São Paulo: Vá de ônibus ao Desfilo Cívico de 7 de Setembro

sábado, 4 de setembro de 2010


Em função do Desfile Cívico Militar de 7 de Setembro, no Pólo Cultural e Esportivo Grande Otelo, Anhembi, Zona Norte, a SPTrans ativará duas linhas específicas para atendimento ao local e alterará os itinerários de outras duas linhas de ônibus que passam pela região, na próxima segunda-feira, 7 de setembro, das 4h às 14h.

Para informações sobre os trajetos de linhas de ônibus consulte itinerários ou ligue 156.

Linhas específicas para atendimento:

179A/10 Term. Tietê – Parque Anhembi
Ponto inicial: Rua Mal. Odílio Denys, 105
Ponto final: Rua Prof. Milton Rodrigues, s/nº
Horário de funcionamento: Ponto inicial: das 6h às 14h; ponto final: das 6h15 às 14h15
Ida: Rua Mal Odylio Denys, Rua Voluntários da Pátria, Av. Assis Chateaubriand, Rua Profº Milton Rodrigues.
Volta: Rua Prof. Milton Rodrigues, Av. Olavo Fontoura, Praça Campo de Bagatelle, Rua Paineira do Campo, Rua Voluntários da Pátria, Rua Pe. Idelfonso, Av. Cruzeiro do Sul, Rua Mal. Odylio Denys.

879A/10 Term. Barra Funda – Parque Anhembi
Ponto inicial: Term. Barra Funda
Ponto final: Rua Anita Malfatti, s/nº
Horário de funcionamento: Ponto inicial: das 6h às 14h; ponto final: das 6h15 às 14h15
Ida: Terminal Barra Funda, Av. Auro Soares de Moura Andrade, Av. Pacaembú, Viaduto Pacaembú, Av. Dr. Abrahão Ribeiro, Rua Baronesa de Porto Carrero, Av. Rudge, Ponte da Casa Verde, Av. Braz Leme, Rua Dr. Melo Nogueira, Rua Anita Malfati.
Volta: R. Anita Malfati, Av. Otaviano de Lima, acesso, Ponte da Casa Verde, Av. Dr. Abrahão Ribeiro, Viaduto Pacaembú, Av. Pacaembú, Av. Auro Soares de Moura Andrade, contorno, Av. Auro Soares de Moura Andrade, Terminal Barra Funda.

Linhas e itinerários alterados:

9717/10 COHAB Brasilândia – Santana
Ida: Av. Dep. Cantidio Sampaio, prosseguindo normal até a Rua Antonio Nascimento Moura, Av. Braz Leme, Rua Voluntários da Pátria, Rua Pe. Idelfonso, Av. Cruzeiro do Sul, Av. Gen. Ataliba Leonel, Rua Dr. Zuquim, Rua Leite de Morais, Rua Ezequiel Freire.
Volta: Rua Ezequiel Freire, Rua Alfredo Guedes, Av. Cruzeiro do Sul, Rua Sta. Eulália, Av. Santos Dumont, Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira, Av. Bras Leme, Praça José Tomaselli, Av. Otaviano Alves de Lima, Rua Atilio Piffer, prosseguindo normal.

278A/10 Penha - CEASA
Ida: normal até a Rua Sta. Eulália, Av. Santos Dumont, Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira, Av. Braz Leme, Praça José Tomaselli, Av. Otaviano Alves de Lima, prosseguindo normal.
Volta: normal até a Ponte da Casa Verde, Av. Braz Leme, R. Voluntários da Pátria, R. Pe. Idelfonso, prosseguindo normal.

Fonte: SPTrans


READ MORE - São Paulo: Vá de ônibus ao Desfilo Cívico de 7 de Setembro

Rio de Janeiro: Bilhete Único municipal deve ser implantado até novembro


O Bilhete Único, já utilizado em ônibus intermunicipais desde fevereiro, deve ser implantado nas linhas municipais até 10 de novembro se a licitação não se estender com recursos. Os consórcios que venceram a disputa têm até 60 dias, a contar da assinatura do contrato, para começar a oferecer o benefício.

Segundo a Secretaria de Transportes, a ideia é o passageiro que usa duas conduções, num intervalo de até duas horas, pagar apenas R$ 2,40. O desconto só vale para veículos sem ar-condicionado e representa economia mensal de R$ 92 por mês para quem pega quatro ônibus por dia.

A prefeitura não descarta a hipótese de permitir futuramente a integração com metrô e trem.

Fonte: O Dia Online


READ MORE - Rio de Janeiro: Bilhete Único municipal deve ser implantado até novembro

DF: Obras do VLT são retomadas mais uma vez


A construção do veículo leve sobre trilhos (VLT) está mais uma vez suspensa. O juiz José Eustáquio de Castro Teixeira, da 7ª Vara de Fazenda Pública do DF, decidiu paralisar a obra devido a suspeitas de irregularidades na licitação para o projeto básico do empreendimento. Em ação civil pública, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) apontou fraude na concorrência promovida em 2007 pela Companhia do Metropolitano do DF (Metrô-DF) para supostamente favorecer as empresas Dalcon e Altran/TCBR na execução de contrato no valor de R$ 3,259 milhões.

