No Rio, Bilhete Único Carioca sofrerá reajuste a partir de segunda-feira

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

A partir da próxima segunda-feira, primeiro dia útil do ano, a tarifa do Bilhete Único Carioca (BUC) será reajustada, e passará de R$ 2,50 para R$ 2,75. O reajuste foi publicado na edição desta sexta-feira do Diário Oficial do Município.
Hudson Pontes / O Globo (Arquivo)
Em nota, a Secretaria Municipal de Transportes afirma que a revisão tarifária cumpre a cláusula 12 dos contratos de concessão firmados com os consórcios que representam as empresas operadoras.A resolução estabelece ainda que as revisões tarifárias serão feitas sempre no primeiro dia útil de cada ano, ou seja, após a correção que entra em vigor no próximo dia 2, somente haverá outra revisão tarifária em janeiro de 2013.

O último reajuste do BUC aconteceu em maio deste ano. Antes disso, em novembro de 2010, a passagem dos ônibus já havia subido, com a adoção do BUC, de R$ 2,35 para R$ 2,40. O edital de licitação previa que as concessionárias poderiam ter reajustes a partir de maio.

Fonte: O Globo
READ MORE - No Rio, Bilhete Único Carioca sofrerá reajuste a partir de segunda-feira

No Recife, Obras no Ibura alteram o itinerário de 17 linhas

A partir da próxima segunda-feira (02/01), o Grande Recife Consórcio de Transporte alterará o itinerário de 17 linhas que circulam no sentido cidade/subúrbio da Rua Ladeira, Cohab, no bairro do Ibura, no Recife, devido às obras do sistema viário no local, de responsabilidade da Prefeitura do Recife.

Com a interdição, os ônibus vão passar a trafegar, temporariamente, pela Avenida Dois Rios, seguindo pela BR-101 até a Avenida Rio Largo, retornando ao seu itinerário habitual.

Para mais informações sobre as mudanças que ocorrerão em virtude das obras, o Consórcio pede que os usuários entrem em contato com a Central de Atendimento ao Cliente, através do número 0800 081 0158, ou pelo site www.granderecife.pe.gov.br

Detalhes da mudança:

1 - Linhas:

102 – Ibura/ Santa Luzia
110 – Ibura/ Boa Viagem
123 – Três Carneiros de Baixo (Monte Verde)
126 – UR – 03 (Pantanal)
128 – UR – 03/ Barro (Milagres)
132 – UR – 02 / Ibura (Conde da Boa Vista)
133 – Três Carneiros (IMIP)
141 – Jardim Monte Verde
142 – Alto Dois Carneiros
144 – UR – 04
170 – Três Carneiros (Ceasa)
190 – UR 11/ Boa Viagem
205 – UR-05/ Barro (BR – 101)
131 – UR-02 (BACURAU)
145 – Alto Dois Carneiros (BACURAU)
103 – UR – 11 / Barro


Sentido Cidade/Subúrbio

Itinerário - ...Avenida Dois Rios, Rodovia BR-101, Avenida Expedicionário Francisco Vitoriano, Rua Doutor Otávio de Vasconcelos, Rua Vale do Itajaí, Rua Doutor Benigno Jordão de Vasconcelos, Av. Rio Largo, Av. Engenho Serra Verde, Av. Rio São Francisco, Av. Engenho Muribara, Av. Engenho Muribeca, Av. Engenho Serra Verde, Av. Rio Largo...

2 - Linhas:

180 – Dois Carneiros/Boa Viagem

Sentido Cidade/Subúrbio

Itinerário - ...Avenida Dois Rios, Rodovia BR-101, Avenida Expedicionário Francisco Vitoriano...

