Após reunião, Metrô DF não entrará em greve

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Governo e metroviários chegaram a acordo com relação à ampliação do efetivo, principal reivindicação da categoria, segundo o Sindicato. Com isso, está cancelada a greve, que ocorreria a partir da próxima semana. A decisão foi tomada em assembleia na noite desta quarta-feira (31/10).

De acordo com a assessoria de imprensa do sindicato, o governo se comprometeu a publicar, até 31/12, o edital para contratação de novos servidores. Os metroviários querem duplicar o atual quadro de 1,2 mil servidores.

Fonte: Correio Braziliense e Rede Integrada de Transporte

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Após reunião, Metrô DF não entrará em greve

Manaus não terá BRT e nem Monotrilho, vergonha!!!


Se depender do prefeito eleito Arthur Neto (PSDB) e do governador Omar Aziz, os principais projetos de mobilidade urbana para a Copa do Mundo de 2014, o BRT (Bus Rapid Transit) e o monotrilho, não sairão do papel. 

O anúncio foi feito nesta terça-feira (30), durante o primeiro encontro dos dois governantes, a portas fechadas na sede do governo estadual, na Zona Oeste da capital amazonense.

Na entrevista coletiva, após a reunião, Omar Aziz afirmou que foram discutidos assuntos como mobilidade urbana, parcerias conjuntas na segurança pública e o Programa Água para Manaus (Proama).

O governador disse que a retirada desses projetos se deu em virtude do atraso para aprovação das contas e liberação de recursos necessários para execução das obras.

Leia: BRT em Manaus

Monotrilho em Manaus

“Não teremos tempo para concluir esses projetos até 2014. Tanto o monotrilho, quanto o BRT, dificilmente teriam condições de ser concluídos até a Copa. Essas obras estão interligadas uma a outra. Já vai fazer dois anos que estão na Caixa [Econômica Federal] para serem aprovadas e não caiu nenhum tostão”, disse o governador.

Sobre a ação conjunta decidida na reunião, Arthur Neto afirmou que será importante trabalhar em compasso com o governo do Estado para efetivar obras em todos os segmentos que precisam ser melhorados.

“As eleições passaram e agora é pensar daqui para frente. Manaus não pode prescindir da colaboração de todos os atores sociais que levem a uma melhor qualidade de vida à população local”, disse o tucano.

Informações: Em Tempo

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Manaus não terá BRT e nem Monotrilho, vergonha!!!

Programa Rota Volksbus pecorre o Brasil


Depois de um primeiro semestre de vendas abaixo do esperado, em função da pré-compra realizada nos últimos meses de 2011, é hora de arregaçar as mangas e iniciar uma nova etapa para salvar o ano. A MAN aposta nesta iniciativa e desde agosto, está percorrendo o país com a segunda fase do programa rota Volksbus.

Normas do Proconve P-7
Além dos produtos, os clientes conhecerão mais um pouco sobre: as novas normas do Proconve P-7, o Diesel S-50, o aditivo Arla 32, os motores MAN, as tecnologias EGR e SCR de pós-tratamento de emissões de gases. Também fazem parte do portfólio d demonstração da marca, no Rota Volksbus, os modelos VW 9.160 OD, VW 15.190 OD, VW 17.230 OD V-Tronic e VW 17.230 OD com transmissão manual, ‘’o objetivo é divulgar a linha completa e apresentar o maior número de modelos na casa do cliente, pelo Brasil inteiro. Vamos reunir toda equipe de manutenção, gerente de frota, os sócios da empresa e, assim, mostrar, in loco, a nossa linha’’, afirma Ricardo Alouche, diretor da MAN LatinAmerica.

Em praças como Curitiba (PR), Salvador (BA), Recife (PE), Belo Horizonte (MG) e Goiânia (GO), onde existe demanda por projetos de BRT(Bus Rapid Transit) ou corredores com utilização de veículos articulados, o modelo VW 26.330 OTA articulado será mostrado.

Em algumas cidades como São Paulo (SP), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ) e Joinville (SC), são empregados ônibus de piso baixo. Nesses lugares, o modelo VW17.280 OT Low Entry também será exibido e poderá ser testado pelos clientes, como afirma o executivo: ‘’Começaremos a vender nosso primeiro BRT, que se chama 26.330 OTA, e apresentaremos também o 17.280 OT versão Low Entry, somente nas cidades que exigem tais configurações’’.

O primeiro Euro 5
Todos os veículos da Rota Volksbus 2012 estao equipados pelos principais encarroçadores de ônibus do Brasil. Caio, Comil, Irizar, Marcopolo, Mascarello e Neobus agora incluem chassis Volkswagem com o que há de mais moderno no mercado mundial de ônibus. Algumas das diferenças entre o programa iniciado em 2007 e à fase atual são: o número de clientes a ser visitado, o volume de test drives a ser feito, além dos objetivos, que, em função da nova norma de emissões, chega para esclarecer ao frotista quanto a melhor opção. ‘’Qual a diferença entre EGR E SGR?

