Recife: Ônibus da Região Metropolitana entram em Greve nesta sexta-feira

quinta-feira, 25 de junho de 2009


Os motoristas e cobradores de ônibus vão paralisar suas atividades a partir da meia-noite desta quinta-feira (25). A decisão foi tomada em assembleia do sindicato da categoria no começo da noite. A classe não aceitou a proposta de reajuste de 4,47%, oferecida pelo sindicato das empresas de ônibus, e de 6%, proposta pelo mediador Mário César, da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE). Cobradores e motoristas reivindicam reajuste de 13,5% nos salários. Um número mínimo de ônibus deve circular pela Região Metropolitana, apesar da greve, mas o Sindicato dos Rodoviários não soube informar a quantidade.

ESQUEMA ESPECIAL
O Grande Recife Consórcio de Transporte afirmou, em nota oficial, que preparou um esquema de reforço emergencial de ônibus para dar suporte aos usuários. Equipes de fiscalização e programação estarão nas ruas no início da madrugada e permanecerão durante toda a sexta-feira (26), para identificar as linhas com maior demanda. Essas linahs receberão ônibus que circulariam por linhas com menor quantidade de passageiros. O esquema será mantido até o final da greve.O Grande Recife informou, ainda, que contará com o apoio da Polícia Militar de Pernambuco para garantir a segurança dos operadores (motoristas, cobradores e fiscais) que optarem por não aderir à greve e se apresentarem para trabalhar, além dos usuários que irão utilizar o Sistema de Transporte Público de Passageiros.
READ MORE - Recife: Ônibus da Região Metropolitana entram em Greve nesta sexta-feira

Curitiba: Em cinco anos, frota da RIT recebe 1.120 novos ônibus

Desde 2005, a Rede Integrada de Transporte (RIT) recebeu 928 novos ônibus, para renovação ou ampliação da frota. Até o fim deste ano, mais 192 novos ônibus entrarão em circulação, num total de 1.120 novos ônibus em cinco anos. "Novos ônibus dão mais segurança e conforto aos passageiros", diz o prefeito Beto Richa. A frota da RIT tem 1.910 ônibus.
Os novos ônibus têm motores eletrônicos Euro 3, tecnologia que reduz em 60% a emissão de poluentes resultantes da queima de combustível em relação aos motores da versão Euro 1. Essa tecnologia impede a queima total do combustível; a tecnologia Euro 3 faz a queima quase completa do diesel e reduz à metade a sobra do material tóxico eliminado na forma de fumaça e fuligem.
Com os 1.120 novos ônibus, de 2005 ao fim de 2009 a RIT deixa de emitir para a atmosfera 2.787 toneladas de gases tóxicos. "Modernizando a nossa frota, também investimos na sustentabilidade do meio ambiente e na qualidade de vida para os curitibanos", diz Richa. "Menos poluição representa melhor qualidade do ar para os curitibanos e preservação do meio ambiente."
A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que a concentração de material particulado na atmosfera não ultrapasse os 50 microgramas por metro cúbico. Os órgãos ambientais brasileiros têm como parâmetro 150 microgramas por metro cúbico, com base em uma resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama). Mesmo em exposições de curta duração, há pessoas que podem sentir cansaço, tosse seca, irritação nos olhos, no nariz e na garganta como efeitos da alta concentração da poluição.
De acordo com o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), que realiza o monitoramento diário da qualidade do ar da cidade, os índices de Curitiba estão dentro dos padrões determinados pela legislação brasileira. Ou seja, a qualidade do ar é boa ou regular.

