No Recife, Empréstimo para construção da Via Mangue é assinado

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Foi assinada, nesta quarta-feira (20), a liberação do empréstimo do governo federal para a construção do complexo viário, que é esperança de desafogar o trânsito do Recife. A informação foi repassada pelo Ministério das Relações Institucionais, Luiz Sérgio Nóbrega de Oliveira, ao deputado federal Fernando Ferro (PT). O valor não foi divulgado.

Na semana retrasada, o prefeito João da Costa esteve em Brasília para viabilizar o aporte dos recursos para este projeto. Como a licitação já foi feita, este é o passo que faltava para o começo das obras. Em março, a construtora Queiroz Galvão venceu o processo licitatório para a construção da Via Mangue.

O viário da Via Mangue, com 4,75 km de extensão, será composto por faixas de rolamento para veículos, calçadas para pedestres e ciclovia. No sentido Centro / Boa Viagem, a via terá 4,75km. Já no sentido Boa Viagem/Centro, a extensão é de 4,37km. Esta obra engloba ainda a construção de dois elevados por sobre a Rua Antônio Falcão, em Boa Viagem; de oito pontes (sendo cinco para manutenção do mangue); duas alças de ligação, alargamento da Ponte Paulo Guerra e do Viaduto Capitão Temudo, além de uma passagem semi enterrada.

Esta será a primeira via expressa do Recife, com velocidade média de 60km/h. Ela não possuirá semáforos ou cruzamentos de tráfego e contemplará ainda a acessibilidade para deficientes e idosos.





0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960