Motoristas reduzem velocidade e número de acidentes fica menor em Curitiba

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Dados do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar e da Diretoria de Trânsito da Urbs, Urbanização de Curitiba S/A mostram que o motorista curitibano está reduzindo a velocidade e sendo mais cuidadoso no trânsito. Além da redução no número de acidentes e de infrações por excesso de velocidade, também a violência dos acidentes, a julgar pelos números, foi menor, com redução de 26,9% no total de feridos e de 37,7% no número de mortes no local nos primeiros sete meses deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Estes índices levam em conta o crescimento da frota - de 4,9% - no período.De janeiro a julho deste ano foram registrados 13.935 acidentes, cerca de 14,5% menos do que no mesmo período do ano passado, quando, com uma frota menor, foram registrados 15.548 acidentes. O número de feridos neste ano – 4.272 - ficou 26,9% abaixo do registrado no ano passado (5.571). E o total de mortes no local caiu de 52 no ano passado para 34 neste ano, o que dá uma redução de 37,7% considerando o aumento da frota que passou de 1.073.451 veículos para 1.125.866.A redução vem ocorrendo mês a mês. Em julho deste ano, em comparação com julho do ano passado, o número de acidentes (2.077) caiu 4% e não houve nenhuma morte no local do acidente. No ano passado, em julho, foram cinco mortes. Em junho do ano passado 12 pessoas morreram no local do acidente. Em junho deste ano houve uma morte no local do acidente.O número de infratores por excesso de velocidade também caiu em julho deste ano, na comparação com julho do ano passado, segundo dados da Diretoria de Trânsito (Diretran) da Urbs. No mês passado foram registrados, nos radares, 30.673 infratores, uma queda, levando em consideração o aumento da frota, de 5,6% com relação a julho do ano passado. O número de infrações registradas pelos agentes de trânsito em julho foi de 8.793, uma redução de 18,7% na comparação com junho, quando foram registradas 10.875 infrações.
READ MORE - Motoristas reduzem velocidade e número de acidentes fica menor em Curitiba

Nova fase do transporte coletivo em Urbelândia é apresentada

O secretário falou sobre os três lotes de operação para o transporte público local. Um deles, já em execução pela empresa Viação Sorriso de Minas, a qual possui 132 veículos em circulação, e os outros dois a serem executados, a partir de 30/8, pelas empresas Turilessa, com uma frota de 131 veículos, e São Miguel, com 132.Outro ponto destacado foi o fato de que Uberlândia terá 100% de sua frota de ônibus adaptados com elevadores e menos de um ano de uso. Segundo o secretário, esses ônibus já se encontram na cidade e vão ser operados pelos mesmos motoristas que já trabalhavam no transporte público local. “Vamos também rever todos os trajetos com as novas empresas a fim de adequar ainda mais o transporte às necessidades do usuário”, comentou Paulo Sérgio. Paulo Sérgio também citou os projetos desenvolvidos pela Secretaria, dentre eles, a implantação dos novos Corredores de Transporte; a revitalização dos Terminais; a nova Licitação GPS com computador embarcado; a nova Matriz de Transporte; Integração temporal, Projeto de integração modal – ônibus/bicicleta e o Plano de Mobilidade.O secretário ressaltou ainda que o momento é de transição e que é preciso paciência durante o processo de adaptação da cidade às novas operadoras.
READ MORE - Nova fase do transporte coletivo em Urbelândia é apresentada