Fonte: GRCT



READ MORE - No Recife, Obras no Ibura alteram o itinerário de 17 linhas

São Paulo: Cartão BOM chega às linhas intermunicipais no Corredor ABD

A partir da próxima segunda-feira, o Cartão BOM (Bilhete Ônibus Metropolitano) será aceito nos 270 ônibus das 13 linhas intermunicipais gerenciadas pela EMTU/SP, Empresa Metropolitana  de Transportes Urbanos, e operadas pela concessionária Metra no Corredor Metropolitano ABD (São Mateus-Jabaquara). Cerca de 300 mil usuários serão beneficiados por dia nas cidades do Grande ABC. O bilhete magnético continuará valendo por um prazo indeterminado.

O Cartão BOM já é utilizado em 5 mil veículos das mais de 600 linhas de ônibus intermunicipais que interligam 39 municípios da Região Metropolitana de São Paulo. São seis modalidades: Comum, Especial, Vale-Transporte, Empresarial, Escolar e Sênior. Desde o dia o ultimo dia 10, os cartões BOM Comum e Vale-Transporte também estão integrados ao sistema metroferroviário (Metrô e CPTM) na Estação Palmeiras-Barra Funda. A divulgação aos usuários já havia começado ao longo do Corredor ABD por meio de cartazes afixados nos ônibus e terminais.



READ MORE - São Paulo: Cartão BOM chega às linhas intermunicipais no Corredor ABD

Integração em Teresina: Saiba qual ônibus pegar para fazer duas viagens

Já estão definidos os trechos da primeira fase de integração dos ônibus, que deve abranger 42% das linhas de transporte coletivo de Teresina. A partir do dia 2 de janeiro de 2012, quando a tarifa passa a ser de R$ 2,10, o usuário com cartão eletrônico poderá pagar metade desse valor (R$ 1,05) para uma nova viagem em outro veículo, no intervalo de uma hora. Estudantes também são beneficiados com o sistema e direito a metade do preço nos trajetos. 


Exemplos

A Linha 401, que sai da Universidade Federal do Piauí - UFPI -, na zona Leste, vai integrar com ônibus da Santa Maria da Codipi, zona Norte, Parque Jurema, zona Sudeste, e Vila Irmã Dulce, zona Sul. Estudantes poderão pagar meia passagem para deixar o campus da Ininga e apenas 25% da tarifa para pegarem outro ônibus até seus bairros.

Quem mora no Grande Dirceu poderá pegar a linha 603, que sai do Parque Jurema para a avenida Miguel Rosa, e fazer a baldeação com linhas que levam a Porto Alegre ou Vila Irmã Dulce, na zona Sul.

Outro trecho será dinamizado com a linha 505, que sai do Redonda, na zona Sudeste, e fará integração para a Vila Bandeirantes, na zona Leste. 


Campanha
Nesta quarta-feira (28), a Prefeitura de Teresina lançou a campanha publicitária para orientar a população sobre o sistema de integração. Uma das novidades é a faixa azul, exclusiva para ônibus na avenida Frei Serafim. "Conseguimos desafogar o trânsito na Frei Serafim, com isso demos mais agilidade e os ônibus já ganharam 15 minutos no percurso", disse a superintendente de Transportes e Trânsito, Alzenir Porto. 

A primeira fase da integração, segundo Alzenir Porto, priorizou linhas que contam com mais passageiros realizando duas viagens.

 

Share |
READ MORE - Integração em Teresina: Saiba qual ônibus pegar para fazer duas viagens

Tarifas de ônibus de Campinas vai aumentar para R$ 3,00

As tarifas do transporte coletivo em Campinas serão reajustadas a partir da zero hora deste domingo, dia 1º de janeiro de 2012. Nos ônibus e miniônibus do Sistema InterCamp, a tarifa será de R$ 3,00. Hoje, a passagem é de R$ 2,85. O passe escolar sobe de R$ 1,14 para R$ 1,20.
 
Também terão novos valores as linhas Circular-Centro (5.01 e 5.02), que passam de R$ 1,90 para R$ 2,00 para pagamento com o Bilhete Único, e de R$ 2,85 para R$ 3,00, no pagamento em dinheiro. O passe escolar nestas duas linhas (5.01 e 5.02) sobe de R$ 0,76 para R$ 0,80.
 
