Saiba mais sobre o VTE - Fortaleza

segunda-feira, 19 de julho de 2010


Quais e quantos são os tipos de VT Eletrônico?

São 3 tipos: VT Eletrônico Operacional, fornecido aos funcionários e operadores das empresas de ônibus; VT Eletrônico Gratuidade, fornecido aos cidadãos maiores de 65 anos; e VT Eletrônico, fornecido às empresas que o entregará ao seu empregado.

Como se faz para obter o VT Eletrônico?

O VT Eletrônico Operacional é disponibilizado pelas empresas operadoras de ônibus a seus empregados e operadores. O VT Eletrônico Gratuidade é disponibilizado aos maiores de 65 anos que deverão comparecer à sede do Sindiônibus, apresentar sua identidade e comprovante de endereço e receber na hora o seu cartão gratuitamente. O VT Eletrônico vermelho será fornecido pela empresa aos funcionários. A empresa deverá entrar em contato com a Central de Atendimento através do telefone (85) 4005.0956 e obter informações sobre o cadastramento e aquisição dos cartões.

O que muda para os idosos e outros beneficiários do transporte gratuito?

Não haverá restrição ao transporte do idoso ou de outros beneficiários de transporte gratuito. Quem já tem sua carteirinha deverá continuar utilizando-a até o momento de sua substituição.

A meia passagem e o pagamento em dinheiro continuam existindo?

A meia passagem é um direito do estudante, não muda em nada. A emissão da Carteira Estudantil continua sendo feita pelas entidades estudantis. Não haverá restrição à utilização da meia passagem pelo estudante. A opção de pagar a passagem em dinheiro continua.

E o que muda para os usuários do vale-transporte?

O vale-transporte continua existindo, ele é um direito do trabalhador, o que aconteceu é que o vale papel foi substituído pelo vale eletrônico, através do cartão VT Eletrônico.

Como usar o VT Eletrônico Gratuidade?

• Nos ônibus Como já era usado o antigo cartão gratuidade, o portador deve apresentar o VT Eletrônico ao motorista para que esse possa conferir a fotografia e autorizar a passagem.

• Nas bilheterias dos terminais O VT Eletrônico Gratuidade deve ser apresentado ao funcionário para que esse possa conferir a fotografia e, em seguida, basta aproximar o VT Eletrônico Gratuidade do validador para que a catraca seja liberada.

Como usar o VT Eletrônico?

O VT Eletrônico já vem carregado com o valor, em reais, correspondente ao total das passagens que você vai precisar. Ao entrar no ônibus, basta aproximar o VT Eletrônico do validador, assim a catraca será liberada. A medida que vai sendo usado, o valor de cada passagem é descontado dos créditos do cartão. O VT Eletrônico será recarregado mensalmente com os créditos correspondentes às passagens do mês.

Como se dá a recarga de créditos dos cartões?

A empresa compradora poderá optar entre duas maneiras de efetuar a recarga dos cartões: • Recarga nos ônibus Neste caso, a recarga do cartão se dará automaticamente quando o VT Eletrônico for passado pelos validadores dos ônibus e terminais. O validador reconhece o cartão e transfere os novos créditos que ficarão armazenados no chip.

• Recarga nos pontos de venda autorizados do Sindionibus Neste caso, a empresa compradora recolhe o VT Eletrônico, leva-o a um dos pontos autorizados (nos terminais de integração, por exemplo) e providencia a recarga, devolvendo ao empregado o cartão já carregado e pronto para utilização. Atenção Se no momento da recarga ainda restarem créditos da recarga anterior estes serão somados aos novos.

Sou empregado doméstico. Como faço para ter o VT Eletrônico?

Já encontra-se à venda na sede do Sindionibus, nos principais terminais de integração , os cartões VT Eletrônico Cinza.

O que é o VT Eletrônico Cinza?

Para o usuário que pretende adquirir passagens avulsas, estão sendo comercializadas unidades do chamado Cartão Vale-Transporte Avulso. Estes cartões podem ser adquiridos na sede do Sindionibus, na Av. Borges de Melo, 60 - Fortaleza/CE, nos principais terminais de integração. Diferentemente dos cartões utilizados por funcionários de empresas, que tem cor vermelha e correspondem ao benefício do vale-transporte, os cartões Avulsos - confeccionados na cor cinza - podem ser adquiridos por qualquer usuário do sistema, sendo inteiramente aplicados a usuários que pagam inteira, profissionais liberais, turistas e trabalhadores domésticos. Em sua aquisição, o cartão custa R$ 2,00. Depois disso, as recargas podem ser feitas em qualquer valor.

E quem não recebe o vale-transporte pode utilizar o VT Eletrônico?

Quem não recebe o vale-transporte mas deseja usar o sistema de transporte com comodidade e segurança próprias de quem usa os cartões eletrônicos, pode adquirir o seu cartão Eletrônico Cinza.

E se eu perder, for roubado ou extraviar meu VT Eletrônico?

O VT Eletrônico possui um chip onde são armazenadas informações como identificação do usuário, número do cartão e saldo dos créditos (no caso do vale-transporte). Em caso de perda, roubo ou extravio, basta o usuário ou empresa solicitar o bloqueio junto a Central de Atendimento ao Usuário: (85) 4005.0956. Para recuperar seus créditos não utilizados no cartão antigo, basta adquirir um novo cartão.

Que mais o VT Eletrônico poderá me oferecer?

Futuramente, outros serviços serão disponibilizados no VT Eletrônico, tais como: integração temporal (que permite a mudança de ônibus durante o percurso sem ter que pagar outra passagem) e a agregação de outros serviços e convênios no mesmo cartão.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960