Taboão da Serra recebe 15 novos ônibus adaptados para deficientes

No último dia 04, Taboão da Serra ampliou a sua frota de transporte público com mais 15 ônibus adaptados para deficientes físicos. Com os novos veículos, um terço da frota municipal atenderá aos deficientes, incluindo o cadeirante. Os ônibus foram fornecidos pelas Viações Pirajuçara e Fervima que atendem diariamente 60 mil passageiros, entre eles, dois mil deficientes. De acordo com a Lei Federal de Acessibilidade, em 2010 nenhum ônibus poderá ser construído sem equipamento de acessibilidade e em 2014 nenhum veículo poderá circular sem o equipamento.
Os novos carros possuem elevadores automáticos para o transporte de cadeiras de roda capazes de suportar até 250 quilos em plataforma elétrica, cintos e travas de segurança e espaço entre o corredor e as cadeiras adequados à movimentação dos demais passageiros.
Além de atender o deficiente, este novo investimento aumenta a opção de transporte da cidade, ampliando para 95 o número veículos que circulam apenas no município. Para o gerente de tráfego da Viação Pirajuçara, Ailton da Silva Pacheco o objetivo é melhorar cada vez mais a qualidade do transporte público na cidade. “Com isso, diminuímos o tempo de passagem entre um ônibus e outro e ampliamos os circulares de número 02, 04, 05, 06 e 09, que são os que apresentam maior demanda de passageiros”, afirma.
Transporte gratuito
Deficiente físico, mental, sensorial e idoso com mais de 65 anos andam de ônibus de graça em Taboão da Serra. Para solicitar a carteirinha de isenção de tarifa, basta comparecer ao Serviço Especializado em Reabilitação (SER). No local, estará disponível à população um médico que garantirá mais agilidade e eficiência no atendimento. Além da apresentação dos documentos pessoais, no caso dos deficientes é necessária uma avaliação médica realizada por um médico da Secretaria da Saúde.
READ MORE - Taboão da Serra recebe 15 novos ônibus adaptados para deficientes

Região oeste de Uberlândia ganha novos ônibus

Os novos ônibus somam-se aos 96 veículos da Sorriso de Minas já em circulação e garantem a melhoria no transporte em mais de 33% da rota total do município, área atendida pela empresa. “Com este crescimento, o atendimento à população nesta região será beneficiado com a melhor distribuição dos veículos e cumprimento dos horários pré-estabelecidos pelo órgão gestor para a circulação dos ônibus”, ressalta o diretor da Sorriso de Minas, Leandro Gulin.
Para atender à nova frota, a Sorriso de Minas também aumentou seu quadro de funcionários: 150 colaboradores, vindo das empresas que estão deixando o sistema SIT, foram contratados para garantir a eficiência na prestação do serviço.
Outro investimento da empresa foi em aprendizagem: um profissional especializado da Neobus esteve em Uberlândia para o treinamento de todos os 339 motoristas da empresa para os novos veículos, mais modernos.
Vencedora do lote três da licitação da Prefeitura Municipal de Uberlândia, a Sorriso de Minas é responsável pelas rotas urbanas da região oeste da cidade, que compreende os bairros Planalto, Mansour, Martins, Cidade Jardim, entre outros. A empresa venceu o processo licitatório e é concessionária do serviço na cidade até 2019.
READ MORE - Região oeste de Uberlândia ganha novos ônibus

Planaltina ganha 80 ônibus novos

Os usuários do transporte público em Planaltina tarão mais conforto e sergurança a partir desta segunda-feira. A Viplan, empresa que opera na cidade, será substituída pela Coopatram. Com isso, os 80 ônibus que circulavam no local também serão trocados por novos. Todos possuem elevador para portadores de necessidades especiais, limitador de velocidade e letreiro frontal digital.Esses veículos são resultado da licitação de 160 ônibus realizada em 2008. Além desses 80 veículo para Planaltina, Brazlândia já havia recebido 40, Gama 38 e Samambaia 12. Ao todo, 170 veículos entraram em operação.
Segundo o secretário de Transportes Alberto Fraga, os novos ônibus irão melhorar a vida de quem utiliza o transporte público na cidade. “Os ônibus com elevadores vão facilitar a locomoção dos portadores de necessidades especiais. A população de Planaltina poderá se deslocar com mais tranqüilidade e comodidade”, afirma Fraga.O objetivo do governo, atendendo o Programa Brasília Integrada, é licitar toda a frota de ônibus do Distrito Federal. Entre as ações desenvolvidas pela Secretaria de Transportes estão: substituição de 908 ônibus do Sistema de Transporte Público Coletivo, licitação concluída de 160 ônibus convencionais e 450 microônibus do Serviço Básico e licitação rural concluída de 47 novos veículos.
A frota atual do Distrito Federal é composta de 2.892 ônibus. Desses, mais de 50% possuem menos de dois anos de uso e 61% estão dentro da idade regulamentada por lei (máximo de sete anos). Já com acessibilidade universal a quantidade de veículos é de 555. “Estamos avançando rápido. Em janeiro de 2007, a idade média da frota era de 14 anos e hoje caiu para menos de cinco. Saímos de zero veículo com acessibilidade em 2007 para 475”, esclarece o diretor geral da DFTrans, Paulo Henrique Munhoz.
READ MORE - Planaltina ganha 80 ônibus novos

