Mudanças no trânsito de Curitiba visa mais segurança e fluidez no Bacacheri

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

O trânsito vai ganhar mais segurança e fluidez no entorno do cruzamento das avenidas Nossa Senhora da Luz e Erasto Gaertner, no Bacacheri, com alterações que serão feitas pela Diretran - a diretoria de Trânsito da Urbs - a partir desta terça-feira (16).

As mudanças vão acontecer na primeira quadra da Nossa Senhora da Luz no trecho entre Nicarágua e Erasto Gaertner e incluem proibição de conversão à esquerda da Nossa Senhora da Luz para a Erasto Gaertner; abertura de 18 vagas de estacionamento; implantação de Estacionamento Regulamentado (EstaR), relocação de duas vagas de táxi; implantação de semáforo a ser acionado apenas pelos bombeiros; e criação de acesso à Munhoz da Rocha em trecho segregado.

A nova sinalização começará a ser implantada às 9h e agentes de trânsito vão orientar motoristas e pedestres. A programação poderá ser alterada em caso de chuva, uma vez que pintura da sinalização só pode ser feita em asfalto totalmente seco.

Com a mudança, quem saía da Nicarágua para a Nossa Senhora da Luz para entrar na Erasto Gaertner agora deverá seguir em frente pela Nicarágua, contornar o Corpo de Bombeiros e chegar com segurança, duas quadras à frente, à Munhoz da Rocha. Placas, sinalização no asfalto e o chamado gelo baiano vão orientar o motorista e segregar o início da faixa de acesso à Munhoz da Rocha. Placas indicando o novo acesso também serão afixadas na Nicarágua, antes da Nossa Senhora da Luz; e na Coronel Amazonas Marcondes, antes da Munhoz da Rocha.

A sinalização será refeita nesta primeira quadra da Nossa Senhora da Luz onde até aqui é proibido o estacionamento à direita no sentido Bacacheri-Cabral. Com a mudança, haverá estacionamento dos dois lados da pista em toda a quadra, o que significará um total de 32 vagas de EstaR, aí incluídas vagas de carga e descarga, exclusiva para idoso e 15 minutos livre com pisca alerta ligado.

A melhoria do trânsito com a proibição de conversão à esquerda, como é o caso deste trecho da Nossa Senhora da Luz, deve-se ao fato de que os motoristas deixam de fazer manobra com trânsito em sentido contrário, evitando uma situação de risco e  congestionamentos provocados pela formação da fila de carros que precisam esperar que o motorista da frente consiga fazer a conversão.

Esta é a sétima conversão à esquerda que passou a ser proibida neste ano. De janeiroaté agora passou a ser proibido fazer a conversão da rua Fernando Moreira para a Brigadeiro Franco, no Centro; da Júlia da Costa para a Mário Tourinho, no Seminário; e da Padre Germano Mayer para as ruas Professor Brandão, XV de Novembro, Marechal Deodoro e Fernando Amaro.
Serviço

A partir desta terça-feira (16) o motorista que está na rua Nicarágua e quer chegar à Erasto Gaertner, deve seguir em frente e contornar o Corpo de Bombeiros entrando na Munhoz da Rocha que, mais à frente, passa a se chamar Erasto Gaertner.

O motorista que estiver nesta quadra da Nossa Senhora da Luz só poderá seguir em frente, atravessando a Erasto Gaertner, sem fazer conversões.

Fonte: URBS

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960