Qual a tecnologia ideal para cada aplicação? É isso que o programa Rota Volksbus vai apresentar para o cliente dentro da sua garagem, tanto para o mecânico, que cuida da manutenção, como para o dono da frota e demais interessados. Os motores que utilizam o Arla são os urbanos, com 15 e 17 toneladas, e também os de fretamento com motor traseiro, o 17.280’’ destaca Alouche.

Outra novidade que deve atrair a atenção de clientes e alavancar as vendas de mais veículos com novas tecnologias é o programa Meu Primeiro Vloksbus Euro 5. De acordo com a MAN, está sendo feito investimento significarivo, visando subsidiar os novos modelos para os clientes da marca. Segundo Alouche, o cliente de ônibus é tradicional e resistente a mudanças, mas a intenção  do programa é facilitar e encurtar o acesso até a tecnologia Euro 5. ‘’Para todos os clientes visitados, nós vamos ofertar a possibilidade de compar um Euro 5 pelo mesmo preço que ele comprou o último Euro 3. Sem nenhum aumento. A condição está limitada a um veículo por empresa. Nós vamos subsidiar o programa. Isso é para o cliente comparar e atestar a eficiência da tecnologia e motiva-lo a mudar sua frota’’.

Informações: Revista Fetranspor/Novembro

READ MORE - Programa Rota Volksbus pecorre o Brasil

Tarifa do transporte coletivo de Votorantim terá reajuste a partir do dia 11


A partir do dia 11 de novembro, a tarifa do transporte coletivo de Votorantim passará de R$ 2,30 para R$ 2,90. O valor será reajustado apenas para os usuários que utilizam o bilhete unitário. Os usuários do cartão integração continuarão a pagar R$ 2,30 pela tarifa municipal. Com esse valor o usuário tem o direito de se deslocar de um lado a outro do município, com direito a um intervalo de 70 minutos entre os veículos utilizados. O valor do passe do estudante sobe dos atuais R$ 1,35 para R$ 1,45. 

A empresa concessionária do Transporte Coletivo Urbano, a Auto Ônibus São João apresentou ao poder público municipal o reajuste alegando defasagem no valor cobrado, índice inflacionário e alta do valor dos insumos.

Atualmente a frota municipal mantida pela concessionária opera com 36 veículos, sendo 33 adaptados com rampas de acesso apropriadas para cadeirantes.

O decreto de número 4424, que dispõe sobre o realinhamento da tarifa foi publicado na edição desta quarta-feira (31), do Jornal Município de Votorantim.

Informações: Cruzeiro do Sul

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Tarifa do transporte coletivo de Votorantim terá reajuste a partir do dia 11

Inauguração de Shopping causa transtorno no trânsito e no transporte público do Recife


O furação foi nos Estados Unidos, onde carros e mais carros se dirigiam para longe das cidades litorâneas onde o furacão Sandy iria passar, mais um outro fenômeno que atormentou a vida do Recifense foi a inauguração do shopping Rio Mar situado no bairro do Pina, onde o trânsito se portou de um jeito jamais visto na cidade.

E fica a pergunta no ar: se com um evento de inauguração de um shopping, fez com que vias e mais vias da cidade ficassem intransitáveis, então será que estamos preparados para receber já no ano que vem a copa das confederações?

Também ficou constatado a falta de preparo dos órgãos de transito e transporte da cidade, onde certamente tudo que eles planejaram foi no mínimo por água abaixo.

Como é que um evento deste pôde refletir tão negativamente em relação ao trânsito, onde o número de agentes foi claramente insuficiente e sem nenhuma ação para amenizar tão grande congestionamento na cidade como um todo. 

E o que se falar do Grande Recife Consórcio de Transportes, onde a falta de planejamento ficou clara agora no fim da noite, onde os ônibus tiveram o itinerário mudado, mas no dia inoportuno, pois as linhas que antes se prejudicavam pela Rua Imperial voltaram a atender o bairro do Cabangá, na qual vai melhorar e muito para os usuários, mas não precisava essa mudança acontecer justamente hoje, com o transito parado para a inauguração do shopping. E o que vimos foi os usuários sendo prejudicados com essa modificação no dia de hoje. 

Linha criada para atender a demanda da inauguração do Shopping só funcionou no início da manhã.

A Linha 021*TI Joana Bezerra/Shopping Rio Mar só funcionou pela manhã, pois depois das 11 horas, o percurso que é feito em menos de 10 minutos era realizado por mais de uma hora, para se ter uma idéia, a maioria dos passageiros desciam no Cabangá para irem a pé mesmo, o mesmo aconteceu com outras linhas.

