 17h às 19h através da atuação de 200 agentes e o uso de bloqueios de plástico na plataforma. No entanto, a operação durou menos de uma hora.

Segundo a Secretaria Estadual de Transportes, as chuvas aumentaram o fluxo esperado de passageiros e reduziu a velocidade dos trens.Por conta disso, o Metrô avaliou que liberar o acesso direto aos vagões seria menos prejudicial.

A ideia era limitar o acesso aos vagões para evitar a superlotação. Segundo o sindicato dos metroviários, a orientação é de que sejam liberados cerca de 600 passageiros por vez. A iniciativa foi colocada em prática depois de um incidente na última quarta-feira que parou o Metrô e criou tumulto na Sé.

O princípio de incêndio em um dos trens próximo à estação paralisou o serviço. Com isso, as pessoas se acumularam nas plataformas, houve confusão e alguns chegaram a passar mal.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960