Bilhete Único no transporte coletivo de Diadema será implementado em março

terça-feira, 29 de novembro de 2011

O usuário do transporte coletivo de Diadema precisará de sorte para conseguir fazer transferência gratuita nos ônibus municipais dentro do tempo limite. O sistema de Bilhete Único, que está previsto para ser implementado em março, prevê que o usuário faça a baldeação dentro de 45 minutos. Porém, a equipe do Diário percorreu algumas linhas, ontem, e constatou que esse tempo pode não ser suficiente para completar a viagem.

No primeiro dia de operação das empresas Benfica e MobiBrasil, o veículo da linha 30DP, que vai do Centro até Eldorado, realizou tempo de viagem equivalente a 40 minutos. A equipe do Diário só conseguiu pegar outro ônibus no ponto final dentro do tempo limite porque havia veículo em processo de saída.

Já no trajeto de volta, com a linha 34ED, também da Benfica, o itinerário foi feito em 45 minutos. Com isso, o usuário não conseguiria realizar a transferência dentro do tempo limite, e só seria possível a baldeação gratuita dentro do Terminal Diadema.

Caso semelhante aconteceu na linha 25DP, da MobiBrasil, que vai do Centro até o Terminal Piraporinha, trajeto também completado em 45 minutos.

A Benfica comunicou que em decorrência de a frota ser inteiramente zero-quilômetro e possuir alguns avanços tecnológicos, como freios de porta e câmbio automatizado, alguns problemas técnicos causaram atrasos na programação da manhã. Durante a tarde, o número de ocorrências caiu e o serviço já apresentou melhora na frequência. Informou ainda que tudo estará normalizado dentro dos próximos dias.

Já a MobiBrasil, por meio de seu diretor executivo, Manoel Marinho, informou que teve problemas no sistema de bilhetagem eletrônica no período da manhã, e isso ocasionou atraso na saída de alguns veículos. Porém, o serviço foi normalizado durante o dia. "O usuário não sofrerá mais com esse problema nos próximos dias", afirmou Marinho.

A Secretaria de Transportes de Diadema avaliou como positivo o primeiro dia útil de operação dos novos ônibus. Segundo a Pasta, estão em circulação 120 dos 194 veículos. A baldeação gratuita não deverá trazer acréscimo no preço da passagem, que atualmente custa R$ 2,80.


Informações: Diário do Grande ABC

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960