Greve de ônibus ganha força em Belo Horizonte

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Representantes da BHTrans e da Polícia Militar se reuniram na tarde desta segunda-feira para elaborar medidas de segurança para o transporte coletivo da capital. Durante a manhã, os rodoviários de Belo Horizonte decidiram, em assembleia, manter a greve que parou a Estação Diamante, na Região do Barreiro.

Em nota, a BHTrans informou que o Setra foi notificado para manter uma reserva de ônibus para atender a demanda dos passageiros. Equipes da Unidade Integrada de Trânsito e da Polícia Militar vão percorrer as estações BHBus e os principais corredores da capital orientando os passageiros sobre as opções de deslocamento e garantindo condições de trabalho adequadas aos motoristas e cobradores que não aderiram à greve.

A empresa também posicionou reboques em vários pontos da cidade para remoção de veículos que podem dificultar o trânsito nas vias. Na terça-feira, a greve poderá afetar outros locais da capital, mas o indicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Belo Horizonte (STTRBH) não adiantam os pontos de paralisação.

Usuários das estações Barreiro e Venda Nova devem ficar atentos, pois informações anteriores dos sindicalistas indicam que o movimento pode afetar esses pontos de embarque e desembarque.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960