Em São Paulo, Estação Butantã do Metrô é inaugurada

segunda-feira, 28 de março de 2011

A Estação Butantã da Linha 4-Amarela do Metrô foi inaugurada por volta das 10h20 desta segunda-feira (28), na Avenida Vital Brasil, no Butantã, Zona Oeste de São Paulo. Por enquanto, a nova estação funcionará em horário reduzido, das 8h às 15h, para testes, de segunda a sexta.
O governador Geraldo Alckmin, durante o evento de inauguração, ressaltou que a estação é a primeira a passar por baixo do Rio Pinheiros e sua proximidade com a Cidade Universitária - haverá linhas de ônibus para facilitar o acesso dos estudantes. A estação conta com banheiros, elevadores para deficientes, escadas rolantes inteligentes, que diminuem a velocidade quando não há usuários, portas separando a plataforma da linha, além de trens com ar-condicionado, integração entre os vagões e sistema de direção sem motorista.
Segundo ele, a previsão é que em junho o horário da estação seja ampliado, das 4h40 até a 0h, de segunda a sexta. Aos fins de semana, ela deverá continuar fechada. As obras foram iniciadas em março de 2005. A construção foi feito por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP).
A estação é a terceira a entrar em funcionamento na Linha 4-Amarela. Já estão prontas as estações Faria Lima e Paulista, abertas em maio de 2010. A previsão é que a nova linha tenha 11 paradas, ao longo de quase 13 km, ligando a região da Luz, no Centro, à Vila Sônia. Quando estiver completa, a esta;áo ter[a integra;áo com as linhas 2-Verde (já existente), 3-Azul e 4-Vermelha, 7-Rubi, 10-turquesa e 11-Coral (até o fim do ano) e com a Linha 9-Esmeralda (na Estação Pinheiros).
Alckmin disse que a Estação Pinheiros deverá ser aberta em maio. No segundo semestre, as estações República e Luz também deverão ficar prontas, de acordo com o governador.
Quem mora no Butantã e trafega pela Avenida Vital Brasil, uma das principais do bairro, será beneficiado com a nova estação. Quem demorava duas horas para chegar ao trabalho pela via deve fazer o percurso em 40 minutos.
O governador disse que são apenas três minutos de viagem entre as estações Butantã e Faria Lima e apenas sete minutos até a Paulista.


Usuários
O horário da abertura da estação nesta segunda confundiu os usuários- muitas pessoas acharam que ela seria aberta às 8h, como acontecerá nos próximos dias. “Chegamos antes das 8h, achamos que ia abrir às 8h. Queríamos usar para ir ao trabalho”, disse assistente fiscal Valéria Soares.
Ela mora com o marido, o bancário Igor Marcondes, no Butantã. Os dois entram no trabalho na Avenida Paulista às 9h. Nesta manhã, foram de carro até a estação, pararam em um estacionamento e esperavam seguir de Metrô. “De carro levamos uma hora e 20 minutos. Com o Metrô vamos economizar quase uma hora. A [Avenida] Rebouças não tem como encarar de carro”, disse Valéria. “Por enquanto, o estacionamento aqui também é mais barato, mas deve aumentar”, afirmou o bancário Marcondes.
Logo após a abertura, diversas pessoas já passaram a usar a estação, tanto no sentido Paulista quanto no sentido Butantã. “A estação ficou muito bonita, e vai me ajudar muito. Vou economizar tempo e fazer o trajeto mais confortável do que no ônibus”, contou a vendedora Carmem Oliveira, que pegou o trem na Estação Paulista com destino ao Butantã.
A estudante Flávia Torres, aprovou a inauguração, mas reclamou do horário restrito. “Estudo à noite perto da estação Vergueiro, e seria muito bom poder ir direto daqui de Metrô. Mas, por enquanto, só vai adiantar quando precisar ir para o Centro durante o dia. Demorou tanto para inaugurar, e agora vamos ter que esperar ainda mais para usar nos horários que precisamos.”
Mapa Metrô Linha Amarela (Foto: Editoria de Arte/G1)

Fonte: G1.com.br

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960