Em Curitiba,600 passageiros usam diariamente integração temporal

quinta-feira, 26 de agosto de 2010


A integração temporal por cartão-transporte está beneficiando cerca de 600 pessoas por dia nas duas estações onde a Urbs - Urbanização de Curitiba S/A implantou o sistema: estação Santa Quitéria e Vila São Pedro, na Linha Verde. Com a integração temporal, os passageiros podem trocar de ônibus ou de rota sem pagar nova tarifa.

A comerciante Débora Rocha aprovou a ideia. Agora, quando ela se descola para o Portão, usa a linha Vila Velha/Buriti, desce e embarca na estação Santa Quitéria. "É uma maravilha. Antes, eu pegava a Linha Vila Izabel, que demorava mais e ainda pagava duas tarifas. Agora, ficou mais rápido e econômico", diz Débora.

A proposta da integração temporal é buscar alternativa para 8% dos passageiros da Rede Integrada Urbana que ainda não têm acesso à integração. A Área de Operação do Transporte Coletivo começou a mapear as regiões da cidade, principalmente pontos sem linhas integradas.

A primeira integração foi implantada na Santa Quitéria, no fim de março. Para os passageiros que estiverem na linha Vila Velha/Buriti no sentido da estação tubo, a validação do cartão transporte para acesso à estação sem pagar nova tarifa é automática. Depois de passar o cartão pelo validador normal, que fica dentro do ônibus, o passageiro terá uma hora para entrar na estação sem pagar outra tarifa.

Quem estiver no sentido contrário, da estação para o ônibus, precisará passar o cartão em um validador exclusivo que ficará dentro da estação, tendo também uma hora para embarcar no ônibus sem pagar outra tarifa.

Em agosto, o mesmo sistema foi ampliado para a Linha Verde, na estação Vila São Pedro, beneficiando principalmente moradores da Vila São Pedro, que se descolam ao Pinheirinho, e também para quem está entre a Linha Verde e a canaleta da República Argentina e tenham interesse em ir para a região central da cidade de forma mais rápida.

Os passageiros que estão, por exemplo, em qualquer um dos alimentadores: Vila São Pedro, Gramados e Urano, e queiram ir para o Terminal do Pinheirinho, podem descer na estação São Pedro, atravessar a pista pela faixa de pedestre e entrar no tubo sentido bairro sem pagar nova passagem, passando o cartão de transporte pelo validador de integração que está instalado nos dois tubos da estação.

A integração temporal nesse ponto agilizará as viagens de bairro para bairro. Antes, os passageiros dos alimentadores tinham de desembarcam no Terminal do Capão Raso, aumentando a distância para a integração com outro ônibus.

Linha Verde - A integração temporária também traz vantagens para quem circula entre a Linha Verde e a República Argentina. "É mais uma opção de descolamento para o Centro, e para a quem quer ir para a região da avenida Marechal Floriano sem pagar outra tarifa", explica o gestor de Operação de Transporte, Luiz Filla.

Agora, quem sair do Terminal Capão Raso com cartão de transporte pode entrar na estação São Pedro sentido centro, com a opção de parar Marechal Floriano. Antes, o passageiro desembarcava na praça Rui Barbosa e pagava outra passagem para trocar linha, ou seguia do Capão Raso, passando pelo Terminal do Hauer antes de chegar na Marechal Floriano.

Fonte: URBS


READ MORE - Em Curitiba,600 passageiros usam diariamente integração temporal

Salvador: Ministro das Cidades entrega chave de metrô a João Henrique


O ministro das Cidades, Márcio Fortes, entregou as chaves do metrô ao prefeito João Henrique na manhã desta quinta-feira, 26, na Estação do Acesso Norte, próximo à Rótula do Abacaxi, na capital baiana, onde estão posicionados os trens. Além das chaves, foi entregue também o último vagão, do total de 24, de uma das seis composições do transporte.

O metrô deve funcionar no próximo ano, em data ainda a ser estabelecida. De acordo com João Henrique, será iniciada a fase de testes do trem, para que a inauguração esteja em conformidade com os critérios internacionais de segurança.

O ministro afirmou que as etapas mais importantes já foram realizadas, e que restam poucos ajustes para que sejam feitos os testes de funcionamento nos vagões.

Esteve presente também no evento o presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), Milton Villas-Boas.

Fonte: A Tarde


READ MORE - Salvador: Ministro das Cidades entrega chave de metrô a João Henrique

BH: Estudantes protestam pelo meio passe livre


Centenas de alunos de escolas da capital fazem uma manifestação na manhã desta quinta-feira no Centro de Belo Horizonte. O grupo de estudantes reivindica o meio passe nos ônibus da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com a secretária-geral da Associação Metropolitana dos Estudantes Secundaristas da Grande BH, Jéssica Santos Pereira, o projeto de lei da Prefeitura de Belo Horizonte sobre o meio passe abrange menos de 25% dos estudantes. “Segundo o texto da prefeitura, só têm direito ao meio passe os estudantes do Ensino Médio que tenham algum benefício como Bolsa Família ou Bolsa Escola e que morem a pelo menos 2 mil metros de distância da escola.”

Ainda de acordo com a secretária-geral, o projeto já está na Câmara dos Vereadores há um mês e ainda não foi votado. “Queremos propor uma emenda ao projeto para que os universitários, alunos de pré-vestibular e demais estudantes também sejam contemplados”, diz.

Segundo a Polícia Militar, a manifestação é pacífica. Os estudantes que estavam concentrados na Praça Sete no início da manhã seguiram para a porta Prefeitura de Belo Horizonte, na Avenida Afonso Pena. Os alunos vão formar uma comissão que será recebida por um representante da prefeitura. A PM foi encaminhada ao local para acompanhar a manifestação.



