Greve dos ônibus na Grande Vitória promete deixar mais de 700 mil passageiros a pé na próxima quarta-feira

domingo, 21 de novembro de 2010

A promessa de greve dos rodoviários já preocupa muitos capixabas. Os profissionais disseram que vão paralisar os ônibus municipais e do Sistema Transcol a partir de quarta-feira (24).

Segundo o presidente do Sindicato dos Rodoviários do Espírito Santo, Edson Bastos, a greve começará 72 horas úteis após a publicação do edital, o que ocorrerá neste sábado (20). “Vamos paralisar à zero hora de quarta-feira (24)”, explicou.   
Os rodoviários reivindicam reajuste salarial de 30%, plano de saúde integral, reajuste de R$ 4 no ticket alimentação, além de equiparar o salário de fiscal com o de motorista.

Segundo o Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória (GVBus) e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Espírito Santo (Setpes), houve uma proposta de reajuste de 5,39%, referente ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado entre novembro de 2009 e outubro de 2010, a ser aplicado sobre salário, plano de saúde, seguro de vida e ticket refeição.
O GVBus disse ainda que a remuneração dos motoristas do sistema de transporte metropolitano no Espírito Santo é a quarta maior do País, mesmo antes do reajuste, só ficando atrás dos estados de São Paulo, do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.
De acordo com os sindicatos que representam as empresas de transporte, reajustes na casa de 30% nunca estiveram na pauta de negociação até porque provocariam um colapso do sistema de transporte no Estado, inviabilizando o fornecimento do serviço.
O GVBus e o Setpes esclarecem que adotarão as medidas legais cabíveis para garantir a circulação de parte da frota e minimizar os prejuízos que a decisão do Sindirodoviários irá causar à população.

Fonte: Folha Vitória
READ MORE - Greve dos ônibus na Grande Vitória promete deixar mais de 700 mil passageiros a pé na próxima quarta-feira

Fortaleza: Iniciada ações para implantar sistema de integração

Os primeiros passos para a integração de linhas de ônibus em Teresina foi dado neste mês. Após a avaliação das paradas de ônibus existentes pela Strans. O prefeito de Teresina, Elmano Férrer, visitou neste domingo (21) a cidade de Fortaleza (CE) para conhecer o funcionamento do sistema de integração dos ônibus coletivos na capital do estado vizinho.
A intenção é captar informações sobre a sistemática de funcionamento do transporte urbano e aplicar as ações positivas no sistema que será implantado em Teresina.

Nesta segunda(22), o prefeito terá uma reunião com empresários do setor de transporte de Fortaleza para discutirem sobre a forma como o sistema de integração foi implantado. Hoje ele visitou os terminais de integração. 

A diretora técnica da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), Calina Barros e o superintendente técnico dos Sindicatos das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (SindiÔnibus), Pessoa Neto, coordenaram a visita a terminais de integração de ônibus e explicaram o funcionamento do sistema na cidade, que possui sete terminais de integração distribuídos por várias regiões da cidade.
 
“O sistema de integração de Fortaleza foi implantado em 1992 e tivemos boas experiências com a atividade. Atualmente, são 22 empresas e cerca de 750 veículos na frota, o que atende a demanda de mais de 1 milhão de passageiros por dia”, informa Celina Barros ao comentar que toda a frota trabalha com bilhete eletrônico e possui monitoramento de horários e percursos via GPS.

Pessoa Neto, ressaltou que a implantação do sistema de integração no transporte coletivo ajudou a desafogar o tráfego pesado nas ruas do centro, além de reduzir o tempo de espera dos usuários nos pontos de paradas dos coletivos. “Fizemos um trabalho coordenado para a implantação deste sistema. Foi necessário muito estudo e combate ao transporte clandestino, além do apoio da Prefeitura no desenvolvimento do sistema”, declarou Pessoa.
 
Elmano Férrer, enfatizou que a visita teve como objetivo conhecer os pontos positivos e as experiências de êxito aplicadas no sistema de Fortaleza. “Estamos aqui na cidade justamente para conhecer de perto as ações que tiveram bons resultados e levar para Teresina ações que necessitamos implantar na capital piauiense. Em Fortaleza tudo já está implantado e testado, o que nos ajuda a identificar o que há de bom e que pode melhorar”, finalizou.

O prefeito de Teresina também irá a São Luís-Ma para conhecer como o sistema funciona na capital maranhense. 

Em Fortaleza,  Elmano Férrer estava acompanhado pelo secretário de governo, João Henrique, o superintendente de Transportes e Trânsito, Ricardo Freitas, o secretário de Planejamento, João Alberto e a secretária de Finanças, Vanessa Neiva, além de membros do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Teresina (Setut).

O sistema de integração está previsto para ser implantado no próximo ano. Serão instalados oito terminais de integração: no balão da avenida dos Expedicionários, Buenos Aires, Matadouro, Santa Isabel, Piçarreira, Dirceu, Bela Vista e Parque Piauí. O primeiro terminal já em construção é o da zona norte, no bairro Buenos Aires. 
 
READ MORE - Fortaleza: Iniciada ações para implantar sistema de integração

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960