Transporte: congresso em Curitiba destaca Linha Verde

quinta-feira, 1 de outubro de 2009


Começou na manhã desta quarta-feira, após a sessão de inauguração na noite de terça, o 17º Congresso Brasileiro de Transporte e Trânsito, em Curitiba, que reúne técnicos de todo o país para discutir problemas e soluções da questão. A principal estrela do encontro, patrocinado pela Associação Nacional de Transportes Públicos, é a Linha Verde, trecho de 17kms onde antes passava a rodovia BR 116 e que foi totalmente remodelada pelo município de Curitiba para se transformar em mais um dos eixos do elogiado sistema de transporte público da cidade.
A principal estrela do encontro são os seis ônibus movidos exclusivamente a biocombustível a base de soja que reduzem a poluição em até 25%. Os ônibus são adaptados pelas fabricantes para funcionar com este combustível, cujo custo ainda não é viável - seu litro é comprado a R$ 2,20, segundo as autoridades da Urbanização de Curitiba S.A. (Urbs), que administram o sistema. O prefeito Beto Richa aposta na viabilidade do projeto.
- É mais uma iniciativa pioneira de Curitiba. Na medida em que tivermos uma escala maior de ônibus movidos a biocombustível, o custo do produto vai baratear.
De acordo com os técnicos da Urbs, o desempenho dos motores movidos s biocombustível não diminui, ao contrário do que se poderia imaginar, o que não causa impacto no tempo de viagem. A prefeitura, que monopoliza a administração do sistema de transporte, pretende ainda, no futuro próximo, utilizar o combustível em todas os ônibus da região metropolitana.
A preocupação com o meio amiente segue com o projeto de instalação de uma usina de reciclagem de óleo de cozinha, que seria transformado, após separação da gordura vegetal da animal, em combustível. Curitiba descarta, em média, 400 mil litros de óleo de fritura por mês. Esta produção não tem tratamento adequado e é despejada in natura na rede de esgoto, e caba poluindo os rios da região.

READ MORE - Transporte: congresso em Curitiba destaca Linha Verde

Metrô em Juazeiro do Norte será inaugurado em novembro

As obras de construção das estações do metrô de superfície, que ligará as cidades de Crato e Juazeiro, deverão avançar para que a inauguração realmente ocorra no dia 24 de novembro. Esta data foi definida em Brasília, na última terça-feira, em reunião do governador Cid Gomes, com o ministro das Cidades, Márcio Fortes. O projeto do metrô do Cariri começou a ser desenvolvido no segundo semestre de 2005, ainda no governo de Lúcio Alcântara, com o objetivo de oferecer o transporte de passageiros sobre trilhos, ligando os dois municípios.Facilitar a movimentação entre as duas cidades está entre os objetivos para consolidar a formação da Região Metropolitana do Cariri. No processo de urbanização da região, Crato e Juazeiro são as cidades mais desenvolvidas. Serão inaugurados pelo governador Cid Gomes 13,6 quilômetros de extensão da linha e as nove estações ao longo do percurso. A previsão é que o metrô do Cariri tenha uma demanda inicial de cinco mil passageiros por dia. O projeto teve investimento em mais de R$ 25 mil. Uma das estações mais desenvolvidas é a do Crato, nas proximidades da antiga estação de trens do município.Mesmo com as obras avançadas, ainda está faltando a coberta e os funcionários afirmam que, para concluir os trabalhos no prazo previsto pelo governo, é necessário que seja redobrada a carga horária dos serviços.
READ MORE - Metrô em Juazeiro do Norte será inaugurado em novembro