READ MORE - BH: Estudantes protestam pelo meio passe livre

Prefeitura anuncia novas linhas de transporte executivo em Manaus


Vinte e sete linhas do sistema executivo de transporte de passageiros passam a circular, a partir desta quinta-feira (26), com itinerários determinados pela Prefeitura de Manaus. As novas regras foram anunciadas pelo Instituto Municipal de Transito e Transporte Urbano (IMTT) e seguem a orientação do prefeito Amazonino Mendes em mais uma etapa do Choque de Ordem, com o objetivo de organizar o sistema de transporte coletivo na capital.

Cento e oitenta microônibus legalizados tiveram acesso aos itinerários autorizados porque atenderam às normas estabelecidas pela Prefeitura. O documento com as definições de rotas, horários de circulação e regras de padronização do veículo foi entregue pelo IMTT nesta quarta-feira (25), para representantes de 22 cooperativas que atuam no setor.

Os veículos legalizados exibem o selo azul de ‘vistoriado’ no pára-brisa dianteiro, possuem capacidade variando de 26 até 36 e não pertencem às empresas de fretamento. O presidente do IMTT, Marcos Cavalcante, esclareceu ainda que as empresas de fretamento que mantiverem microônibus no sistema executivo terão as concessões canceladas e os veículos apreendidos.

Cerca de 70 veículos não atenderam as regras do poder público e estão proibidos de circular nas rotas determinadas pela Prefeitura. Eles passam a integrar a frota do sistema convencional de passageiros para reforçar a oferta de ônibus para a população. O vínculo dos microônibus com as empresas de transporte coletivo será coordenado e acompanhado pelo IMTT. De acordo com as novas determinações da Prefeitura, os microônibus contratados por empresas deverão ser identificados com o mesmo padrão da firma que os contratou.

Fiscalização

Após a entrega do documento com os novos itinerários, os operadores do sistema executivo foram comunicados que a fiscalização vai ser rigorosa para observar o cumprimento das normas. “Faremos blitz constantes para que o sistema opere cada vez mais organizado”, avisou Marcos Cavalcante. Ele ressaltou ainda que o número de microônibus autorizados a circular não foi reduzido, pois os executivos retirados passarão a integrar a frota dos ônibus urbanos.

LINHAS DETERMINADAS PELA PREFEITURA PARA OS EXECUTIVOS:

807 CIDADE NOVA/NÚCLEO XV
831 OSVALDO FROTA
810 JD. PETROPÓLIS
812 SAO SEBASTIÃO/PETROPÓLIS
813 CAMPOS SALES
824 LÍRIO DO VALE/ALVORADA
825 BAIRRO DA PAZ
850 AMAZONINO MENDES
842 BOAS NOVAS
822 TERRA NOVA
826 CARLOS BRAGA/NOVO ISRAEL
816 COLINA DO ALEIXO/V-8
819 GALILÉIA
821 INTER-HOSPITAL 01
823 INTER-HOSPITAL 02
844 NOVA CIDADE/NEPAL
845 STA. ETELVINA
800 NOVA FLORESTA 01
801 NOVA FLORESTA 02
817 COLINA DO ALEIXO/ALEIXO
818 NOVO ALEIXO
841 CIDADE NOVA II/N.S.P. SOCORRO
832 CANARANAS
805 CIDADE NOVA I
827 ALFREDO NASCIMENTO
803 HILÉIA/SANTOS. DUMONT
820 REDENÇÃO/FRANCESES/CENTRO

Fonte: D24am


READ MORE - Prefeitura anuncia novas linhas de transporte executivo em Manaus

Rio de Janeiro: Vistoria reprova 100% dos ônibus na Zona Oeste

Ontem, dia em que empresários cariocas comemoraram vitória em mais uma etapa da licitação das linhas de ônibus municipais, 100% dos coletivos vistoriados pela Subsecretaria de Fiscalização de Transportes, numa ação na Zona Oeste, foram reprovados.

Na reunião da comissão de concorrência pública, ontem de manhã, os seis concorrentes — dois deles paulistas — apresentaram o valor de R$ 2,40 para a tarifa, conforme previsto no edital. Assim, como os quatro consórcios do Rio haviam obtido maiores notas nas propostas técnicas, só perderão a disputa se apresentarem falhas no quesito ‘habilitações jurídicas’, já em análise pela prefeitura. “Ficamos animados com os resultados obtidos. Ainda falta uma etapa, mas acreditamos que a vitória está perto”, admitiu, em nota, a Rio Ônibus.

Os vencedores da licitação poderão explorar o serviço nos próximos 20 anos, quando deverão lucrar aproximadamente R$ 15,9 bilhões. Deste valor, estão previstos investimentos de R$ 1,8 bilhão no serviço, como a instalação de GPS e câmeras em todos os coletivos. O resultado final da licitação deve ser divulgado em setembro.

Enquanto a vitória parece próxima para os empresários cariocas, a população segue sofrendo com o atual estado de conservação dos coletivos. Ontem, 12 veículos das empresas Zona Oeste, Ocidental e Campo Grande foram retirados de circulação em operação municipal no Terminal Rodoviário de Campo Grande.

Bancos rasgados, extintores de incêndio vencidos, falta de sinalização e documentação defasada foram as principais irregularidades constatadas. Os veículos só poderão voltar a circular após passar por nova vistoria da prefeitura. Desde março, 831 ônibus foram fiscalizados pela Subsecretaria de Fiscalização de Transportes, que aplicou 421 penalidades.

Fonte: O Dia online


READ MORE - Rio de Janeiro: Vistoria reprova 100% dos ônibus na Zona Oeste

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960