Em Salvador, Rodoviários marcam assembleia para deflagrar greve

quarta-feira, 29 de maio de 2013

O Sindicato dos Rodoviários divulgou nesta quarta-feira (29) edital de convocação de assembleia geral extraordinária para o dia 5 de junho com a seguinte pauta: “autorização para a diretoria da entidade, a partir da realização desta assembleia, decretar e deflagrar greve geral, por tempo indeterminado no setor público de transporte”. 

A assembleia será realizada em dois turnos – manhã e tarde-, no auditório do Sindicato dos Eletricitários da Bahia (Sinergia), no bairro de Sete Portas, em Salvador, e nas delegacias da entidade em Jequié, Candeias, e Alagoinhas. 

Segundo Daniel Mota, diretor de imprensa do Sindicato dos Rodoviários, os trabalhadores voltaram a se reunir na manhã desta quarta, na sede do Sinergia, e rejeitaram as propostas do Setps e da Abemtro de reajuste de 3,21% para 4,13% e 4,5%, respectivamente. “Os trabalhadores apoiaram a proposta da direção de recusar a proposta dos empresários e definiram que mantêm a mobilização”, diz. 
Ainda de acordo com o diretor, não há paralisação prevista para os próximos dias, porém, a partir da próxima semana, os rodoviários voltam se reunir nas portas das garagens, como ocorreu no último dia 16. 

“Até este final de semana a população pode ficar despreocupada, mas, no início do mês, no dia 2 ou 3, a gente vai para a rua. Esta cidade pode acordar com atrasos temporariamente. Desta vez, diferente de anos anteriores e em respeito à população, nós estamos avisando”.  

Segundo Mota, se não houver uma contraposta até o dia 5 de maio, a greve é inevitável: “é clara esta possibilidade se não tiver um acordo plausível antes. Se chegar à greve, a responsabilidade fica no colo da prefeitura, do secretário de transporte e dos empresários". 

Além do aumento salarial de 15%, os trabalhadores pedem redução da jornada de trabalho para 6h, ticket alimentação de R$ 15 trinta dias por mês e nas férias, assistência médica e odontológica para titulares e dependentes paga pelos patrões, gratificação de Carnaval, fim da cobrança de avarias, das terceirizações e da dupla função - motorista que é cobrador.

Eles também reivindicam o cumprimento da Lei Federal do Descanso (nº 12.519/2012), que estabelece que para cada carga-horária de 7h cumprida pelos motoristas, estes devem descansar uma hora. “O motorista não tem nem espaço físico para cumprir este descanso", afirma Mota.

Informações: Correio da Bahia
READ MORE - Em Salvador, Rodoviários marcam assembleia para deflagrar greve

São Paulo: Metroviários decidem esperar nova proposta do governo e adiam greve

Os metroviários haviam se reunido durante a tarde com representantes do Metrô no Tribunal Regional do Trabalho da 2.ª Região, no centro, para tentar uma conciliação. O Metrô pediu mais uma semana para reapresentar uma nova proposta para os trabalhadores. "Dia 3 ou (o Metrô) faz uma proposta razoável para a categoria, ou dia 4 para São Paulo", disse ao microfone o presidente do sindicato, Altino de Melo Prazeres Júnior. Ele sugeriu que a categoria vá "até o limite" para conquistar as reivindicações. 

Os metroviários pedem aumento real de 14,16%, além de 7,3% de reposição salarial e reajuste de 24,3% para o vale-refeição. Há outras reivindicações, como o aumento do vale-alimentação para R$ 382,71 e equiparação salarial. 


Entenda o caso: Metroviários fazem assembleia para decidir se mantêm greve 
No Metrô, em caso de greve, a única linha que funcionaria sem interrupção é a 4-Amarela (Luz-Butantã), já que seus funcionários pertencem a outro sindicato. É que a Linha 4 é administrada pela iniciativa privada, por meio de uma concessão do governo do Estado. 

Com isso, podem ser paralisadas as Linhas 1-Azul (Tucuruvi-Jabaquara), 2-Verde (Vila Madalena-Vila Prudente), 3-Vermelha (Corinthians-Itaquera-Palmeiras-Barra Funda) e 5-Lilás (Capão Redondo-Largo Treze), por onde circulam, por dia, em média, quase 4 milhões de passageiros. 

CPTM 

Assim como os metroviários, os funcionários de quatro linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) também decidiram adiar a greve. A decisão foi tomada em assembleia realizada na frente da Estação Brás, na região central, por volta das 20h40. 

De acordo com o diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona Sorocabana, Alessandro Viana, foi marcada uma audiência de conciliação com a CPTM para as 14 horas de terça-feira (28). Essa entidade representa as Linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda. 

Também participará dessa reunião o Sindicato dos Ferroviários da Central do Brasil, que igualmente sinalizava com a possibilidade de interrupção das Linhas 11-Coral e 12-Safira da CPTM. Na segunda (3), a CPTM deverá apresentar uma nova proposta para a categoria, que, no mesmo dia, avaliará se a aceita ou não. 

A categoria pede a reabertura das negociações com a CPTM, reposição da inflação e aumento real de 5%. Além disso, os funcionários querem vale-refeição de 25 reais e um vale-alimentação. O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias de São Paulo, que representa os empregados das Linhas 7-Rubi e 10-Turquesa, já havia fechado acordo com a CPTM na semana passada. Portanto, não haverá greve nesses ramais. 
Outro lado 

Em nota, o Metrô confirmou que, com a decisão, o transporte funcionará normalmente na terça (28). E disse que "conta com o bom senso da categoria em respeitar a solicitação" do TRT para suspender o movimento até semana que vem, "quando será feito novo encontro para negociação entre as partes". 