No Rio, Justiça libera a circulação de 40 ônibus da Ocidental

Quarenta ônibus da Viação Oeste Ocidental voltarão a circular nesta quarta-feira por decisão da juíza Márcia Cunha, da 2ª Vara Empresarial da Capital. Dos 40 ônibus, 13 poderão trafegar pelas ruas da cidade só até a zero hora desta quinta-feira, quando vence a vistoria realizada pela Secretaria municipal de Transportes (SMTR). Os outros 27 circularão até o dia 1 de novembro e 1 de dezembro, de acordo com o número final da placa dos veículos.
Segundo a juíza, agentes do Grupo de Apoio aos Promotores (GAP) foram à garagem da empresa e verificaram as condições de segurança e documentação de alguns coletivos. Caso os veículos liberados voltem a apresentar qualquer problema de manutenção, eles serão recolhidos imediatamente, sob pena de multa já fixada em R$ 300 mil por dia e caracterização de crime de desobediência.
READ MORE - No Rio, Justiça libera a circulação de 40 ônibus da Ocidental

Autorização para circulação de táxis em corredores de ônibus é prorrogada em São Paulo

A secretaria Municipal de Transportes (SMT) de São Paulo prorrogou a autorização para que táxis com passageiros possam circular pelos corredores de ônibus da cidade. A decisão foi publicada no Diário Oficial nesta quarta-feira (20) e valerá até o fim do ano.
A SMT declarou que adota esta medida desde 2005 por considerar que o serviço de táxi contribui para a redução de congestionamentos. Para poder circular pelos corredores, os táxis, além de estar com passageiros, não podem ter vidros escurecidos, pois, de acordo com o órgão, eles dificultam a fiscalização. Pela mesma portaria, veículos de passeio poderão circular pelos corredores aos fins de semana, das 15h de sábado às 4h de segunda-feira; aos feriados, da meia noite às 4h, e durante a semana, das 23h às 4h.
Estão incluídos na autorização os corredores

  • Pirituba/Lapa/Centro
  • Inajar/Rio Branco/Centro
  • Campo Limpo/Rebouças/Centro
  • Santo Amaro/Nove de Julho/Centro
  • Jardim Ângela/Guarapiranga/Santo Amaro
  • Capelinha/Ibirapuera/Centro
  • Parelheiros/Rio Bonito/Santo Amaro
  • Itapecerica/João Dias/Centro e Paes de Barros.
READ MORE - Autorização para circulação de táxis em corredores de ônibus é prorrogada em São Paulo

Urbelândia: Nova linha do transporte coletivo é criada para atender o Jardim Célia

A nova linha estará disponível a partir do dia 1º de outubro e vai atender os moradores do bairro Jardim Célia com ônibus a cada 36 minutos, nos dias de semana. O veículo começa a rodar às 5h45 e para meia noite.
De acordo com o secretário Paulo Sérgio Ferreira, a linha foi criada para atender os moradores do bairro que receberam as casas no mês passado. "Um novo bairro foi criado e com isso uma nova demanda de transporte coletivo. Fizemos um estudo e criamos a linha para melhor atendê-los", destacou o secretário.
Hoje, os moradores têm a opção de pegar o ônibus A435, que faz o trajeto Douradinho – Terminal Planalto, a cada 1 hora. "Estamos empenhados por determinação do prefeito Odelmo Leão em melhorar e dar mais agilidade ao transporte coletivo em Uberlândia", destacou o secretário de Trânsito e Transportes, Paulo Sérgio Ferreira.
Para atender os moradores, a empresa Sorriso de Minas colocou um veículo novo e adaptado para pessoas com deficiência. "Não vamos tirar nenhum ônibus de outra linha. Estamos ampliando as linhas de ônibus", garante o secretário. Os ônibus da linha A435 continuam atendendo os moradores.
READ MORE - Urbelândia: Nova linha do transporte coletivo é criada para atender o Jardim Célia

Prefeitura tem de refazer licitação do transporte coletivo, decide Tribunal

O Tribunal de Contas (TC) do Estado de São Paulo determinou ontem que a Prefeitura de Mogi corrija o edital de licitação do transporte coletivo. A decisão foi tomada com base em representações protocoladas por duas empresas, Arclan Serviços, Transportes e Comércio e Empresa de Transportes Coletivos Novo Horizonte, que discordam principalmente do valor exigido como garantia. A Prefeitura terá de publicar um novo texto e reabrir o prazo para a oferta de propostas.A Arclan alega a que a fiança de 1% do valor do contrato de 15 anos (R$ 532,3 milhões) restringe o número de concorrentes, e que a jurisprudência existente diz que o cálculo deve ser baseado na receita operacional de 12 meses. Aponta ainda que um item do edital diz que a empresa deve ter 91 veículos, e outro, que devem ser 100. Contesta também a exigência de documentação relativa à comprovação da experiência técnico-operacional. Já a empresa Novo Horizonte também questiona o cálculo da garantia do valor do contrato.
READ MORE - Prefeitura tem de refazer licitação do transporte coletivo, decide Tribunal

