Agetran implanta faixa exclusiva para ônibus na avenida Duque de Caxias

sábado, 15 de outubro de 2011

A Agetran (Agencia Municipal de Transporte e Trânsito) implantou um novo sistema em uma das pistas de rolamento da avenida Duque de Caxias: o sistema de corredor exclusivo para ônibus, táxi e veículos de emergências como carro de socorro dos Bombeiros e do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).
 
Segundo o diretor de trânsito da Agetran, Janine Bruno, este sistema já existia nas ruas Rui Barbosa, Maracaju, 26 de Agosto e avenida Calógeras somente para os ônibus. “A nova tendência é priorizar os veículos de emergência e táxi, que foi o caso da avenida Duque de Caxias, argumentou Janine ao acrescentar que os motoristas devem respeitar esta faixa exclusiva. Quem desobedecer poder ser multado”, frisou Janine.
 
Recentemente inaugurada, a avenida Duque de Caxias, etapa da Via Morena, recebeu o sistema que está sinalizado horizontalmente com uma faixa Azul. Serão beneficiadas diretamente 73 mil pessoas e 200 mil de forma indireta. Orçada em R$ 13,946 milhões, dos quais R$ 11,140 milhões são do Governo Federal por intermédio do Ministério da Integração Nacional e R$ 2,8 milhões (20%) de contrapartida da prefeitura, a Orla Morena se estende da avenida Duque de Caxias, nas proximidades da avenida Murilo Rolim Júnior à avenida Júlio de Castilhos, no total de 4.400 metros. Ao longo da avenida Duque de Caxias foram pavimentadas três faixas de rolamento, além da faixa de estacionamento, totalizando 12,6 metros de largura. O canteiro central da via foi ampliado e recebeu arborização e reserva de faixa para futura utilização pelo transporte coletivo urbano.
 
Para atender à demanda da população que reside nas imediações da área de intervenção, foram pavimentadas quatro novas ruas (Brasil Central, Brasília, Manoel Ferreira e Itatiaia), interligando-as à avenida Duque de Caxias. Os acessos irão desafogar o trânsito na avenida Júlio de Castilho.
 

Fonte: Midiamax

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960