São Paulo: Só 30% de quem usa fretado segue viagem sobre trilhos

Menos da metade dos usuários de ônibus fretados passou a utilizar metrô ou trens da Companhia Paulista de Metropolitanos (CPTM), diferentemente do que havia previsto a Secretaria Municipal dos Transportes (SMT) antes de implementar restrições ao serviço. Dos 40 mil passageiros, calculava-se que 27,7 mil (69,2%) começariam a usar o transporte sobre trilhos, seja como único meio ou como complemento ao ônibus fretado, que desde 27 de julho não pode entrar em uma área de 70 km². No entanto, o próprio secretário Alexandre de Moraes admitiu ontem que somente 12 mil pessoas (30%) passaram para esses meios. "Nossos cálculos são de que 12 mil, no máximo 13 mil pessoas passaram a utilizar o Metrô e a CPTM. É um aumento insignificante na rede e por isso não provocou impacto", disse Moraes, respondendo a uma questão do deputado Orlando Morando (PSDB) sobre se houve superlotação no sistema, durante audiência na Assembleia Legislativa, para a qual foi convocado para prestar esclarecimentos.O secretário, no entanto, negou que o restante dos passageiros tenha migrado para os carros, um dos efeitos colaterais previstos por especialistas e anunciados por muitos usuários de fretados. "Essas pessoas passaram a utilizar o transporte coletivo urbano e muitas passaram a andar a pé, após descerem nos bolsões, uma vez que alguns estão perto dos centros empresariais", disse.
READ MORE - São Paulo: Só 30% de quem usa fretado segue viagem sobre trilhos

Frota de ônibus à base de soja começa a circular em Curitiba

Os seis primeiros ônibus do país a rodar apenas com biocombustível, sem mistura de óleo diesel, serão abastecidos nesta quinta-feira (27), pelo prefeito Beto Richa do projeto B100 (100% biocombustível), em Curitiba. A experiência inédita será feita com ônibus da Linha Verde que fazem o itinerário Pinheirinho - Carlos Gomes. Os ônibus serão abastecidos às 14h30, na garagem da Viação Cidade Sorriso, na Rua João Sikora, 201, bairro Umbará.O combustível que será usado nestes seis ônibus é feito à base de soja e, por não ter mistura de óleo mineral, é definido pelos técnicos como B 100.
O projeto começou a ser elaborado há dois anos por técnicos da Urbs e conta com a parceria da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, das empresas operadoras do transporte Viação Cidade Sorriso e Auto Viação Redentor; das montadoras Scania e Volvo, do Instituto Tecnológico do Paraná (Tecpar), e do Programa Brasileiro de Desenvolvimento Tecnológico e Combustíveis (Probiodiesel), empresa de fomento e pesquisa tecnológica.
READ MORE - Frota de ônibus à base de soja começa a circular em Curitiba

