Em Fortaleza, Avenida Bezerra de Menezes ganha corredor exclusivo para ônibus nesta segunda

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Começa a funcionar, a partir das 5h desta segunda-feira (12), o corredor exclusivo para ônibus da avenida Bezerra de Menezes, na Capital cearense. Intitulado de BRS-FOR, Serviço Rápido de Ônibus de Fortaleza, ele terá, nos dois sentidos da via, duas faixas de circulação preferencial para coletivos, vans urbanas e metropolitanas, além de táxis com passageiros.
“Estamos cumprindo a Lei Federal da Mobilidade Urbana, que prevê prioridade do transporte coletivo sobre o individual e do público sobre o privado. Aproveitamos a estrutura da Bezerra de Meneses, que foi reformada, e racionalizamos o trânsito na via”, afirma o presidente da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), Ademar Gondim.
Ele explica que as linhas serão divididas em três grupos e serão identificadas por meio de um adesivo afixado no vidro da frente. “Cada linha só vai poder parar na parada que corresponde ao seu grupo. Dessa forma, aumentamos a velocidade no deslocamento”. Ademar informa que a distância entre as paradas de cada grupo será, em média, de 500 metros.
Horário de funcionamento
De acordo com a Etufor, as faixas preferenciais vão funcionar entre 5h e 21h, nos dias úteis, e aos sábados, de 5h às 16h. Aos domingos e feriados, todas as faixas serão de livre circulação, mas os pontos de paradas permanecem os mesmos. “A ideia piloto vai começar com uma campanha educativa até o fim de agosto. Nossa expectativa é que dê tudo certo”, diz Ademar.
O presidente da Etufor explica ainda que os veículos particulares só poderão entrar nas faixas preferenciais para estacionar ou fazer conversões. “Eles vão ter até 100 metros para entrar e dobrar à direita”. Ele afirma que alguns problemas, como a parada de carros nas escolas, ainda serão solucionados. “Somente após a campanha educativa é que vamos começar a fiscalização”, acrescenta.
Ampliação
A implantação do BRS-FOR é fruto de uma consulta popular feita no começo de 2012, em que a avenida Bezerra de Meneses foi a mais votada pelos fortalezenses para a instalação do corredor preferencial para ônibus. “Temos ainda o projeto de ampliar para as avenidas Leste-Oeste, Perimetral, Antônio Sales, José Bastos, dentre outras”, antecipa Gondim.



Fonte: Jangadeiro Online



READ MORE - Em Fortaleza, Avenida Bezerra de Menezes ganha corredor exclusivo para ônibus nesta segunda

Em São Paulo, Corredor de ônibus reduz tempo pela metade

O paisagista Edvaldo de Souza faz, há 20 anos, o trajeto de Parelheiros, onde mora, até Santo Amaro, onde trabalha, na Zona Sul de São Paulo. Ele leva 50 minutos para percorrer de ônibus o maior corredor exclusivo da cidade, com 24,3 quilômetros de extensão.

Antes, não era assim. Até 2004, quando não existia  o Corredor Parelheiros/Rio Bonito/Santo Amaro, Souza levava 1h30 para fazer o mesmo trajeto. “Com o corredor eu ganhei 1h20 do meu dia que agora  eu gasto com a família ou descansando”, diz.

Atendendo a 376 mil pessoas diariamente, nas 39 linhas que trafegam por ele, o trajeto  liga a região de Santo Amaro aos bairros de Socorro, Cidade Dutra, Grajaú, Parelheiros e Engenheiro Marsilac. Ele segue pelas avenidas Atlantica, Senador Teotônio Vilela e Sadamu Inoue e conecta-se aos terminais Varginha, Parelheiros e Grajaú, este último integrado com a estação da Linha 9-Esmeralda da CPTM.

Como não tem trânsito de carros, os ônibus alcançam velocidade média de 30 quilômetros por hora – no Corredor M’Boi Mirim, por exemplo, os ônibus andam, no horário de pico, a 7 quilômetros por hora.
Para melhorar o desempenho, a SPTrans retirou do corredor as linhas que faziam itinerário semelhantes aos micro-ônibus, deixando somente os “veículos” com maior capacidade que seguem para os grandes centros de interesse dos usuários.
“Só ficaram os grandes que deslancham no corredor”, disse o motorista Adair Silva. “Se toda a cidade fosse assim seria uma beleza.”

A mesma opinião tem a manicure Edjane Silva, que pega o corredor para ir ao salão onde trabalha, em Santo Amaro. “Não dá tempo nem de sentar e ler alguma coisa”, afirmou.
Antônio Araújo, cobrador, disse que a disputa para trabalhar nas linhas que operam nesse corredor é grande. “Todo mundo quer porque aqui não tem estresse. Ninguém fica parado no trânsito.”

São Paulo conta com 120 quilômetros em dez corredores. A promessa do prefeito Gilberto Kassab (PSD) era entregar outros 66 quilômetros até dezembro, mas a licitação para fazer  68,5 quilômetros de novos trechos  exclusivos para ônibus só saiu do papel em abril passado. O gasto previsto é de R$ 2 bilhões. O projeto prevê corredores em regiões importantes  como a Radial Leste, Itaquera, Campo Limpo e Santo Amaro.
READ MORE - Em São Paulo, Corredor de ônibus reduz tempo pela metade

No Rio, Bilhete Único Intermunicipal comemora 2,2 milhões de beneficiados

Uma das principais ferramentas de integração social implantadas pelo Governo do Estado do Rio, o Bilhete Único Intermunicipal já gerou economia para os mais de 2,2 milhões de usuários cadastrados. A redução de gastos com transporte tem influenciado no orçamento de um chefe de família da Baixada Fluminense, que pega quatro conduções para se deslocar até o trabalho, na Gávea, na ZXona Sul do Rio, e sente no bolso os benefícios do bilhete: há uma economia R$ 200 por mês e mais de R$ 2 mil por ano.
De acordo com a Secretaria de Transportes, são transportados em média mais de 821,8 mil passageiros por dia entre os 20 municípios da Região Metropolitana. Desde o seu lançamento, em fevereiro de 2010, o primeiro cartão de uso metropolitano do País alavancou os índices de empregabilidade em 1,09%, segundo a Fundação Getúlio Vargas.
– O reconhecimento internacional do Bilhete Único é prova do impacto positivo do benefício. O bilhete foi apontado como ferramenta na geração de empregos no Rio de Janeiro. O benefício também gera subsídio direto aos usuários, assegurando economia média diária de R$ 2,87 – explicou o secretário de Transportes, Julio Lopes.
Com o Bilhete Único, o passageiro paga o valor de R$ 4,95 por uma viagem intermunicipal, com direito a dois deslocamentos e intervalo de até duas horas e meia entre o primeiro e o segundo embarque em ônibus, trens, barcas ou metrô.

Fonte: Correio do Brasil

READ MORE - No Rio, Bilhete Único Intermunicipal comemora 2,2 milhões de beneficiados

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960