READ MORE - Curitiba: Em cinco anos, frota da RIT recebe 1.120 novos ônibus

Novos ônibus do transporte coletivo de Cubatão


Apresentada nesta quinta-feira na capital paulista, a nova frota de transporte público de Cubatão é composta inicialmente por 40 ônibus convencionais e três microônibus, sendo nove veículos com adaptação (elevador) para cadeirantes (outros três veículos adaptados devem chegar em breve, em meio à ampliação dessa frota, que já está prevista pela empresa Bom Jesus).
Os veículos são todos zero quilômetro, com todos os bancos estofados, câmera de segurança, usando motor eletrônico dianteiro movido a diesel, chassis Volkswagen 17230 e carroceria Comil Svelto, que se destaca pelas características de ergonomia aperfeiçoada, facilitando também a manutenção (detalhes em http://www.comilonibus.com.br/). Além de serem adequados ao trânsito urbano, mesmo em condições severas, os veículos apresentam baixo consumo de combustível, segundo os fabricantes.
Por serem mais compridos que os veículos até então em circulação no município, os novos ônibus oferecem mais conforto, pelo maior espaço entre os assentos, mesmo mantendo o número de passageiros sentados.
Em Cubatão - Para que o público tenha um primeiro contato com os novos ônibus que começam a circular em Cubatão no próximo domingo (28/6), ocorre nesta sexta-feira uma apresentação da frota na esplanada do Paço Municipal: às 9 horas, todos os 43 ônibus da empresa Bom Jesus passarão pela Praça dos Emancipadores e imediações, e cerca de dez deles permanecerão no local até as 10 horas, quando haverá a apresentação oficial. Em seguida, um dos veículos deverá ficar em exposição na praça e os demais percorrerão vias da cidade, compreendendo a Avenida Nove de Abril, Jardim Casqueiro, Ilha Caraguatá, Vila Esperança e Vila Natal, para que autoridades e convidados conheçam os novos equipamentos, bem como os motoristas e cobradores.
READ MORE - Novos ônibus do transporte coletivo de Cubatão

Campo Grande: Nelsinho não admite nem discutir a redução do passe estudantil


O prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) disse que enquanto estiver administrando Campo Grande não aceita discutir mudanças na lei do Passe do Estudante para reduzir número de beneficiados que utilizam diariamente o transporte coletivo para deslocamentos até a instituição de ensino. “Trata-se de uma conquista dos nossos jovens e que precisa ser mantida a qualquer custo".
O prefeito não disse nada sobre o município subsidiar o benefício, sugestão feita pelos promotores Regina Dornte Broch e Luiz Eduardo Lemos de Almeida, em reunião na Câmara de Vereadores dia 22, para discutir o assunto. Os promotores deram prazo de 15 dias para se achar uma solução que resulte na redução do preço da tarifa de ônibus em Campo Grande, hoje fixada em R$ 2,50, a mais cara do País.
Ao fazer a defesa dos estudantes, Nelsinho disse que "é preciso, primeiro, observar as demais categorias que igualmente viajam de graça no transporte coletivo da Capital e que, na prática, reúnem todas as condições para pagar a tarifa, como fazem milhares de trabalhadores diariamente". O prefeito não nominou, mas além dos estudantes, podem circular de graça nos ônibus os idosos, deficientes, carteiros, militares, oficiais de justiça e presidentes de associação de moradores.
Porém, Nelsinho deixa claro que esta discussão deve passar pela Câmara Municipal, que aprovou as leis de gratuidade. “Estamos abertos para o debate franco, transparente e objetivo e somos favoráveis à redução de algumas gratuidades, menos a dos estudantes”, sintetiza.
READ MORE - Campo Grande: Nelsinho não admite nem discutir a redução do passe estudantil

Recife: Ônibus podem parar a partir da meia-noite


O primeiro dia útil após o feriado deve ser de expectativa para quem depende de transporte público na Região do Recife. Além da greve dos funcionários do metrô, motoristas e cobradores de ônibus decidem hoje se também vão cruzar os braços. Eles se reúnem às 15h na sede da Delegacia do Ministério do Trabalho. No encontro, o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários vai apresentar o índice de reajuste de 13,5% para os empresários, que se negam a conceder qualquer aumento. Caso não haja acordo, a categoria começa uma paralisação a partir da meia-noite. O Metrorec opera em regime emergencial, apenas nos horários de pico, das 5h às 8h30 e das 16h30 às 20h, na linha Centro. As linhas Sul e Diesel ficarão fechadas. Cerca de 215 mil pessoas utilizam o metrô diariamente.

As negociações para o reajuste salarial dos 15 mil empregados de coletivos começaram no mês passado, mas só devem ser encerradas no próximo mês, quando ocorre o dissídio da categoria. Os profissionais rodoviários não abrem mão do percentual de inflação e explicam que o índice reivindicado este ano é 1,12% maior do que o valor pedido em 2008. Além do reajuste salarial, o Sindicato dos Rodoviários reivindica ainda o aumento do tíquete-refeição e do pagamento da hora extra de 50% para 100%. A categoria, que definiu as exigências numa reunião no dia 13 de maio, chegou a esse índice de reajuste levando em consideração o percentual de 8% do INPC, 3,5% de produtividade e 2% restantes em ganhos reais. Embora o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros no Estado de Pernambuco (Setrans-PE) ainda não ter sido comunicado oficialmente a respeito das reivindicações, os donos de empresas afirmam que o índice de 13,5% é um cálculo equivocado e está acima da média do conquistado em todo o Brasil.