Ônibus intermunicipais serão equipados com câmeras de segurança no Rio

O Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) informou nesta quarta-feira (26) que todos os ônibus da frota intermunicipal do estado do Rio serão equipados com três câmeras. A medida tem como objetivo garantir maior segurança aos passageiros, além de facilitar a monitoração dos veículos pelo órgão. Os ônibus terão que se adequar à nova regra até março de 2010.
De acordo com o Detro, as câmeras serão instaladas nas partes interna e externa dos ônibus e vão transmitir as imagens para um sistema interligado às empresas de ônibus, ao Detro e à Secretaria estadual de Segurança.
Identificação em tempo real
“Este sistema de câmeras vem complementar o acompanhamento que já fazemos da frota por meio do GPS. Além de maior segurança para os passageiros, a medida permitirá a identificação, em tempo real, de possíveis infrações praticadas e descumprimento das normas estabelecidas pelo Detro com relação a horários, itinerários ou mesmo concessão de gratuidades, facilitando nossa ação fiscalizadora”, explicou João Cassimiro, diretor técnico do Detro. A assessoria de comunicação do Detro informou que a medida que obriga a instalação de câmeras nos ônibus será oficializada em até 30 dias. O órgão ainda não definiu o padrão das câmeras que será usado.
READ MORE - Ônibus intermunicipais serão equipados com câmeras de segurança no Rio

Vitória-ES: oito novos ônibus articulados

Oito novos ônibus articulados começaram a circular na linha 505 (Terminal Laranjeiras / Terminal Itacibá via Camburi – Beira Mar). Os veículos, com capacidade para transportar aproximadamente 130 passageiros, substituiram oito ônibus convencionais que transportavam, em média, 80 passageiros.
A medida irá ampliar a capacidade de atendimento da linha, que é utilizada por mais de 12 mil usuários e realiza 133 viagens, cada uma com itinerário de ida e volta, nos dias úteis, com intervalos de quarto minutos nos horários de pico.
Os novos veículos começaram a circular em caráter de teste, uma vez que diferem dos demais ônibus articulados do Sistema Transcol por possuírem outro tipo de motor e, além de mais distinções, por custarem aproximadamente a metade do valor dos utilizados atualmente.
As cidades de Curitiba (PR), Campinas (SP), Recife (PE) e Joinville (SC) já possuem esse tipo de veículo operando em seus sistemas.
Articulados
Em 2008, a Companhia de Transportes Urbanos da Grande Vitória (Ceturb-GV) iniciou um projeto de ampliação da frota de ônibus articulados, aumentando a capacidade de atendimento do Sistema Transcol, principalmente nos horários de pico.

A frota, que em fevereiro de 2008 era de 35 ônibus, atualmente é composta por 75 veículos, todos adaptados para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. Com a introdução dos novos carros, esse número subirá para 83.
READ MORE - Vitória-ES: oito novos ônibus articulados

Distrito Federal: Câmeras de monitoramento em ônibus serão instaladas em dez meses

A instalação das câmeras de monitoramento nos ônibus do DF começará a partir da assinatura do contrato, marcado para setembro. Serão instaladas 285 câmeras por mês, finalizando o processo em 10 meses. Nesta quinta-feira (27), foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal o nome do consórcio de três empresas que venceu a licitação com lance de R$ 8,8 milhões.
O consórcio fornecerá e instalará 2.850 kits com duas câmeras cada e uma unidade de gravação de vídeo digital (DVR). Também deverá fornecer configuração de programa de reprodução de imagens a ser instalado nos computadores da DFTrans.
O uso de câmeras de monitoramento tem como objetivo diminuir o número de assaltos a ônibus e micro-ônibus no Distrito Federal.
O propósito é instalá-las em todos os veículos Sistema de Transporte Público do Distrito Federal – STPC/DF.As cidades com maiores índices de assaltos a ônibus terão prioridade. Ceilândia, Samambaia, Itapoã e Santa Maria são as regiões com maiores índices de furtos e roubos em coletivos.
READ MORE - Distrito Federal: Câmeras de monitoramento em ônibus serão instaladas em dez meses

