Suspensão do aumento salarial concedido aos rodoviários do Recife pode acabar em nova greve

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Mais um capítulo da saga do dissídio coletivo dos rodoviários preocupa usuários do transporte público da Região Metropolitana do Recife. O presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Barros Levenhagen, suspendeu, provisoriamente, a decisão tomada pelo Tribunal Regional da 6ª Região (TRT-PE), em 30 de julho. Nessa quarta (20), o ministro considerou que o reajuste oferecido à categoria - de 10% - está fora dos limites da Justiça do Trabalho e acatou o recurso ordinário do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado de Pernambuco.

De acordo com Barros Levenhagen, o aumento ficará suspenso até o julgamento do processo pela Seção de Dissídios Coletivos do TST, que ainda não tem data marcada. Na decisão, o magistrado sustou a concessão do reajuste salarial de 10% e manteve o de 6%. Além disso, também limitou o piso da categoria em 6%, com validade a partir de 1º de julho. Com a decisão, o salário de motorista passa a ser de R$ 1.700,30, o de fiscal será de 1.100,17 e o de cobrador de R$ 830,29.

Levenhagen ainda concedeu reajuste de 6% no tíquete de alimentação. Anteriormente, o aumento concedido pelo TRT para o benefício tinha sido de 75%. Agora, os servidores receberão R$ 181,26. A mesm taxa foi aplicada às diárias para motoristas em viagens especiais, ao auxílio funeral e à indenização por morte ou invalidez.

Esta decisão deve criar um clima de insatisfação da categoria e consequentemente ter uma nova paralisação na região metropolitana do Recife, agora é aguardar para ver.

Informações: Diário de Pernambuco

READ MORE - Suspensão do aumento salarial concedido aos rodoviários do Recife pode acabar em nova greve

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960