Preocupado com a possível paralisação dos ônibus, o presidente do Grande Recife Consórcio de Transporte, Dilson Peixoto, espera que o bom senso prevaleça entre as empresas e os funcionários. "Estamos num momento já delicadopara o transporte público com a greve do metrô. Se os ônibus pararem de circular também teremos ainda mais dificuldade. Esperamos que haja um acordo", disse. Dilson Peixoto tentou ainda acalmar os usuários de transporte coletivo, dizendo que independentemente do movimento grevista, não haverá reajuste tarifário dos ônibus. "A decisão do governo do estado é de que as passagens só aumentam uma vez por ano, sempre em janeiro. Este ano já tivemos uma majoração de 6,14%. Os passageiros podem ficar tranquilos", garantiu.
READ MORE - Recife: Ônibus podem parar a partir da meia-noite

Natal: Usuários se apertam nos alternativos com a greve dos ônibus


As paradas de ônibus de Natal e Região Metropolitana já amanheceram lotadas hoje (23). Na avenida Maria Lacerda, em Nova Parnamirim, alguns passageiros chegaram aos pontos de ônibus antes das 6h e até as 7h nenhum ônibus havia passado. As 95 linhas que fazem o itinerário em Natal estão comprometidas por causa da greve dos rodoviários.

Os alternativos não dão conta de receber toda a demanda de passageiros. Os poucos que passam, já vêm totalmente cheios das paradas anteriores e alguns não chegam nem a parar por causa da lotação. A estudante Williane Silva chegou na parada da Passareda de Neópolis, em plena BR-101, às 05:40 da manhã para estar no Colégio das Neves antes de começar as aulas. Até este momento, entretanto, nenhum ônibus que faz a linha Alecrim passou pelo local e a estudante teme perder a prova.

Teve até um príncipio de protesto em Igapó. Revoltados a demora dos ônibus, a população queria fechar a pote, no trecho zona Norte-Centro. Uma pessoa chegou a ficar no meio da avenida, mas foi retirada para evitar acidente. "A gente tem que protestar, esse povo faz o que quer com a população porque ninguém faz nada", reclamou o ASG, Lenildo Alves Vieira. A tentativa de prostesto não atrapalhou o trânsito no local, que permaneceu lento, mas sem congestionamento.
READ MORE - Natal: Usuários se apertam nos alternativos com a greve dos ônibus

Urbelândia - MG: PMU define vencedoras de licitação do transporte


A novela de três anos e meio começa a ter o seu final.” Foi com esta frase, em meio a um clima de brincadeira e alívio, que o prefeito Odelmo Leão anunciou ontem as duas concessionárias que vão explorar os lotes 2 e 3 do transporte público de Uberlândia pelos próximos dez anos. A Viação Cidade Sorriso Ltda., cuja filial no Município é a Sorriso de Minas, alcançou a pontuação máxima prevista no edital, 360 pontos, e permanecerá à frente do lote 3. A Transporte Urbano São Miguel de Resende Ltda. somou a mesma pontuação e ficou com o lote 2, que hoje é operado pela Transcol.

Novidade
A frota das duas empresas vencedoras será toda equipada com elevadores para facilitar o embarque e desembarque de passageiros usuários de cadeiras de rodas. “Além disso, são carros que têm 13,20 m de comprimento, maior que os atuais que têm 11 m; isso vai aumentar a capacidade de 70 passageiros para 90 e com conforto”, disse o secretário de Trânsito e Transportes, Paulo Sérgio Ferreira. Outra novidade será o monitoramento da frota. “Hoje eu tenho um ônibus monitorado com uma câmera. Na semana que vem terei mais um com quatro câmeras e logo toda a frota será monitorada, um investimento de R$ 260 mil que faremos, mesmo não estando previsto no edital, para oferecemos um serviço também com segurança”, disse o gerente-geral da Sorriso de Minas, Leandro Gulin. “A nossa frota também será 100% monitorada”, afirmou o diretor da São Miguel, João Duarte Alvarenga.A Viação Cidade Sorriso Ltda., conforme Gulin, tem sede em Curitiba (PR) e está no mercado há 60 anos. Atua nas cidades paranaenses de Curitiba, Paranaguá, Cascavel e Santa Tereza do Oeste e ainda em Porto Seguro e Itabuna, na Bahia. Com sede em Belo Horizonte, a Transporte Urbano São Miguel de Resende Ltda., segundo Alvarenga, está no mercado há 59 anos e presta serviço em Resende, no Rio de Janeiro, Lafaiete, Juiz de Fora, ambas em Minas, Itabuna e Ilhéus, na Bahia, e São Luís do Maranhão.
READ MORE - Urbelândia - MG: PMU define vencedoras de licitação do transporte

