Em Curitiba, Cartão transporte já pode ser carregado por aplicativos

segunda-feira, 22 de julho de 2019

Os usuários do sistema de transporte coletivo de Curitiba já podem comprar seus créditos por meio de aplicativos digitais. As empresas RecargaPay e Qiwi estão com suas ferramentas disponíveis nos sistemas Android e IOS, que permitem o abastecimento do cartão transporte a partir do telefone celular.

O modelo de compra também está acessível por meio do Curitiba APP, o aplicativo que disponibiliza cerca de 600 serviços públicos do município.

Nos próximos dias deve ter início a venda pela Mercado Pago, terceira empresa já credenciada pela Urbs (Urbanização de Curitiba S/A) para comercializar os créditos de transporte.

O credenciamento para adesão de mais prestadores do serviço continua aberto até 2021, de forma a aumentar as opções para os usuários do transporte coletivo da capital.

Testando

"Carreguei meu cartão e hoje eu estou aqui para validar", disse o prefeito Rafael Greca, que nesta quinta-feira (18/07) foi até o Terminal Hauer testar seu cartão, acompanhado do presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto.

"Agora, todos os usuários podem comprar seus créditos por aplicativos, com mais facilidade e tranquilidade. Depois é só encostar o cartão no validador e pronto. Mais rápido e fácil."

Para carregar o cartão transporte, o usuário precisa baixar no seu celular o aplicativo da empresa de sua escolha e aí seguir os passos indicados em cada uma delas para o carregamento.

É necessário ter um cartão transporte ativo, que é obtido na Urbs.

Avanços

O prefeito destaca que o avanço faz parte de uma série de melhorias que estão sendo feitas no transporte da capital.

"Ficou muito mais fácil embarcar, ir e vir, no transporte inovador de Curitiba. Mais pudermos, mais vamos inovar. Novidade nos ônibus novos, novidade no cartão com passagem na mão", disse o prefeito.

Funcionamento

Os tradicionais pontos de venda de crédito do transporte seguem funcionando normalmente – o novo serviço apenas amplia as opções de compra.

Para recarregar o cartão transporte nas 30 bancas de jornal autorizadas pela Urbs, os usuários pagam mais R$ 1 de taxa de conveniência.

Nenhuma taxa é cobrada nas compras de crédito feitas diretamente na sede da Urbs, na Rodoferroviária de Curitiba

Na compra por boleto e pelo site, a taxa é de R$ 2,38.

Dentro da nova modalidade de compra por aplicativo, a RecargaPay informou não irá cobrar taxas adicionais dos usuários.

O edital de credenciamento das empresas autorizadas a vender créditos do transporte coletivo prevê a cobrança de taxa de conveniência.

De acordo com o edital, a taxa para cada operação de recarga de cartão transporte será devida conforme o valor de recarga efetuada pelo usuário, da seguinte forma:

a partir de R$ 0,01 até R$ 100, o usuário pagará R$ 3 para a empresa;
a partir de R$ 100,01 até R$ 300, o usuário pagará R$ 4 para a empresa;
a partir de R$ 300,01 até R$ 500, o usuário pagará R$ 6 para a empresa;
a partir de R$ 500,01 até R$ 800, o usuário pagará R$ 8 para a empresa;
a partir de R$ 800,01 até o limite máximo de carga, o usuário pagará R$ 10 para a empresa.

Os preços máximos para aquisição de créditos serão ajustados de acordo com a variação do valor da tarifa padrão do sistema de transporte, hoje fixada em R$ 4,50.

Em atenção à legislação de defesa do consumidor, as empresas credenciadas deverão expor em seu ponto de venda a tabela de preços pelos serviços prestados.

Informações: URBS


Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página
READ MORE - Em Curitiba, Cartão transporte já pode ser carregado por aplicativos

Em Vitória, Telhado do Terminal Laranjeiras começa a ser modernizado

Usuários do Sistema Transcol que utilizam o Terminal Laranjeiras, na Serra, devem ficar atentos a partir deste domingo (21), por conta da reforma do telhado no local. A obra será realizada em duas etapas e começa efetivamente nesta segunda-feira (22), mas já no domingo algumas linhas terão o local de parada alterado para a realização da reforma

As linhas 517, 515, 561, 572, 523, 504, 559, 562, 503, 506, 508, 560, 507, 502, 505, 542 e 528 serão deslocadas para outros pontos do terminal, indicados por meio de totens provisórios. Na medida em que o novo telhado for sendo instalado, outras linhas serão realocadas. A obra tem investimento de R$ 2.395.000,00 e previsão de ser concluída em cerca de 90 dias.

A modernização do telhado de Laranjeiras faz parte de um pacote de obras que contemplam cinco terminais. Além de Laranjeiras, o Terminal Jardim América já recebeu obras de pavimentação. Em São Torquato, a obra está em andamento. Jacaraípe e Ibes também vão passar por obras.

Além da recuperação das pistas de rolamento e telhado, o pacote de obras nos terminais vai contemplar ainda a requalificação dos sanitários públicos e novas redes de água.

Durante o período de obras, agentes da Companhia Estadual de Transportes Coletivos de Passageiros do Estado do Espírito Santo (Ceturb-ES) e fiscais das empresas de ônibus vão orientar a população sobre as alterações dos pontos de parada dentro do terminal.

Informações: CETURB


Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página
READ MORE - Em Vitória, Telhado do Terminal Laranjeiras começa a ser modernizado

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960