Em Natal, Empresas de ônibus pedem reajuste da tarifa para R$ 3,40.

quarta-feira, 8 de junho de 2016

As linhas de ônibus de Natal devem voltar a circular com 100% da frota a partir de hoje. Os empresários de ônibus e rodoviários chegaram a um acordo que concede 10% de reajuste de uma só vez para os trabalhadores. Por sua vez,  o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiro de Natal (Seturn) afirma que acentua o "desequilíbrio financeiro" do sistema de transporte público e pede reajuste da tarifa para R$ 3,40. O ofício solicitando a revisão tarifária já foi entregue, segundo ele, a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), mas não houve resposta.

Mesmo com o reajuste o preço da passagem de ônibus em janeiro deste ano, o valor continua defasado nas contas do Seturn. “O Seturn vem cobrando o reajuste da tarifa que está defasada em 0,50. Esse reajuste dos salários acentua ainda mais o desiquilíbrio financeiro do sistema. A Prefeitura tem que fazer alguma coisa”, declarou Nilson Queiroga, consultor técnico do Seturn. 

Ainda segundo Queiroga as empresas aceitaram a proposta rejeitada na segunda-feira em função dos prejuízos para a sociedade e no faturamento das empresas com a greve. “Não seria possível esperar mais pela decisão da justiça[dissídio coletivo], que talvez demorasse mais uma semana. A sociedade estava tendo prejuízos e as empresas estavam deixando de faturar”, explicou o consultor do sindicato patronal. Inicialmente, o Seturn afirmou que a tarifa atual só suportaria um reajuste nos salários dos trabalhadores de 4,24%.

A proposta acatada por ambas as partes foi proposta pelo mediador da Superintendência Regional do Trabalho ontem. Todos os trabalhadores rodoviários deverão ter um reajuste salarial de 10%. Os motoristas e aqueles que ganham igual ou acima do salário de motorista receberão 10% no vale alimentação. Os cobradores deverão ter o vale alimentação reajuste em 14%, assim como as outras funções que ganham salário igual ou inferior ao de cobrador. 

Todas as outras cláusulas da convenção do trabalho anterior foram mantidas. Vale lembrar que a inflação de maio de 2015 a maio de 2016 foi de 9,28% (IPCA). O mês de maio é a data de negociação trabalhista dos rodoviários. 

READ MORE - Em Natal, Empresas de ônibus pedem reajuste da tarifa para R$ 3,40.

Terminal de ônibus de Aracaju corre o risco de desabar

Após o desabamento de uma peça metálica no shopping Jardins, que matou uma universitária e deixou um jovem com ferimentos graves, o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe (Crea-SE), Aricio Resende, falou sobre a urgência em fazer manutenção e destacou que o terminal de integração da Zona Oeste inaugurado em 2006 corre o risco de desabar.

“A fiscalização do Crea fez uma inspeção no terminal de ônibus da rodoviária e a estrutura a qualquer momento pode cair. A estrutura está toda corrompida. É impossível você manter um ambiente daquele entregue a sociedade”, alerta.

De acordo com Aricio Resende ainda esse mês, o Crea fará uma reunião com o Ministério Público, Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil para definir medidas preventivas que cobrem manutenções permanentes. “Nós temos que fazer uma fiscalização preventiva em função dessas estruturas que estão fragilizadas e sujeitas a acidentes”, reforça.

O presidente do Crea, Aricio Resende
Sobre o Terminal Leonel Brizola, a equipe do Portal Infonet entrou em contato com a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) que afirmou já ter conhecimento a cerca dos riscos. De acordo com a assessoria de imprensa ações preventivas já estão sendo tomadas, inclusive com o isolamento de uma área do terminal. A assessoria acrescentou ainda que obras serão feitas no local.