O decreto nº 17.489/2011, que autoriza o reajuste, foi publicado na edição desta quinta-feira, dia 29 de dezembro, no Diário Oficial do Município (DOM).
 
Os usuários do transporte que utilizam o Bilhete Único Comum que quiserem se antecipar e comprar os créditos no valor ainda de R$ 2,85 poderão fazê-lo até este dia 31 de dezembro, sábado, das 8h às 18h, nos postos de venda da Transurc nos terminais Central, Ouro Verde, Campo Grande, Barão Geraldo, Terminal Metropolitano e rede credenciada (relação de estabelecimentos pode ser consultada no site da Transurc).
 
Já os empregadores poderão comprar o Vale Transporte na sede da Transurc, à na Rua Onze de Agosto, 757, ou pelo seu site, endereço www.transurc.com.br, até às 12h, dessa sexta, dia 30 de dezembro.
 
Vale ressaltar que os créditos adquiridos no valor de R$ 2,85 poderão ser utilizados por um período de um ano.
 
Reajuste menor que a inflação
 
De acordo com a Secretaria de Transportes, o índice de reajuste aplicado à passagem de ônibus foi de 5,26% (variação de janeiro a dezembro de 2011) e ficará abaixo de todas as taxas/índices de inflação no mesmo período, já que a estimativa para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA – IBGE) é de 6,51%; para o Índice de Custo de Vida (ICV – Dieese) é de 6,44%; já o Índice Geral de Preços (IGP-M – FGV) deve chegar a 5,75% e a estimativa para o Índice de Preços ao Consumidor (IPC – FIPE) é de 5,69%.
 
O que mais pesou no reajuste
 
De acordo com a planilha tarifária da EMDEC, os insumos que mais impactaram para o reajuste das passagens foram os aumentos nos preços dos pneus, que sofreram variação de 6,58%; os custos com veículos que tiveram variação de 6,57%. Na sequência, os gastos com salários, na ordem de 5,95%; e a variação dos combustíveis, que ficou em torno dos 5,55%.
 
Ainda, segundo estudos da EMDEC, a variação geral dos insumos do setor ficou em 6.02%; portanto, o reajuste ficou abaixo de todos os índices inflacionários.
 
Vale ressaltar, ainda, que as empresas concessionárias reivindicavam uma tarifa de R$ 3,44, conforme publicado na imprensa em geral, o que representaria um aumento de 20,7%; enquanto a Prefeitura adotou 5,26%, mantendo o valor do subsídio de R$ 28 milhões para o ano de 2012.

Fonte: Prefeitura de Campinas

READ MORE - Tarifas de ônibus de Campinas vai aumentar para R$ 3,00

Na Grande Recife, Trecho da Pan Nordestina será interditado por 10 dias

A partir da próxima segunda-feira, a Avenida Pan Nordestina terá um trecho interditado. A obra vai atingir dois retornos localizados em frente ao supermercado Atacadão Extra, que serão temporariamente desativados. Durante 10 dias, os motoristas que seguem para Paulista terão que fazer o retorno em frente ao 7º Grupo de Artilharia de Campanha (GAC). Já quem segue sentido Recife fará o desvio no Complexo de Salgadinho.

A medida foi anunciada hoje pela Secretaria das Cidades e tem o objetivo de possibilitar a finalização das obras do Corredor Exclusivo de ônibus. Todo o canteiro central da via, que tem início entre as ruas Leosmar Almeida e Pedro Correia de Oliveira, seguindo até a América Veículos, passará por ajustes finais.

A intervenção, será feita pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Educadores de trânsito e policiais do Batalhão da Polícia Rodoviária (BPRv) estarão no local para orientar motoristas e intensificar a fiscalização na área. Fiscais do Grande Recife vão auxiliar os usuários dos coletivos. A previsão é que o trecho fique interditado até o dia 17 de janeiro.