"A Companhia realizou neste mês seis reuniões com a categoria para negociar o reajuste dos metroviários, que reivindicam, além de reajuste de 8,06%, aumento real de 14,16%. Nos últimos sete anos, a soma de aumentos chegou a 48,84%. Somente acima de inflação, foram 8,8% no mesmo período. A Companhia concede uma série de benefícios aos seus funcionários, como participação nos lucros, vales Refeição e Alimentação, auxílio médico e previdência, além de outras gratificações." 

*Com informações da Agência Estado 
READ MORE - São Paulo: Metroviários decidem esperar nova proposta do governo e adiam greve

Mais um Terminal Integrado é inaugurado no Grande Recife

Na manhã desta quarta-feira (29), o Governador Eduardo Campos, com a presença do secretário do secretário das Cidades, Danilo Cabral e o diretor-presidente do Grande Recife Consórcio de Transporte, Nelson Menezes, entregou, oficialmente o 17º Terminal Integrado localizado na Avenida Prefeito Antônio, ao lado do Terminal Intermunicipal TIP. O novo terminal passará a operar a partir do próximo sábado (1º).

O equipamento faz parte da expansão e modernização do Sistema Estrutural Integrado (SEI), garantindo que os usuários de transporte público da zona oeste do Recife paguem apenas uma passagem para se locomover por toda a Região Metropolitana do Recife (RMR). O terminal também irá facilitar o acesso à Cidade da Copa.
Operando com 10 linhas de ônibus e um metrô, o terminal terá 61 ônibus, realizando 574 viagens por dia. Entre as linhas, haverá cinco alimentadoras, que transportam os usuários do subúrbio para o terminal; três interterminais que ligarão o TIP aos terminais da Caxangá, Aeroporto e Jaboatão; e duas linhas troncais que levarão os passageiros até o Derby ou até o Centro.  

As linhas irão operar com o Anel A (R$ 2,25), com um intervalo, em dias úteis, entre cinco e 20 minutos. No Recife, serão beneficiadas as comunidades da Caxangá, Boa Viagem Imbiribeira, Derby e Centro. Já em Jaboatão dos Guararapes, Curado II, Curado IV, Curado V e Jaboatão Velho. Também será beneficiada a comunidade Parque Cabibaribe, em São Lourenço da Mata.

LINHAS DO TI TIP:

351 - Curado II/TI TIP
361 - Curado IV (Rua 14) /TI TIP
363 - Curado IV (Av. 01) /TI TIP
348 - Curado V/TI TIP
410 - Parque Capibaribe/TI TIP
302 - TI TIP / Caxangá
370 - TI TIP / TI Aeroporto
219 - TI Jaboatão (Sancho)/TI TIP
346 - TI TIP (Centro)
347 - TI TIP (Derby)

Orçado em R$ 3,3 milhões, o terminal TIP tem como previsão atender 22 mil pessoas por dia. O TI conta com plataformas de embarque e desembarque, lanchonete, Central de Atendimento ao Cliente, pátio de estocagem, passarela, rampa de acesso ao TIP (intermunicipal), escadas fixa e rolante, piso tátil (que facilita a orientação de pessoas com deficiência visual e visibilidade reduzida), e mecanismos antiderrapantes, para evitar quedas e escorregões, além de elevador para cadeirantes e pessoas com dificuldade de locomoção.

TERMINAL AFOGADOS -  Durante a inauguração do TI TIP, os gestores anunciaram o início das obras de reforma e ampliação do Terminal Integrado de Afogados, localizado na Zona Oeste do Recife. A obra está avaliada em R$ 1,3 milhão e tem previsão de entrega em março de 2014.

Para mais informações, os usuários podem entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cliente (0800.0810158) ou acessar o site: www.granderecife.pe.gov.br.

Informações: NE 10

READ MORE - Mais um Terminal Integrado é inaugurado no Grande Recife

Integração ajuda morador da Grande SP a economizar na passagem

Especialistas dizem que um sistema de transporte público só pode ser eficiente se estiver integrado. Na Grande São Paulo e capital, os sistemas até se comunicam, mas a integração ainda não é completa, como mostrou reportagem do Anda SP desta terça-feira (28), no Bom Dia São Paulo.

Atualmente, 35% das pessoas que usam transporte público fazem pelo menos uma baldeação. A cozinheira Priscila Del Rei Ferreira, que mora em Taboão da Serra e trabalha no Tatuapé, na Zona Leste da capial, precisa pegar três conduções - dois ônibus e um Metrô - para chegar ao trabalho. Para pagar a passagem, ela usa o cartão Bilhete de Ônibus Metropolitano (Bom) e o Bilhete Único.

Ao todo, Priscila gasta R$ 8 e demora duas horas para chegar ao destino. Se não tivesse integração, ela teria que desembolsar R$ 9,45. “Seria melhor em vez de usar vários cartões fazer uma integração. Meu sonho é ter uma linha de Metrô de Taboão da Serra direto para o Tatuapé. Esse é meu sonho de consumo”, diz a cozinheira.

O Bom pode ser usado para pagar passagens entre 39 cidades da região metropolitana e é aceito em 94 estações de trem e Metrô. Segundo o Metrô, o cartão Bom passará a ser aceito na Linha Amarela no segundo semestre deste ano, mas ainda não há data definida.

Informações: G1 SP

READ MORE - Integração ajuda morador da Grande SP a economizar na passagem

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960