Detran apreende mais oito ônibus irregulares em Manaus

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM) aprendeu na manhã de hoje (26) mais oito ônibus do transporte coletivo de Manaus em situação irregular e reteve outros três. Desta vez, o alvo da fiscalização foram as garagens das empresas Tema e Eucatur, ambas na zona Leste de Manaus.
De acordo com a diretora-presidente do Detran-AM, Mônica Melo, entre as irregularidades verificadas nos ônibus apreendidos estão placas frias, lacres violados, pneus carecas, veículos sem placa, extintores de incêndio vencidos e placa clonada. A diretora informou que a retenção dos outros três veículos ocorreu porque alguns motoristas estavam dirigindo sem a carteira de habilitação.
- Detectamos irregularidades de toda natureza e cada fiscalização nos surpreendemos mais. Antes eram somente veículos com o licenciamento atrasado, hoje vemos ônibus em situação absurda, sem freio, com pneus carecas e até com placas clonadas e sem segurança para os usuários – disse.
Mônica explicou que a operação vai continuar e não tem prazo para acabar. Segundo ela, as fiscalizações ocorrerão sempre sem aviso e em dois horários, o primeiro, no início da manhã e o outro no final da tarde, ‘sempre nesses horários para não prejudicar os usuários que dependem do serviço’, disse.
Com as apreensões de hoje, o total de veículos irregulares apreendidos já chega a 47. A diretora informou, ainda, que um fato preocupante e que segundo ela mostra o descaso dos empresários com a população, é que as empresas não estão procurando o Dentran-AM para regularizar os veículos. Ela disse que os empresários não demonstram interesse em cuidar da manutenção dos veículos, colocando em risco a segurança da população.
- Isso mostra o descaso que os empresários têm com a população. A nossa preocupação não é nem tanto a questão documental, e sim a física, que coloca em risco a segurança dos usuários que diariamente utilizam os veículos em condições precárias.
READ MORE - Detran apreende mais oito ônibus irregulares em Manaus

Manaus: Audiência publica rediscute isenção de ICMS do transporte coletivo

O incentivo concedido pelo governo do Amazonas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) sobre o óleo diesel às empresas de transportes coletivos do Amazonas será tema de discussão, em audiência pública, em data ainda a ser definida pela mesa diretora da Assembleia Legislativa.A proposta, apresentada pelo deputado Marco Antônio Chico Preto (PMDB) foi aprovada ontem (26) pelo plenário. “A iniciativa tem o objetivo de permitir à Assembleia Legislativa, autora da aprovação do projeto que concedeu o ICMS sobre todo o combustível do transporte coletivo, garantir a redução máxima possível do custo da passagem de ônibus”, disse Chico Preto.
De acordo com ele, a prefeitura anunciou o aumento no preço da tarifa de R$ 2,25, decidida pela Justiça amazonense, e até agora não houveram recursos, por parte da Prefeitura de Manaus, de que seria contra.- Que fique claro, aqui, que nenhum é contra o incentivo.
O que queremos é manter a tarifa mais baixa possível. Não queremos ser feitos de 'lesos'. E isso pode acontecer se ficar provada que R$ 2,25 não é o menor preço que pode ser cobrado em função da isenção do ICMS - afirmou o parlamentar.
Chico Preto disse que até agora, ninguém do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros (Sinetram) e da Prefeitura foi convincente de que os R$ 2,25 é o menor valor que pode ser praticado. “Não podemos conviver com essa dúvida”, assegurou.
READ MORE - Manaus: Audiência publica rediscute isenção de ICMS do transporte coletivo

Fortaleza: ''Transfor'', programa que tenta ordenar o tráfego do transporte público continuam até o fim de 2010

