No Recife, Plano de Mobilidade Urbana já começa com Utopias

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

O Bairro do Recife poderá ser o ponto de partida para a implementação do primeiro plano de mobilidade urbana do município. Já está em análise na prefeitura o projeto Portal Norte, que inclui um edifício-garagem no atual estacionamento da sede da administração municipal, no Cais do Apolo, e estações de integração para ônibus, carros particulares e até barcos, chegando pelo Rio Capibaribe. Complementando a mesma ideia está a proposta de criação de novo tipo de transporte, os táxis coletivos, que já existem em países como o Chile. Esses planos foram apresentados, ontem, por técnicos da prefeitura, durante debate na Câmara de Vereadores.

A proposta está nas mãos de técnicos das Diretorias de Urbanismo (vinculada à Secretaria de Planejamento Participativo, Obras e Desenvolvimento Urbano e Ambiental) e de Preservação do Patrimônio Cultural Material, da Secretaria de Cultura. “O prefeito João da Costa gostou muito da ideia. No começo, assustou-se um pouco achando que nós planejávamos construir um ‘trombolho’. Mas aí explicamos que o edifício-garagem ficaria no máximo na altura do prédio do TRT, que fica ao lado”, revelou o presidente do Instituto da Cidade do Recife, Milton Botler, que participou do evento. A capacidade da construção seria para 800 a mil carros. O imóvel ocuparia a metade do espaço disponível no estacionamento. O restante da área receberia um bosque.

A ideia é que pessoas que cheguem de carro, barco (com a aguardada implementação do transporte fluvial) e ônibus transitem por todo o Centro em transporte circular, podendo ser ônibus ou táxi coletivo.

“Isso precisa ser votado pela Câmara Municipal, já que significa a criação de um novo tipo de transporte coletivo, e exigiria abertura de licitação para as concessões. Seriam veículos pequenos, vans ou até carros menores, com itinerário e pontos de parada próprios.”

Ainda no conceito dos edifícios-garagem integrados ao transporte coletivo, também há projetos para a construção de prédios desse tipo em Casa Amarela, na Zona Norte, próximo ao mercado público. “Vamos completar o plano de galerias com estacionamento para cerca de 400 vagas. Embaixo, ficará um shopping popular.”

O primeiro dia de discussão sobre o plano de mobilidade urbana apresentado pela prefeitura mostrou que o tema é estranho à maioria dos vereadores, mas desperta grande interesse. A presidência da Casa está criando comissão especial para estudar o tema.

Fonte: JC Online

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960