Transporte coletivo de Blumenau será interrompido às 20h por motivo de segurança

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Uma nova paralisação das linhas de ônibus está prevista para as 20h desta segunda-feira em Blumenau. A decisão foi tomada pelo Consórcio Siga e pelo Sindicato dos Empregados das Empresas Permissionárias do Transporte Coletivo Urbano (Sindetranscol) por motivo de segurança.

De acordo com o presidente do Consórcio Siga, Humberto Sackl, a suspensão dos serviços se estenderá até as 6h desta terça-feira. O motivo é que dois ônibus foram apedrejados no bairro Bela Vista, por volta das 16h45min, quando 28 linhas já haviam voltado a operar de modo irregular. Os veículos 1117 e 1118 tiveram a lataria amassada e os vidros quebrados.

Nos dois ônibus havia passageiros, mas ninguém se feriu. Os veículos foram tirados de circulação e conduzidos à garagem da rua Jordão, no bairro Progresso.

As linhas só haviam retomado o itinerário porque a Polícia Militar foi acionada para garantir a segurança dos cobradores e motoristas que não aderiram à paralisação, e temiam represálias da população. A polícia acompanhou a saída dos funcionários das garagens e dos terminais de ônibus.

Por volta de 17h, um ônibus da empresa Rodovel, responsável pela linha Troncal 30, foi apedrejado na rua Governador Jorge Lacerda, no bairro da Velha. O veículo foi levado à garagem da empresa, próximo ao Terminal da Velha.

Greve
Os motoristas e cobradores do transporte coletivo entraram em greve nesta segunda-feira. O motivo é a falta de acordo com o Consórcio Siga sobre o reajuste salarial da categoria.

De acordo com o presidente do sindicato da categoria, Ari Germer, a paralisação é por tempo indeterminado e nenhum trabalhador era obrigado a aderir. Na manhã desta segunda-feira, não havia ônibus circulando nas ruas de Blumenau.

Todos os ônibus ficaram parados nas garagens e nos terminais. A medida desobedeceu ordem judicial de que pelo menos 50% da frota deveria circular em horários de pico e 20% nos demais horários.

À tarde, 28 linhas voltaram a operar. Os veículos cumpriram a rota convencional, com parada em todos os pontos e terminais, mas não seguiram o itinerário normal.

Fonte: Diário Catarinense

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960