Em Fortaleza, Novas vias preferenciais para ônibus fazem parte do projeto da Avenida Bezerra de Menezes

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Depois da boa avaliação da população quanto à implantação do corredor preferencial para transporte coletivo na Avenida Bezerra de Menezes, o Serviço Rápido de ônibus de Fortaleza (BRS-FOR) poderá ser ampliado nas avenidas Imperador e Tristão Gonçalves, no Centro, na próxima segunda-feira (27), de acordo com o presidente da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e Cidadania (AMC), Ademar Gondim.
 
Segundo ele, os corredores preferenciais dessas vias ainda fazem parte do mesmo projeto da Bezerra de Menezes. "Amanhã (hoje), teremos uma reunião na Etufor (Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza) para definir os prazos e quais serão as outras ruas a terem os BRS", afirma.
Na Avenida Imperador, as duas faixas da direita serão preferenciais para ônibus. Nessa via, especificamente, o limite entre as faixas de transporte coletivo e particular será o canteiro central. Já na Avenida Tristão Gonçalves, apenas uma faixa será preferencial para os ônibus.
 
Ampliação
Também a Rua Castro e Silva deverá mudar o seu sentido, para facilitar o retorno dos ônibus e vans do transporte público de Fortaleza para a Avenida Imperador e, posteriormente, para a Bezerra de Menezes.
A intenção, conforme o presidente da AMC, é estender esse corredor até o Terminal da Lagoa e, no caso da Avenida Bezerra de Menezes, até o Papicu. "Poderemos ampliá-lo para a Rua Carapinima e Avenida José Bastos até o Terminal da Lagoa e o da Bezerra de Menezes faz parte do Transfor, que deixará mais rápida a viagem entre aquela avenida e o Papicu".
 
Dúvidas
No entanto, muitos dos que costumam transitar na Avenida Imperador, no Centro de Fortaleza, apesar de reclamarem do trânsito caótico daquela via, ainda têm dúvidas sobre como o projeto poderá ser implantado.
Para o ambulante Francisco de Assis Ferreira, que trabalha no canteiro central da avenida há cerca de sete anos, a situação já complicada do trânsito poderá piorar com a implantação do BRS. "Aqui é muito estreito, não consigo nem imaginar como poderia ser com esses corredores para ônibus", diz.
Já o consultor de vendas João Batista da Silva acredita que o trânsito poderá melhorar bastante com a adoção do projeto. "É uma boa ideia. A Bezerra de Menezes está bem melhor e acredito que poderia acontecer o mesmo com essa avenida, que também muito complicada, especialmente nos horários de pico", avalia João Batista.

Melhorias
Na Avenida Tristão Gonçalves, a expectativa dos usuários dos transportes coletivos também é muito boa com a notícia da implantação. "Esperamos que melhore, porque, no fim da tarde e no início da manhã, fica tudo parado aqui. Pode até ser que aumente o movimento nas lojas, com o acesso mais rápido ao Centro", opina a comerciante Clístenes Reis.
 
Na Avenida José Bastos, são comuns os ônibus deixarem de atender aos acenos dos passageiros pelo fato de existirem carros e até caminhões parados próximos às paradas de ônibus. A equipe de reportagem, inclusive, presenciou isso durante as entrevistas com os usuários de transporte coletivo.
 
A aposentada Lídia Nogueira passou pela experiência e disse que o fato é corriqueiro naquela via. "Esse projeto de corredor exclusivo para ônibus iria ajudar bastante a nós, aposentados, porque nem sempre os ônibus param, seja porque tem carros nas paradas ou mesmo por não quererem mesmo", afirma.
 
Por Kelly Garcia / Diário do Nordeste
 

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960