Projeto proíbe ônibus com motor dianteiro em Cuiabá


A aquisição de ônibus com motor dianteiro deve ser proibida pelo Sistema de Transporte Coletivo de Cuiabá. Esse tipo de veículos já existentes na frota deverá ser substituído, gradativamente, por outros com motor traseiro ou central, observado o limite de uso da frota. A proposta é do vereador Ivan Evangelista (PPS) e está em apreciação na Câmara de Vereadores da Capital. Ao justificar sua iniciativa, o parlamentar socialista argumenta que a idéia é melhorar as condições de trabalho dos motoristas e cobradores. Segundo ele, a utilização de veículos de transporte coletivo com o motor dianteiro há muito é considerada inadequada, diante das condições insalubres de trabalho que produzem. Afinal, uma das principais causas de desconforto para motoristas, cobradores e passageiros é a posição do motor que, em número significativo de coletivos, ainda é à frente do veículo.“Devido à exposição a ruídos ensurdecedores, temperaturas elevadas e gases de combustão, grande parte dos trabalhadores tem sérios problemas de saúde, como deficiência auditiva, estresse e distúrbios circulatórios", ressalta Ivan. “Além dos trabalhadores, deve-se destacar que os passageiros também sofrem com o desconforto da poluição sonora provocada no interior do veículo por esse modelo de ônibus”. Outras capitais - A proibição da aquisição de veículos com motores dianteiros já ocorrem em outras capitais brasileiras. Ivan cita como exemplo a capital mineira, Belo Horizonte, que desde 2004 não se permite a renovação da frota com ônibus desse tipo.

Opinião do Blog: ''Os veículos novos de hoje são totalmente confortaveis também para os motoristas, visto que eles são silenciosos e com mais qualidades, sem falar que o motor traseiro faz com que o veículo perca força principalmente em ladeiras, acho uma proposta fraca que não trás nada de melhoria para os trabalhadores nem tão pouco para os Passageiros, achamos que os vereadores tem que se preocuparem é o preço das passagens e qualidade nos serviços prestados''.
READ MORE - Projeto proíbe ônibus com motor dianteiro em Cuiabá

Veículo coletivo deve ter vaga para obeso e pessoa baixa


Até 2013, todos os veículos de transporte brasileiros, novos ou usados, deverão ter assentos preferenciais para portadores de deficiência física, idosos, obesos e pessoas de baixa estatura. Além disso, deve haver rampas e elevadores para cadeirantes. Para os portadores de deficiência visual, os veículos precisarão ter espaços liberados ao lado dos assentos para os cães-guia. Criadas pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), em conjunto com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), as normas foram lançadas ontem em Brasília.A nova regulamentação atende às medidas propostas no decreto de 2004 que estabeleceu normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida - 24,5 milhões, segundo o Censo 2000 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Pela norma, os ônibus urbanos fabricados a partir de 1996 devem estar adaptados até julho. Para os interestaduais, o prazo vai até junho do próximo ano. As embarcações podem ser adaptadas até janeiro de 2013. Para os meios de transportes novos, o tempo limite de adaptação é até 2011.
READ MORE - Veículo coletivo deve ter vaga para obeso e pessoa baixa