Confira os novos itinerários:
Com a interdição, os motoristas passarão a fazer dois outros retornos, o primeiro desvio passará a ser feito em frente do 7º Grupo de Artilharia de Campanha (GAC) – Regimento Olinda, no sentido Recife/Paulista. Já o segundo retorno passará a ser feito antes do Espaço Ciência, no Complexo de Salgadinho, no sentido Paulista/Recife.

Cinco linhas de ônibus sofrerão alterações. Com a mudança, no sentido Olinda/Recife, os ônibus passarão a fazer o retorno entrando na Rua Ageu Magalhães, passando pela Rua Professor Agamenon Magalhães e Av. Presidente Kennedy para realizar o retorno por baixo do Viaduto do Complexo de Salgadinho.

Não haverá alteração no atendimento às paradas de ônibus. Os usuários serão informados por meio de cartazes na frota das três linhas envolvidas na mudança. Informações pelo 0800.0810158.
1- Linhas:
882-CAENGA/RIO DOCE (CARLOS DE LIMA CAVALCANTI)
886-OURO PRETO/RIO DOCE
911-OURO PRETO (COHAB)
971 – AMPARO
975 – AMPARO (DERBY)
Alteração de itinerário
Sentido: Terminal/Ponto de retorno
Rodovia PE-15, Av. Pan Nordestina, Rua Ageu Magalhães (Entrada na antiga CindFel), Rua Professor Agamenon Magalhaes, Av. Presidente Kennedy (Retornodo girador), Av. Pan Nordestina, Av.Dr. Joaquim Nabuco...







READ MORE - Na Grande Recife, Trecho da Pan Nordestina será interditado por 10 dias

No Rio, Faixa exclusiva para ônibus começa a funcionar na Avenida Rio Branco

Começa às 6h desta quinta-feira, em pleno rush de fim de ano - que já deixou os acessos ao Rio congestionados na quarta-feira - o sistema Bus Rapid Service (BRS) da Avenida Rio Branco, no Centro. Os itinerários de 61 linhas intermunicipais sofrerão alterações. Essas linhas, que transportam 3,6 milhões de passageiros por mês e têm frota de 772 veículos, não poderão mais parar ao longo da Rio Branco. Esses coletivos só vão ser autorizados a desembarcar e pegar passageiros na Avenida Presidente Vargas, na Rua Araújo Porto Alegre e nos seus terminais.

A mão da Rua Senador Dantas e de outras três vias - Avenida Luis de Vasconcelos; Rua Lelio Gama (trecho entre a Avenida Chile e Senador Dantas) e Rua do Carmo (trecho da São José para Rua da Assembleia) - serão invertidas. Desde a madrugada de anteontem a prefeitura faz as adaptações necessárias nessas vias, o que ocasionou congestionamentos na quarta. Também foram alterados os itinerários de todas as linhas que dobravam à esquerda na Avenida Rio Branco, que passarão a circular pela Rua Senador Dantas.

O BRS funcionará nos dias úteis até as 21h e, nos sábados, até as 14h. Nos domingos e feriados a passagem de automóveis no corredor ficará liberada. A Secretaria municipal de Transportes estima que, com o novo corredor exclusivo para ônibus, haverá redução de cerca de 45% do total de coletivos que trafegam pela avenida. O tempo total gasto para percorrer a via, num coletivo, será reduzido em 30%.

- As mudanças já foram feitas e tudo funcionará positivamente. Os ônibus não poderão virar à esquerda na Avenida Rio Branco - disse o secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão.

Segundo Sansão, o principal problema da Rio Branco eram os giro à esquerda que alguns ônibus faziam para entrar na Avenida Almirante Barroso. O movimento atrapalhava o fluxo. Com as mudanças de mão, os coletivos serão obrigados a entrar na Rua Senador Dantas.

- A maior dificuldade que enfrentaremos será a adaptação dos ônibus intermunicipais. O carioca tem o hábito de atravessar fora da faixa e no meio da pista. Com implantação do BRS fica arriscado porque os coletivos ganham velocidade e aumentam os riscos de atropelamentos - disse ele.

