Motoristas e cobradores ameaçam entrar em greve na Grande Florianópolis

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Motoristas e cobradores ameaçam entrar em greve na Grande Florianópolis até o fim de 2009. A informação é do secretário de comunicação do Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo da Grande Florianópolis (Sintraturb), Antônio Carlos Martins. A categoria prevê nova greve até o Natal e inclusive paralisações relâmpago pela manutenção de cerca de 1,1 mil cobradores de ônibus nos cargos caso não haja acordo sobre a participação nos lucros. Os trabalhadores também reclamam da diminuição dos horários de ônibus na Capital.
Segundo o presidente do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Florianópolis (Setuf), Waldir Gomes da Silva, a participação dos trabalhadores nos lucros está sendo discutida com o Ministério Público, e as empresas buscam se adequar à lei federal. Em relação às demissões, Silva diz que, conforme decreto assinado pelo prefeito Dário Berger em 2008, nenhum cobrador de ônibus seria demitido.
A respeito da diminuição na oferta de horários de ônibus em outubro, o vice-prefeito e secretário de Transportes de Florianópolis, João Batista Nunes, disse na época que as mudanças foram necessárias e que, tecnicamente, há um excesso de linhas de ônibus na cidade com baixa demanda, o que causaria o custo elevado da tarifa.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960