Câmara de BH discute baixa oferta de ônibus durante a madrugada

terça-feira, 21 de maio de 2013

Mais ônibus durante a madrugada para quem trabalha em horários não-convencionais ou pra quem quer aproveitar bares e festas até mais tarde. Reclamação antiga dos moradores de Belo Horizonte, a proposta será discutida na Câmara Municipal nesta segunda-feira (20), em audiência pública.

A baixa oferta de transporte coletivo entre 11h e 6h, na capital mineira, incluindo linhas que deixam de circular durante a madrugada, provoca a discussão. Com a aplicação da lei seca, muitos motoristas que saem para beber só têm disponível o serviço de táxis, que também é insuficiente no horário.

Segundo a BHTrans, BH tem uma frota de 3.037 ônibus convencionais e 285 suplementares, e atende a 1,6 milhão de usuários por dia útil - 37 milhões por mês. São 298 linhas, que fazem 27 mil viagens por dia. No período da meia-noite às 5 horas da manhã o número das viagens diminui: 176 linhas circulam nesse horário, em cerca de mil viagens.

A audiência ocorre na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário, por iniciativa do vereador Iran Barbosa (PMDB). Foram convidados representantes  da BHTrans, sindicatos dos trabalhadores e das empresas de ônibus, sindicatos de garçons e Polícia Militar, entre outros.

Informações: R7.com/minas

1 comentários:

Fernando disse...

De 298 linhas no total, 176 operam madrugada em Belo Horizonte. Em Curitiba das cerca de 400 linhas, apenas cerca de 30 operam na madrugada, os chamados ônibus madrugueiros. Se em BH estão discutindo o aumento do número de linhas durante a madrugada, Curitiba está hiper atrasada pois essas 30 linhas ainda atendem a algumas cidades da Região Metropolitana...

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960