Informações: Portal Infonet
READ MORE - Terminal de ônibus de Aracaju corre o risco de desabar

Ônibus com ar e wi-fi começam a circular em Cuiabá

Parte dos novos ônibus entregues para a população de Cuiabá começou a circular esta semana. Nesta terça-feira (07), secretários municipais aproveitaram para conhecer a estrutura dos novos carros, que até o início de julho chegarão a 60.

Os novos ônibus estão equipados com ar-condicionado, wi-fi, redutor de poluentes e câmeras com biometria facial nos validadores de cartão, que irão conferir, através de fotos enviadas por sistema, se o portador é de fato o dono do cartão, no caso das gratuidades. Além de elevadores, que garantirão a acessibilidade dos portadores de deficiência.

“Esta é mais uma ação desenvolvida pela secretaria para fortalecer o serviço de transporte público. A renovação da frota de ônibus traz mais qualidade de vida e melhoria de locomoção para o usuário do transporte coletivo”, disse o secretário de Mobilidade Urbana, Thiago França.

Ele informou que 14 dos novos veículos da empresa Pantanal Transportes já estão circulando desde ontem (06) e que até a próxima sexta-feira (10), mais 22 carros entrarão em circulação, totalizando 36 novos ônibus.

“Houve um atraso na entrega dos novos veículos das outras empresas devido a uma greve de funcionários da Volvo, que fabrica as carrocerias. No entanto, até o dia 25 deste mês teremos mais 11 carros da Integração Transportes e, até o dia 1º de julho, mais 13 novos ônibus da Norte Sul Transportes”, esclareceu Thiago.

Com a chegada de novos veículos, as empresas deixarão de circular com carros anteriores a 2007. “A Pantanal vai ‘aposentar’ 29 ônibus e a Integração, 21, todos do ano de 2005. Já a Norte Sul vai tirar de circulação 13 carros da frota de 2006. Algumas linhas talvez não recebam ônibus zero quilômetro, mas todas terão ônibus mais novos”, explicou o diretor de transporte da Secretaria, Leopoldino Pereira.

Na quarta-feira (08), cerca de 20 dos novos carros serão apresentados em carreata, a partir das 10 horas. Eles sairão da garagem da empresa Pantanal Transportes, passarão pelas Avenidas do CPA, Mato Grosso, Presidente Marques, Isaac Póvoas, Fernando Correa, Miguel Sutil e retornarão à sede da empresa pela Avenida do CPA. 

Também conheceram os novos ônibus a secretária de Gestão, Ana Paula Villaça, o controlador-geral Wesley Emerich Bucco, o ouvidor-geral Jairo Rocha e os secretários-adjuntos de Gestão, Eroaldo de Oliveira, do Tesouro, Francisco Serafim de Barros, e de Comunicação, Leonardo Silvestre.

Informações: Folhamax
READ MORE - Ônibus com ar e wi-fi começam a circular em Cuiabá

Em SP, Motoristas de ônibus não recebem aumento e ameaçam nova greve

Os motoristas e cobradores de ônibus de São Paulo não receberam o aumento de 7,5% que havia sido acordado com os empresários da cidade há duas semanas. O acordo evitou uma greve.

O salário reajustado deveria estar nos holerites que foram entregues nesta segunda-feira, 6. Não estão. Os depósitos foram feitos com os salários antigos, o que revoltou trabalhadores de garagens da cidade.

O presidente do Sindicato dos Motoristas, Valdevan Noventa, afirmou que a situação é “inadmissível” e disse ter falado com as empresas de ônibus e com a Prefeitura que, caso os pagamentos não sejam corrigidos em 24 horas, os ônibus da cidade vão parar. “O prazo vence amanhã. Se não pagarem, quarta-feira faremos greve em 100% dos ônibus da cidade”, promete.

O SPUrbanuss, sindicato que reúne as empresas de ônibus da capital, confirmou o atraso. A assessoria de imprensa da entidade disse que algumas das empresas tiveram problema de fluxo de caixa. Outras, tomaram empréstimo para honrar o compromisso. A promessa é que todos os pagamentos sejam normalizados até sexta-feira, 10, com o depósito na diferença dos salários.

