Em São Paulo, CPTM recebe 08 novos trens totalizando 90 novas composições em operação

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Os oito novos trens entregues na última quinta-feira fazem parte dos 105 adquiridos para a CPTM, desde 2006, totalizando 90 novas composições em operação. Fabricados pela CAF, em Hortolândia/SP, os trens contam com oito carros e salão contínuo de passageiros [passagem livre entre os carros]. Com 170 metros de comprimento, estão equipados com sistema de monitoramento por meio de câmeras instaladas no interior e na parte externa. Além disso, são acessíveis para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e dotados de dispositivos para orientar usuários com deficiências auditiva.

Até o fim deste ano, serão entregues gradativamente mais 15 composições, das quais, seis destinadas para incrementar a frota da Linha 8 e nove para o Expresso Leste. Em continuidade ao programa de modernização e expansão, a CPTM está preparando licitação internacional para a aquisição de mais 65 composições de oito carros, totalizando 520 carros.

Equipamentos de alta precisão para manutenção da via férrea
Nos últimos anos, a CPTM investiu cerca de R$ 57 milhões na ampliação e capacitação de seu parque de máquinas de manutenção, com a aquisição de veículos auxiliares ferroviários de alta precisão. Fabricados com tecnologia de ponta, os equipamentos estão sendo usados, desde o segundo semestre do ano passado, nos serviços de inspeção e manutenção dos sistemas de via e rede aérea de energia.

Os dois novos veículos são equipados com motor diesel de última geração, fabricados de acordo com as atuais exigências de emissão de poluentes, respeitando-se o meio ambiente e facilitando a sua utilização em túneis e demais ambientes com baixos níveis de ventilação.

Um dos destaques é o carro-controle modelo EM100U, considerado um dos mais modernos do mundo, capaz de identificar fissuras e falhas internas nos trilhos. Outra aquisição de peso foi o conjunto de máquina desguarnecedora e escarificadora de lastro, que tem como função retirar toda a brita sem mexer nos dormentes ou trilhos, além de um veículo lançador e recolhedor de cabos da rede aérea de alimentação de trens.

Informações: STM


Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960