Campo Grande: Sinalização em paradas de ônibus organiza o trânsito

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

A Prefeitura de Campo Grande por meio da Agetran (Agencia Municipal de Transporte e Trânsito) deu início nesta semana a sinalização das paradas dos pontos de ônibus localizados na Avenida Afonso Pena. A benfeitoria atende 23 paradas de ônibus. A sinalização está divida em duas partes, a pintura horizontal e a colocação de tachas.
Os trabalhos estão sendo providenciados devido às recorrentes reclamações, por parte dos usuários, sobre os motoristas que estacionam indevidamente nos pontos de ônibus. O único ponto que não será sinalizado é o ponto de ônibus localizado na avenida Afonso Pena, esquina com a rua Alagoas, devido a sua proximidade com a esquina.
Segundo o chefe dos agentes de trânsito da Agetran, Éder Vera Cruz, cabe relembrar que estacionar em pontos de ônibus é uma infração, prevista no CTB (Código de Trânsito Brasileiro), sendo uma multa média, no valor de R$ 85,13 (80 UFIR), com 04 pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação). O condutor fica sujeito à remoção do veículo, como medida administrativa.
Para João Rezende da Assetur, sinalizar os pontos de ônibus é mais uma ação da Prefeitura e da Agetran, que vem priorizar o transporte coletivo, não em razão das empresas, mas por seus usuários. “Sinalização dos pontos agiliza o trânsito e traz mais segurança a todos que trafegam nas ruas de nossa Capital”, comenta.
“Essas medidas mudam para melhor a sinalização dos pontos de ônibus e a instalação dos pontos Pague Fácil é com certeza mais uma prova de que, tanto, a administração do Prefeito Nelson Trad, como o Diretor Rudel, da Agetran, estão comprometidos com a melhoria no transporte coletivo de Campo Grande.”

Fonte: MS Aqui

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960