Fonte: Estadão
READ MORE - Em SP, Motoristas de ônibus não recebem aumento e ameaçam nova greve

Sistema de VLT integrado da Alstom inicia sua operação no Rio de Janeiro

A Alstom celebra junto ao consórcio VLT Carioca e a cidade do Rio de Janeiro, o início da operação de seu primeiro VLT no Brasil a tempo para os jogos esportivos que acontecerão no Rio de Janeiro em agosto. Sua inauguração ocorreu neste domingo, 05 de junho, com a presença de Eduardo Paes, Prefeito do Rio de Janeiro, e Michel Boccaccio, Presidente da Alstom no Brasil e Vice-Presidente Sênior da Alstom para a América Latina.

“A Alstom está orgulhosa de entregar o VLT para o Rio de Janeiro antes dos jogos. É um grande momento para a população da cidade e os visitantes de todo o mundo, já que o veículo ajudará a minimizar o trânsito e a poluição, ao mesmo tempo em que oferecerá um modal confortável, confiável e conectado eficientemente com outros tipos de transporte,” afirma Michel Boccaccio.

O VLT Carioca terá 31 estações que cobrem 28 quilômetros. Parte da linha que já está em operação tem uma distância de 7 quilômetros[1], ligando o Aeroporto Santos Dumont à Parada dos Museus (Praça Mauá). Outros 7 quilômetros serão abertos antes do início dos jogos esportivos. Conectando outros modais de transporte, as linhas do VLT auxiliarão consideravelmente a redução do trânsito no centro do Rio de Janeiro.

O projeto do VLT foi encomendado à Alstom pelo consórcio VLT Carioca em setembro de 2013. A Alstom é responsável pelo fornecimento de um sistema integrado de VLT que consiste em: 32 veículos Citadis, sistema de alimentação de energia pelo solo, sinalização, telecomunicação e equipamentos para o depósito de manutenção dos VLTs.

Para preservar e renovar a arquitetura original do Rio de Janeiro, o VLT Carioca optou pela solução de energia livre de catenárias da Alstom combinando duas tecnologias inovadoras: APS, que fornece energia por um terceiro trilho no solo, e Supercapacitores, módulos instalados no veículo para armazenar energia.

Composto por sete módulos, o Citadis tem 44 metros de comprimento e capacidade para transportar 420 pessoas por VLT. Os primeiros cinco veículos foram desenhados e produzidos em La Rochelle, na França; e os outros 27 estão sendo fabricados em Taubaté, a primeira fábrica de VLTs da Alstom no Brasil.

A Alstom coordena todas as fases para o sistema do VLT, desde o seu design até a completa validação, comissionamento e suporte para manutenção. A empresa é líder no fornecimento de sistemas integrados de VLT e recentemente conquistou projetos em cidades como: Cuenca, no Equador; Lusail, no Quatar; Mostaganem, na Algéria; e Sydney, na Austrália.

Sobre a Alstom

Promotora da mobilidade sustentável, a Alstom desenvolve e comercializa sistemas, equipamentos e serviços para o setor ferroviário. A Alstom gerencia a maior gama de soluções do mercado – de trens de alta velocidade a metrôs e VLTs – serviços customizados (manutenção, modernização,...) e soluções de infraestrutura e sinalização. A Alstom é líder mundial em sistemas ferroviários integrados. A empresa registrou vendas de €6.9 bilhões e contabilizou €10.6 bilhões em pedidos no ano fiscal 2015/16. Sediada na França, a Alstom está presente em mais de 60 países e conta com mais de 31,000 funcionários atualmente.

Informações: Alstom
READ MORE - Sistema de VLT integrado da Alstom inicia sua operação no Rio de Janeiro

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960