As duas únicas empresas que participaram da licitação seriam, segundo o MP, sócias ocultas. A Dalcon Engenharia venceu o processo de seleção, mas repassou parte do dinheiro recebido do GDF, R$ 1,076 milhão, para a Altran-TCBR, com quem disputou a concorrência. A suposta transferência foi detectada por promotores de Justiça em documento apreendido na sede de uma das empresas durante a Operação Bagre, ocorrida em abril. O Ministério Público também sustenta que as duas empresas apresentaram propostas técnicas muito semelhantes na licitação do projeto básico do VLT. O mesmo texto foi considerado uma cópia da proposta que as empresas apresentaram quando se uniram formalmente em consórcio para concorrer a contrato em Curitiba (PR).

Exoneração
Por conta das supostas irregularidades, o ex-presidente do Metrô-DF José Gaspar é alvo de uma ação de improbidade administrativa em tramitação também na 7ª Vara de Fazenda Pública do DF. Na ação, o MP aponta que Gaspar manteve vínculo no passado com as duas empresas. Antes de assumir o cargo no GDF, em janeiro de 2007, ele foi consultor da Altran-TCBR e coordenou uma associação da empresa com a Dalcon no Paraná. Em virtude da Operação Bagre e das suspeitas de irregularidades, o governador Rogério Rosso (PMDB) exonerou Gaspar em abril.

O Correio não conseguiu contato ontem à noite com as empresas citadas. Na época da Operação Bagre, a Dalcon sustentou ter vencido a licitação do Metrô-DF de forma legal e afirmou que uma parceria com a empresa Altran-TCBR ocorrida no passado não inviabilizaria disputas entre as firmas em licitações de outros projetos. O GDF poderá recorrer ao Tribunal de Justiça do DF para tentar cassar a liminar. A decisão em vigor determina a paralisação das obras e a suspensão de repasses de recursos para o consórcio encarregado do empreendimento. Depois de dois meses parada, a obra foi retomada na última semana, quando o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) retirou o embargo imposto anteriormente sob a justificativa de que o GDF não havia submetido o projeto executivo do VLT ao órgão.




READ MORE - DF: Obras do VLT são retomadas mais uma vez

Manaus: Prefeitura realiza audiência pública sobre Sistema BRT


Na última quarta-feira (02), a Prefeitura de Manaus promoveu, no auditório do Parque Ecológico do Mindú, no Parque Dez de Novembro, na zona Centro-Sul, uma Audiência Pública para dar início ao processo de implantação dos Serviços de Sistema de Transporte Público Bus Rapid Transport (BRT). Participaram da sessão representantes do Ministério Público Estadual e do Sindicato dos Empresários de Transporte do Amazonas (SINETRAM), além de entidades de classe e a sociedade civil organizada. Durante a audiência, o público conheceu dados do sistema, características, conceitos tecnológicos e premissas do sistema, além de conhecer detalhes do projeto básico a serem executados pela Prefeitura de Manaus, assim como, os principais eixos de circulação do transporte massivo da cidade.

As perguntas feitas durante a audiência e suas respectivas respostas assim como, uma cópia do projeto, será publicada no site da Prefeitura (www.manaus.am.gov.br) nos próximos dias.

Características do BRT
· Possui desempenho e conforto semelhante aos sistemas sobre trilhos, mas com custo entre 4 a 20 vezes menor;

Conceitos Tecnológicos
· Opera por controle centralizado, permitindo viagens em velocidades constantes e elevadas;

Regulação da operação:

· Monitoração da performance das linhas (no sistema inteiro)
· Sistema de rastreamento com identificação do veículo, linha operada e tripulação
· Controle semafórico centralizado

Sistemas de informação ao público:

· Sistemas de sonorização ambiente em terminais, estações e veículos
· Painéis de informação (terminais, estações e veículos)

Premissas do Sistema

· Os veículos são do tipo articulado e bi-articulado, podendo ter propulsão híbrida gás-eletricidade;
· Piso baixo, sem catraca interna com o pagamento do bilhete antes do embarque;
· O Corredor será à esquerda junto ao canteiro central, sendo as demais faixas da via reservadas somente ao tráfego normal;
· Plataformas bidirecionais para a parada simultânea de dois veículos tipo articulado por plataforma, por sentido, permitindo a divisão das linhas em grupos, podendo parar simultaneamente oito veículos nas estações, sendo quatro por sentido.
· Estações modernas com instalações seguras e confortáveis
· Estações com acesso em nível (veículos de piso baixo)

Terminais de Integração

· Reconfiguração das plataformas;
· Readequação geométrica para ônibus articulados;
· Escadas com patamares intermediários e elevador de acesso ao mezanino;
· Ampliação para implantação de um CCO (Centro de Controle Operacional);

Posto de atendimento à comunidade com serviços públicos, praça de alimentação, sanitários, etc.
Fonte: Prefeitura de Manaus


READ MORE - Manaus: Prefeitura realiza audiência pública sobre Sistema BRT

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960