Em Caxias, Critérios para conceder gratuidades nos ônibus podem mudar

quarta-feira, 24 de março de 2010

O Fórum dos Usuários de Transporte Coletivo, realizado na tarde deste sábado na sede da União das Associações de Bairros (UAB), deu um início oficial ao debate do reajuste da tarifa de ônibus em Caxias. Nesta edição do Fórum – que ocorre a cada três meses com a participação da UAB, da Secretaria dos Transportes e da Viação Santa Tereza (Visate) – o ponto principal abordado foi o impacto das gratuidades no preço da passagem, já que a Secretaria anunciou ser contra o aumento da tarifa de R$ 2,20 para R$ 2,50.
Para que isto não aconteça, o secretário Vinicius Ribeiro apresentou um estudo desenvolvido pela Secretaria que demonstra que hoje, quem possui descontos na passagem de ônibus proporciona um impacto de R$ 0,33 nas passagens pagas integralmente. Ou seja, para que a passagem não aumente, pode haver mudanças nas tarifas dos estudantes, que pagam 50% do valor, ou dos idosos de 60 a 65 anos, que não pagam. Além disso, quem está na mira da Secretaria é o Dia do Passe Livre, que pode vir a terminar. O domingo de passe livre representa hoje R$ 0,06 nas passagens.
“Se continuarmos com os mesmos critérios de gratuidade a tendência é só aumentar o valor. Mostramos dados que eles não sabiam, que a gratuidade há 8 anos era 11% do custo total da passagem, hoje está em 24%”, explica o secretário.

Fonte: O Caxiense

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960