Cartão BHBUS Master alcança a marca de 95 mil usuários

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

O Cartão BHBUS Master, destinado aos passageiros do transporte coletivo com idade igual ou superior a 65 anos, foi lançado em 10 de maio de 2010, com o início da distribuição das 48 mil unidades referentes ao número de idosos que já realizaram o cadastramento no Consórcio Transfácil. O Cartão permite aos idosos transpor a roleta, assegurando o acesso gratuito ao salão traseiro dos ônibus do Sistema de Transporte Coletivo de Belo Horizonte.
Nas vésperas de completar cinco meses de operação, foram registrados  94.754 usuários que utilizam o cartão. O acesso à parte traseira do ônibus é uma importante conquista para os idosos, proporcionando melhores condições de comodidade, autonomia e de interação com os outros passageiros e irá beneficiar cerca de 100 mil passageiros idosos.

A entrega dos Cartões aos idosos já cadastrados é feita de acordo com a data de nascimento e um cronograma estabelecido pelo Transfácil. Um cartaz afixado no interior dos ônibus, desde a semana passada, informa o dia em que o Cartão deve ser retirado no posto de atendimento da Rua Professor Moraes, 216, Funcionários. Foram também produzidos folhetos informativos, que estão à disposição dos idosos nos quatro postos de atendimento do Transfácil, além de mídia na traseira dos ônibus.

Já para quem fizer o seu cadastro a partir do dia 10 de maio, em qualquer posto do Transfácil (confira os endereços no final deste texto), o Cartão é emitido na hora e o beneficiário pode utilizá-lo de imediato. Os documentos necessários para ter direito ao cartão são os originais e xerox da Carteira de Identidade e de um comprovante de endereço (conta de água, luz, telefone ou IPTU).

É importante ressaltar que o Cartão e, portanto, o cadastramento, é destinado àqueles que desejarem utilizar a parte traseira do ônibus, já que a Carteira de Identidade continua valendo como documento de acesso gratuito aos ônibus coletivos da capital, utilizando o salão dianteiro dos veículos.

Vale esclarecer que o cadastramento e a obtenção do cartão são permanentes, não havendo, nesse momento, necessidade de corrida aos postos de atendimento.

Fonte: BHTrans

Share |

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960