Não adianta buzinar, xingar, perder a paciência. Os engarrafamentos e os transtornos, provocados pelo Programa de Transporte Urbano de Fortaleza (Transfor), continuam até dezembro de 2010. Esse é o prazo de finalização da segunda etapa do Transfor, que projeta a elaboração de dois corredores, ligando os bairros Siqueira e Conjunto Ceará ao Centro. A licitação para as novas obras deve começar no próximo mês, informa Daniel Lustosa, coordenador do Transfor. O programa é crucial para o ordenamento do transporte público da Capital e deve dar suporte ao trânsito local, pelos próximos 20 anos, sublinha Lustosa. Já a primeira etapa, ligando os bairros Antônio Bezerra e Papicu, também só terá fim no ano que vem. Nesse pacote, estão alargamentos, restaurações, construções de túnel e ciclovia, padronização de calçadas e ampliações de terminais de ônibus, iniciadas desde maio de 2008.
READ MORE - Fortaleza: ''Transfor'', programa que tenta ordenar o tráfego do transporte público continuam até o fim de 2010

Aracaju: População pode solicitar apreensão de ônibus mal conservados

Um dos veículo retirados de circulação estava com teto danificado, apresentando risco aos passageirosComo forma de assegurar a qualidade do serviço de transporte público, a Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), tem incentivado a participação popular, sobretudo no que diz respeito à fiscalização do estado de conservação da frota. A manutenção é de responsabilidade das empresas que integram o sistema e deve ser permanente.
Passageiros que identificarem irregularidades devem comunicar o fato à ouvidoria da SMTT - 3238-4646 - para que sejam tomadas as medidas cabíveis. Uma vez acionados, os fiscais verificam o ônibus e, quando necessário, apreendem o veículo, que é encaminhado ao pátio da SMTT.
Para serem liberados, a empresa responsável tem que pagar multa e resolver as pendências. Após a reforma, o ônibus é vistoriado e só com a aprovação dos fiscais podem voltar a circular. Somente este ano, com a colaboração da população, a SMTT já apreendeu mais de 30 veículos.

Exigências
Os ônibus devem sair da garagem todos os dias asseados e seguindo todas as normas de segurança. As exigências mínimas incluem pneus em bom estado, ausência de barulho excessivo, janelas, portas, bancos, janelas, teto e freios em perfeita ordem.
As empresas são sabedoras de suas obrigações e a Prefeitura de Aracaju está tomando todas as providências para exigir dos grupos que compõem o sistema de transporte coletivo público um real comprometimento com a sociedade. É inadmissível que veículos com cadeiras soltas, sem vidro para proteção, ferros pendurados sejam vistos com naturalidade pelas empresas. A SMTT está fazendo a sua parte e os empresários devem fazer a sua, afirma o superintendente da SMTT, Antônio Samarone.

Reclamações
De acordo com a assessoria de comunicação da SMTT, cerca de 70% das reclamações feitas ao órgão estão relacionadas à má conservação de parte da frota de ônibus que circula na cidade. A ouvidoria funciona de segunda a quinta-feira das 7 às 17 horas, e na sexta das 7 às 13 horas.
READ MORE - Aracaju: População pode solicitar apreensão de ônibus mal conservados

Três novas paradas de ônibus são entregues para a comunidade em Santa Cruz-RS

Uma delas está localizada no Km 128, em frente ao Hospitalzinho, no bairro Imigrante, e as outras duas estão no Distrito Industrial, no Km 132, uma em frente à Souza Cruz e a terceira em frente a empresa ATC.Os pontos para construção das paradas de ônibus foram definidos pela Prefeita Kelly Moraes, que ao passar pela rodovia percebeu a necessidade de oferecer mais conforto para os trabalhadores que utilizam o transporte coletivo urbano.
A obra foi executada pela equipe da Central de Serviços e o material de construção foi fornecido pela Secretaria Municipal de Obras e Viação.Com a fachada baseada na arquitetura enxaimel, as paradas tem 8m², com capacidade para 25 pessoas. As paradas foram concluídas no início de agosto e atendem principalmente os moradores que se deslocam dos bairros para o Distrito Industrial.
READ MORE - Três novas paradas de ônibus são entregues para a comunidade em Santa Cruz-RS

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960