Em Olinda, Viaduto em Ouro Preto já foi liberado para o tráfego

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Equipamento faz parte das obras do corredor exclusivo de ônibus do eixo norte/sul e facilitará o tráfego misto da área, que registra, em média, 4 mil veículos por dia, em horário de pico.

A secretaria das cidades liberou, segunda-feira, 05 de agosto, o Viaduto de Ouro Preto, em Olinda. O equipamento, batizado com o nome do senador Nivaldo Rodrigues Machado (projeto de lei do Deputado Ricardo Costa - PTC), faz parte do corredor exclusivo de ônibus norte/sul e é o segundo a ser entregue à população. O primeiro foi o Viaduto Bajado, nos Bultrins, liberado para população em fevereiro de 2013. A liberação do viaduto aconteceu às 11h, na presença do Governador Eduardo Campos e do secretário das cidades, Danilo Cabral.

Com a liberação do viaduto, os veículos particulares e os coletivos das linhas 050 (PE-15/Boa Viagem), 913 (PE-15/Joana Bezerra) e 915 (PE-15), que circulam no Terminal PE-15, em ambos os sentidos, deverão utilizar o novo equipamento. Essas linhas não atenderão mais as paradas que ficam localizadas na pista local.


Para essas linhas, foi recuada em 200 metros a parada de ônibus de N° 150076, localizada no sentido Recife/Paulista, antes do viaduto, perto da av. Chico Science. Ela foi relocada para a frente ao bar da Neidinha. Nesta parada passam também as linhas: 050 (PE-15/Boa Viagem); 896 (Cidade Tabajara/Ouro Preto (veículo de pequeno porte - VPP); 907 (Paulista/Rio Doce); 909 (Paulista/Joana Bezerra); 913 (PE-15/Joana Bezerra); 915 (PE-15); 921 (Ouro Preto (Jatobá I); 926 (Ouro Preto (Jatobá II); 940 (Abreu e Lima/Olinda); 946 (Igarassu (BR-101); 967 (Igarassu/Sítio Histórico); 976 (Paulista (prefeitura)); 977 (paulista (Conde da Boa Vista)) ; 979 (Paulista (Rua do Sol) - expresso).

E no sentido inverso (Paulista/Recife), em frente a faculdade Facho, uma nova parada foi implantada antes do viaduto, no corredor central exclusivo de ônibus.

As demais linhas continuam a circular normalmente pela pista local, além dos motoristas que queiram entrar nas ruas do bairro, como Rua Ema e Peixe Agulha, por exemplo. 

Benefícios - a partir de janeiro de 2014, quando toda a obra do Corredor estiver concluída, o viaduto de Ouro Preto terá uma nova função. Das quatro faixas, duas pistas serão destinadas exclusivamente para o TRO (uma no sentido Recife/Paulista e outra no sentido Paulista/Recife) e outras duas pistas permanecem para o tráfego misto (ambas no sentido Paulista/Recife). Com o viaduto, o semáforo de entrada para o bairro de Ouro Preto será eliminado, fazendo com que os ônibus de BRT não parem no cruzamento existente, dando mais agilidade às viagens. O viaduto teve investimento de R$ 10 milhões e tem 360 m de extensão e 15 m de altura.

Segundo o secretário das Cidades, Danilo Cabral, a liberação do viaduto reforça o compromisso do Estado em entregar a obra do corredor Norte/Sul antes do prazo estabelecido pelo Governo Federal, que é o mês de junho de 2014. “Estamos focando nossos esforços para garantir a conclusão de todo o corredor até janeiro de 2014. Assim, estaremos melhorando a qualidade de vida dos usuários de ônibus que vão ter um sistema mais confortável e eficiente de transporte”, disse o secretário referindo-se ao sistema de BRT (Bus Rapid Transit – Transporte Rápido por Ônibus) adotado pelo estado para os principais corredores da Região Metropolitana.

Ordenamento do tráfego local: para facilitar o ordenamento do trânsito e agilizar o tráfego local a Secid reuniu diversos órgãos. Estão envolvidos no esquema especial agentes do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE), do Departamento de Estradas de Rodagens (DER), do Batalhão da Polícia Rodoviária de Pernambuco (BPRV), do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar de Pernambuco (BPTran-PE) e da Prefeitura Municipal de Olinda.

Corredor Norte/Sul - o corredor Exclusivo de BRT do Eixo Norte/Sul faz parte do Programa Estadual de Mobilidade Urbana (Promob), responsável pela implantação de 100 km de corredores exclusivos do transporte rápido por ônibus (TRO), na Região Metropolitana do Recife.

O corredor Norte/Sul conta com recursos do PAC Copa e PAC da Mobilidade e do próprio Tesouro Estadual. A obra está sendo executada pelo Consórcio Emsa/Aterpa, com início em Igarassu até o Terminal de Joana Bezerra, com ramificação para o centro do Recife, via Cruz Cabugá. Ao todo, tem um investimento de R$ 247 milhões, sendo R$ 151 milhões para o trecho Igarassu/Centro do Recife e R$ 96 milhões para o ramal Agamenon (Tacaruna/Joana Bezerra). Somando os dois eixos, o corredor conta com 43 estações e 37,9 km de extensão.

Senador Nivaldo Rodrigues Machado – O Projeto de Lei Ordinária nº 14870, sancionado em 11/12/2012, de autoria do deputado estadual, Ricardo Costa, batizou de senador Nivaldo Rodrigues Machado o viaduto de Ouro Preto.

Nivaldo foi professor da Faculdade de Direito de Olinda, escriturário, agente administrativo e agente fiscal do imposto de renda. Exerceu os mandados de vereador, por duas vezes, entre 1947 a 1955. Em seguida, exerceu o cargo de prefeito de Olinda (entre 1955 a 1959). Nivaldo foi eleito deputado estadual entre os anos de 1959 a 1983 e de senador entre os anos de 1985 a 1991.

Informações: Sec. das Cidades

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960