Campo Grande: MPT briga em Brasília pela volta dos cobradores

Após ser considerada improcedente em duas instâncias, uma ação movida pelo MPT (Ministério Público do Trabalho) tramita no TST (Tribunal Superior do Trabalho) para que as empresas de ônibus de Campo Grande mantenham os cobradores de ônibus. Em 2007, quando foi adotado o cartão eletrônico e os profissionais acabaram remanejados ou demitidos, o MPT ingressou com ação na Justiça do Trabalho.
Segundo o procurador do Trabalho, responsável pela ação, Odracir Juares Hecht, em Campo Grande já ficou comprovada que a atividade dos motoristas do transporte coletivo tem sido estressante e arriscada desde o momento que os cobradores começaram a ser retirados da função em algumas linhas.
“Ouvimos 75 usuários e 100% disseram que preferiam o serviço com o cobrador. A Prefeitura não devia aceitar isso”, diz Hecht.
Na Capital, a situação nos horários de pico exige o apoio do profissional para que haja segurança, diz. “O motorista já tem dificuldade para dirigir o veículo de grande porte, ainda cuidar do troco e da segurança dos passageiros? E ainda, se parar, atrasa é multado e ainda tem a multada repassada pela Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito)”.
A base de sustentação para o argumento do procurador é a Lei Municipal que regulamenta o transporte público. Conforme Hecht, o que tem que ser priorizada é uma situação que garanta maior conforto aos usuários.
O argumento das empresas de ônibus é de que o uso do cartão tem sido prática em várias cidades e países e que a modernidade exige a substituição do cobrador. Sobre isso, o procurador abre um parêntese: “na Europa, o passe é comprado e o passageiro sobe e desce do ônibus quantas vezes quiser. Se o fiscal passar e pedir o cartão e o passageiro não tiver, tem que pagar uma multa. Sem falar que lá os ônibus são bem mais vazios”.
READ MORE - Campo Grande: MPT briga em Brasília pela volta dos cobradores

Cuiába: SMTU altera linhas de ônibus


A partir desta quarta (24.06) algumas linhas do transporte coletivo de Cuiabá passarão por mudanças, de acordo com Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTU).
O objetivo da secretaria, com tais alterações, é promover a melhoria do transporte coletivo na capital mato-grossense. Com as mudanças a linha 400 Morada dos Nobres/Despraiado (Via Boa Vista) será extinta e em seu lugar será criada a linha 225 Altos da Boa Vista/Centro (Via Despraiado), para atender os moradores do bairro Altos da Boa Vista.
Outra linha a ser extinta é a 401 Santa Cruz/Despraiado. Já a linha 405 Santa Cruz/Centro permanecerá funcionando normalmente, inclusive aos finais de semana e feriados.
Os moradores do Residencial Costa Marques, a partir de amanhã, passarão a ser atendidos pela linha 501 Santa Laura/Centro.
READ MORE - Cuiába: SMTU altera linhas de ônibus

Santos: CET orienta motoristas no corredor de ônibus


O primeiro dia de implantação do corredor de ônibus na Avenida Ana Costa, no sentido Praia-Centro, transcorreu sem problemas em Santos. Não há uma estimativa oficial, mas, segundo os motoristas dos coletivos, o ganho de tempo na viagem foi de cerca de cinco minutos.
Por enquanto, a fiscalização tem caráter educativo e não há multa. De segunda a sexta-feira, entre 6 e 9 horas, nenhum outro veículo poderá trafegar ou estacionar dentro da faixa (entre Praça da Independência até a Rua Júlio de Mesquita), para permitir que os ônibus tenham um deslocamento rápido, e que o tempo das viagens dos passageiros seja menor.
Alguns veículos estavam estacionados irregularmente e foram orientados pelos agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) com um folheto de explicação. Durante as três horas de vigência, 100 ônibus passaram pelo corredor pela manhã.
Embarque e conversões
O presidente da CET, Rogério Crantschaninov, explica que é permitido o rápido embarque e desembarque de passageiros na faixa, e que os agentes já foram orientados, principalmente no caso dos cadeirantes ou em situações extremas.
Outra dúvida é em relação à conversão. Por exemplo, para entrar na Rua Carvalho de Mendonça, o motorista deve sinalizar com o pisca e esperar o trecho, de faixa não fracionada, para entrar.
Já as operações de carga e descarga na porta dos estabelecimentos bem como mudanças em imóveis situados na faixa exclusiva só poderão ser realizadas depois das 9 horas.
Após a fase de orientação, em vigor por tempo indeterminado, os motoristas que invadirem a faixa dos ônibus nos horários de funcionamento poderão ser autuados e terem seus veículos removidos do local. No caso de estacionamento irregular, a infração é de natureza média, com multa de R$ 85,13 e quatro pontos na CNH. A infração será de natureza leve, com multa de R$ 53,21 e três pontos na CNH se o veículo for flagrado pela fiscalização trafegando pelo espaço destinado aos ônibus.
READ MORE - Santos: CET orienta motoristas no corredor de ônibus

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960