''Queríamos nós usuários que aqueles que organizam o trânsito e o transporte ficasse dentro de um ônibus ontem a tarde e durante a noite, para sentir na pele o que nós passamos por tamanha falta de planejamento''.

E o que falar da alça nova do viaduto Capitão Temudo, será que alguém entendeu para que serve esta alça a não ser um gasto de dinheiro público, pois tínhamos outros viadutos mais urgentes para se fazer como por exemplo no cruzamento da Imperial próximo a fábrica da Alimonda em Afogados, ou no cruzamento da estrada dos remédios com a Abdias.

Mas o que mais se falou foi de uma alça que sai e volta para o mesmo lugar, lamentável.

Tomara que hoje, os órgãos de trânsito e transporte da cidade evitem esse colapso que aconteceu nesta terça-feira, pois certamente a população do Recife não vai aguentar mais um dia deste ‘’Furação’’.

Blog Meu Transporte
READ MORE - Inauguração de Shopping causa transtorno no trânsito e no transporte público do Recife

Uso de cartão transporte reduz em 84% as ocorrências de assalto nos coletivos de Cuiabá e Várzea Grande

A Associação Mato-grossense dos Transportadores Urbanos  (MTU) registrou uma queda de 84% nas ocorrências de assaltos no transporte coletivo em Cuiabá e Várzea Grande nos últimos três meses em relação ao mesmo período do ano passado.

A redução seria resultado da aumento do uso do cartão transporte e também da ampliação dos pontos de venda e recarga. Hoje são 400 pontos em Cuiabá e Várzea Grande, 422 mil cartões TEM Integração ativos e já foram comercializados 256 mil cartões Portador.

De acordo com o gestor de segurança da MTU Raimundo Silva Santos, nos meses de agosto, setembro e outubro deste ano foram notificados 21 assaltos nas quatro empresas (Pantanal, Integração, Norte Sul e União Transportes) que integram o sistema na Grande Cuiabá. Já no mesmo período do ano passado esse número somava  131 assaltos, uma queda de 84% nas ocorrências.

As linhas mais críticas são sempre as que passam em bairros periféricos, onde as condições precárias nas ruas, combinada com a falta de iluminação facilita a ação dos assaltantes. As  rotas mais visadas pelos assaltantes eram sempre as dos bairros Jardim Vitória, Jardim Florianópolis, Novo Paraíso, Novo Mato Grosso, Jardim Umuarama e Planalto, onde registravam até cinco assaltos por dia. Realidade bem diferente vivenciada hoje pelos passageiros, motoristas e cobradores que trafegam com mais segurança, e que nos últimos três meses não registraram nenhum assalto.

Além do investimento em câmeras de segurança, presente em 100% da frota, outro fator que tem contribuído com a queda das estatísticas, segundo a MTU, foi a implantação da Lei 5.541, aprovada em abril deste ano, pela Câmara de Vereadores de Cuiabá, e que proíbe o pagamento em dinheiro da tarifa em coletivos.

Com o objetivo de buscar a redução do dinheiro dentro dos ônibus e reduzir o risco de assaltos, a MTU tem buscado facilitar o acesso da população ao uso de cartões eletrônicos que também oferecem maior comodidade, agilidade e economia para os usuários de Cuiabá e Várzea Grande.  Hoje estão disponíveis o Cartão TEM Integração (Vale Transporte e Comum), Cartão Portador e o Cartão Simples.

Para adquirir o CARTÃO TEM Integração é necessário fazer o cadastro nas lojas da MTU (Rua Joaquim Murtinho - centro de Cuiabá), no Terminal André Maggi (Várzea Grande) ou na MTU Móvel. A vantagem deste cartão transporte é que não tem custo e possui vínculo com o usuário, ou seja, caso extravie o cartão, o usuário pode bloquear e transferir os créditos para o novo cartão (segunda via).

Já o CARTÃO PORTADOR, não precisa cadastro e pode ser adquirido em um dos estabelecimentos de venda credenciados, nos terminais, nas cinco cabines da MTU Fácil (Praça Alencastro, Praça Ipiranga, em frente ao Pantanal Shopping, e ao lado do Supermercado Comper (Avenida Fernando Correa), MTU Móvel ou nas lojas da MTU em Cuiabá e Várzea Grande).

Recentemente foi lançado o CARTÃO SIMPLES com objetivo de atender ao usuário que necessita fazer uma viagem sem integração e pretende fazer o pagamento em espécie. É um cartão onde a recarga não é permitida e é recolhido pelo sistema de bilhetagem.


Por Sandra Carvalho – Da Editoria c/ Assessoria
READ MORE - Uso de cartão transporte reduz em 84% as ocorrências de assalto nos coletivos de Cuiabá e Várzea Grande

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960