Em Santos, Usuários se queixam das mudanças em pontos de ônibus na Conselheiro Nébias

quinta-feira, 9 de abril de 2015

A manhã desta terça-feira (7) foi de confusão para quem precisou pegar ônibus na Avenida Conselheiro Nébias, em Santos. Após decisão da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de remanejar pontos de ônibus para que passem a ter 400 metros de distância entre eles e melhorar o fluxo de trânsito, muitos passageiros foram pegos de surpresa.

Muitos chegavam ao ponto localizado entre as ruas Soares de Camargo e Lobo Viana, no Boqueirão, e logo eram alertados por uma funcionária da Viação Piracicabana para que seguissem até o próximo, na quadra seguinte.

O ponto localizado em frente à Casa de Saúde de Santos, por exemplo, também não funciona mais. No local, há uma placa indicando sua desativação e sinalizando o mais próximo, na altura do número 671, próximo à esquina com a Rua Lobo Viana. Na nova localização, novas queixas.

“Acho desnecessária a mudança dos pontos. O local é perigoso”, afirmou a despachante imobiliária Mônica Carvalho. Para embarcar ali, os passageiros tinham que passar por baixo das árvores, que também dificultavam a identificação dos ônibus.

Para a estudante Luciana Novaes, a parada dos ônibus logo após a abertura do semáforo vai provocar congestionamentos na avenida. “Vai travar todo o trânsito e atrapalhar quem vem atrás”, contou.

Do outro lado da rua, pessoas se aglomeravam no ponto entre as ruas Machado de Assis e Mato Grosso, também no Boqueirão. Faziam sinal para os ônibus, mas poucos paravam. A placa que citava a desativação estava virada para a parede e, por isso, os passageiros não entendiam a mudança. Houve quem esperasse meia hora por um coletivo.

Procurada, a Viação Piracicabana informou que todos os motoristas foram avisados da mudança, mas que reforçaria essa informação nos pontos de ônibus e nas garagens. À tarde, agentes da CET orientavam aos passageiros. 

Por Danielle Cameira e Lucas Olivan
Informações: A Tribuna

Leia também sobre:

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960