Faixa exclusiva faz velocidade de ônibus aumentar 68,7%

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Um levantamento divulgado nesta segunda-feira, 08, pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de São Paulo (SP) mostra que aumentou 68,7% a velocidade média nos 59,3 km de faixas exclusivas de ônibus implantadas neste ano. A variação, segundo o órgão que gerencia o trânsito na capital, foi de 12,4 km/h para 20,8 km/h. 

Ao todo, 66 trechos de faixas de ônibus foram inaugurados neste ano. A pesquisa comparou, por meio de cronômetros, dados de uma semana antes e de uma semana depois da instalação das faixas exclusivas, em cada via. 

De acordo com a CET, o melhor resultado foi verificado na ativação da faixa da Ponte do Jaguaré, que funciona desde 31 de março. Ali, a melhora foi de 317,3% na velocidade média dos ônibus. Antes da faixa exclusiva, a velocidade média dos ônibus no trecho era de 10,8 km/h. Ela subiu para 44,9 km/h. 

Outro trecho destacado pela CET é o percurso urbano da Rodovia Anchieta, na zona sul, onde a velocidade média dos coletivos cresceu de 9,9 km/h para 18,4 km/h, no sentido São Bernardo do Campo, no ABC. No sentido oposto, a variação foi menor, de 20,8 km/h para 25,4 km/h (variação de 22%). Já na Avenida Lins de Vasconcelos, na Vila Mariana, na zona sul, onde alguns lojistas chegaram a fazer protestos contra a instalação do mecanismo, as faixas exclusivas melhoraram o desempenho dos ônibus em 140%. A velocidade média lá subiu de 12,1 km/h para 29,3 km/h. 

Um trecho de 300 metros de faixa exclusiva implantado na Rua da Consolação, no centro, não registrou nenhuma variação, conforme os dados da CET. A velocidade média dos coletivos ali permaneceu em 10,4 km/h na semana depois da implantação. 

Já nos 400 metros de novas faixas na Avenida Cidade Jardim, no sentido bairro, houve variação positiva de 15,3%. A velocidade média dos ônibus avançou de 10 km/h para 11,5 km/h. 

Na Rua Voluntários da Pátria, na zona norte, antes da faixa exclusiva sentido centro, os ônibus trafegavam, em média, a 6,7 km/h. Com a faixa, a velocidade saltou para 24,9 km/h (uma variação de 269,4%). Na Rua Faustolo, na zona oeste, a variação foi de 50,7%, saltando de 14,5 km/h para 21,8 km/h.

Informações: Bonde.com.br

Leia também sobre:

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960