As mudanças no tráfego da região já começaram no início da semana, com seis linhas de ônibus (107, 136, 157, 158, 176 e 184) que circulavam pela Rua Senador Dantas tendo seus itinerários alterados para a Avenida Rio Branco. O Centro vai ganhar cinco pontos diferentes de BRS (BRS 1, BRS 2, BRS 3, BRS 4 e BRS 5).

Próximo BRS será na Avenida Presidente Vargas
Na quarta-feira foram transferidos os pontos terminais localizados na Rua Araújo Porto Alegre para o Terminal Misericórdia (na Praça Quinze), com alterações nos itinerários das linhas 348, 352 e 368. Os terminais localizados na Avenida Almirante Barroso - na pista sentido Antônio Carlos-Rio Branco - foram transferidos para a Avenida Nilo Peçanha, entre as Avenidas Presidente Antônio Carlos e Graça Aranha, com mudanças nos itinerários das linhas 2295, 2302 e 2305.

Com o novo BRS da Avenida Rio Branco, os usuários das linhas intermunicipais, vindas em sua maior parte da Baixada Fluminense, Niterói e São Gonçalo, terão que desembarcar na Rio Branco somente entre a Praça Mauá e a Avenida Presidente Vargas ou nas paradas do Mergulhão da Praça Quinze e do trecho entre este e os pontos finais de cada trajeto nos terminais Augusto Severo, Menezes Cortes, Passeio e Misericórdia.

Apesar do otimismo, a rápida implementação do sistema foi criticada pelo Departamento de Transportes Rodoviários (Detro), responsável pela fiscalização das linhas intermunicipais. Segundo o presidente em exercício do órgão, Alcino Carvalho, as mudanças foram repassadas ao Detro às vésperas de serem feitas:
- Isso dificultou a adequação da operação da frota intermunicipal e a comunicação antecipada aos usuários.

Este é o segundo BRS no Centro do Rio, onde já opera o da Rua Primeiro de Março/ Avenida Presidente Antônio Carlos. A prefeitura anunciou que o próximo BRS será o da Avenida Presidente Vargas, já em janeiro.


Fonte: Yahoo Notícias

READ MORE - No Rio, Faixa exclusiva para ônibus começa a funcionar na Avenida Rio Branco

Em Uberlândia, Preço da passagem deve ser de R$ 2,60 em janeiro

A tarifa do transporte coletivo de Uberlândia deve passar para R$ 2,60, a partir da segunda quinzena de janeiro. O reajuste de 8,3% foi definido ontem durante uma reunião do Conselho Municipal de Trânsito, que contou com a presença de representantes da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Settran) e diretores das empresas de ônibus. A proposta será analisada hoje pelo prefeito Odelmo Leão. “Vou examinar os dados e cumprir o que diz o contrato. Tenho responsabilidade fiscal e administrativa, não posso negar o reajuste, mas não será nem perto do aumento do salário mínimo – que será de 14,3%, passando de R$ 545 para R$ 622”, afirmou.

A reportagem do CORREIO de Uberlândia obteve a confirmação do índice por meio de duas fontes extraoficiais que participam do processo. Caso seja mantido, o aumento será praticamente o mesmo proposto pelo Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) para as tarifas de água e esgoto, que também está sendo analisado pelo prefeito. Uma das fontes disse que o decreto deve ser publicado na próxima segunda-feira (2).

O contrato de licitação com as empresas de ônibus prevê um reajuste anual calculado por fórmula que envolve o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), a variação de preços do óleo diesel e lubrificantes e a variação anual de preços por atacado (como pneus, entre outros).

Durante a reunião, a proposta das empresas era de um aumento de 23,3%, o que elevaria o valor da tarifa para R$ 2,96. De acordo com José Luiz Rissato, presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Triângulo Mineiro (Sindett), que não confirmou o reajuste para R$ 2,60, “caso este seja o valor, não atenderá a nossa expectativa”, disse.