Motoristas de ônibus de Campo Grande se vestem de pantaneiros

Chapéus e camisetas personalizadas fazem parte do figurino de 535 motoristas do transporte coletivo de Campo Grande. A idéia surgiu da parceria entre Assetur (Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano) e Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) em homenagear o homem pantaneiro, além de chamar a atenção da população para a Expo MS, a maior feira do agronegócio já realizada em Mato Grosso do Sul. O evento começa nesta sexta-feira (02) e segue até o dia 12 de outubro, época em que é comemorado o aniversário de Mato Grosso do Sul.
Chico Maia, presidente da Acrissul, comenta que a intenção é enaltecer a tradição dos trabalhadores rurais sul-mato-grossenses com suas vestimentas inigualáveis de homens simples e batalhadores. “Essa é a forma que encontramos de atrair o público para o nosso grande encontro do agronegócio e, acima de tudo, homenagear a quem tem total representatividade no principal fator econômico do nosso Estado”, completa Maia.
A iniciativa está chamando a atenção da população que se diz animada com a novidade. “Sou neto e filho de pequenos produtores rurais e fico muito contente com a iniciativa das Associações em homenagear quem faz parte da história do nosso Estado” comenta Carlos Henrique Soares, ressaltando ainda que não perderá esse grande evento que traz uma “manada” de conhecimentos, oportunidades de negócio e música de qualidade.
O diretor da Assetur, João Rezende Filho, estima que mais de 220 mil pessoas usarão o transporte coletivo diariamente para visitar a Feira e destaca ainda que “estamos honrados em fazer parte dessa grande festividade que resgata e valoriza a tradição sul-mato-grossense”.
READ MORE - Motoristas de ônibus de Campo Grande se vestem de pantaneiros

Idosos são desrespeitados em transporte público

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE, em 2007 foram registradas mais de 7 mil casos de agressão contra idosos. Os centros de saúde lideram o ranking com 70% dos casos. Em segundo lugar vem o setor de transporte público, com 20%. O aposentado José Couto diz que é preciso que os rodoviários tenham maior atenção com as pessoas da terceira idade.
“Todas as vezes que entro no ônibus, as pessoas fingem está dormindo. Peço para o cobrador pedir para a pessoa se levantar, mas eles se sentem coagidos”.
José Couto reclama ainda de propagandas e faixas colocadas na frente dos ônibus. É que este tipo de material prejudica a visibilidade das informações sobre a rota dos veículos. Isso faz com que eles percam o transporte ou peguem o ônibus errado.
Como forma de conscientizar motoristas e cobradores a respeitar os mais velhos, os rodoviários que atuam no transporte público aqui do DF vão participar de um treinamento sobre a prática do direito do idoso. A idéia surgiu de uma parceria entre o Conselho do Direito do Idoso com o Ministério Público do DF.
Segundo Janete Azevedo, palestrante do evento, diz que os rodoviários aprenderão a respeitar o uso das carteirinhas, ter paciência ao parar nas paradas de ônibus, observar se os acentos reservados estão sendo ocupados por jovens, além de alertar as penalidades que podem ser aplicadas caso haja algum tipo de constrangimento ou agressão.
Em caso de abuso físico ou moral, o idoso deve procurar o Centro de Valorização do Idoso (CVI), pelo telefone 0800 644 1401. O horário de funcionamento e das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira. A denúncia pode ser feita por qualquer pessoa.
READ MORE - Idosos são desrespeitados em transporte público

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960