Em 22 de janeiro deste ano, a tarifa do transporte coletivo foi reajustada em 6,7%, de R$ 2,25 para R$ 2,40 (veja abaixo a evolução da tarifa).

Novo valor vai gerar gasto extra anual de R$ 105,60

Levantamento feito pelo CORREIO de Uberlândia mostra que, caso a tarifa de R$ 2,60 seja aprovado pelo prefeito Odelmo Leão, o usuário que utiliza duas passagens diárias, considerando uma média de 22 dias úteis por mês, vai ter um gasto de R$ 8,80 a mais no orçamento mensal, o que em um ano somará R$ 105,60.

De acordo com Odelmo Leão, “a tarifa será reajustada dentro daquilo que atenda o usuário, de maneira que não sacrifique a população, mas que as empresas possam continuar com os investimentos no transporte público da cidade”, disse.

Tarifas sobem 7,02% a partir de hoje

O aumento das tarifas de ônibus intermunicipal e metropolitano de 7,02% passa a valer a partir de hoje. As portarias com o novo valor e o índice foram publicados, ontem, no “Diário Oficial Minas Gerais”. Com o reajuste, a passagem mais cara do sistema intermunicipal passa a ser de R$ 191,25, para o trecho entre Uberlândia e Juiz de Fora, a linha mais longa, com 854,5 quilômetros.
O sistema de transporte coletivo intermunicipal rodoviário possui
892 linhas e 1.306 atendimentos parciais, oferecidos por 221 empresas. A frota soma 5.196 veículos, que atendem a 838 municípios do Estado Gerais e realizam o transporte de mais de 6 milhões de passageiros por mês.

TRANSPORTE COLETIVO
Evolução da tarifa em Uberlândia
1º/10/1999 R$ 0,90
27/5/2001 R$ 1,00
5/5/2002 R$ 1,25
16/3/2003 R$ 1,50
1º/6/2005 R$ 1,90
19/1/2009 R$ 2,20
31/1/2010 R$ 2,25
22/1/2011 R$ 2,40
Aumento de gastos com a tarifa a R$ 2,60
+ R$ 8,80 por mês
+ R$ 105,60 por ano
(2 passagens por dia em 22 dias úteis)


READ MORE - Em Uberlândia, Preço da passagem deve ser de R$ 2,60 em janeiro

São Paulo: Governo vai investir no plano de mobilidade regional do Grande ABC

Na manhã desta quinta-feira (29/12) o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Paulo Alexandre Barbosa, assinou um convênio com o Consórcio Intermunicipal Grande ABC para a transferência de recursos para o planejamento e a elaboração do Plano de Mobilidade Regional do Grande ABC. O convênio tem valor de R$ 1 milhão, sendo R$ 800 mil gastos pelo Governo do Estado de São Paulo e uma contrapartida de R$ 200 mil do consórcio. Uma das ações é a integração física e tarifária do transporte público na região metropolitana, além de incentivar o uso de ciclovias para transporte de pequenos trajetos.

No plano vai ser feito o diagnóstico e indicação de ações para mobilidade urbana para os municípios de Santo André, São Bernardo, São Caetano, Mauá, Diadema, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, além das conexões com as cidades vizinhas. Entre os temas a serem tratados, estão a infra-estrutura urbana, metro-ferrovias, ciclovias, estacionamentos, terminais viários, equipamentos para controle e fiscalização, sinalização de vias, além de aprimorar o gerenciamento do trânsito na região.

“O objetivo é contribuir para uma melhor circulação viária e a otimização dos transportes públicos, bem como a inclusão social e a acessibilidade universal, articulando com os planos diretores e a legislação urbanística dos municípios”, afirma o secretário Paulo Alexandre Barbosa. Ele afirma que o cenário a ser colocado vai levar em conta os próximos 15 anos. A região do Grande ABC é responsável por 15% do total de viagens diárias realizadas em toda a metrópole, o que representa um fluxo de 5,6 milhões de viagens por dia.


READ MORE - São Paulo: Governo vai investir no plano de mobilidade regional do Grande ABC

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960