Usuários reclamam da retirada de duas linhas de ônibus na Grande Recife

terça-feira, 25 de agosto de 2009


Moradores de Pau Amarelo e Nossa Senhora do Ó, em Paulista, devem ir à promotoria do município esta tarde. Eles vão reivindicar na Justiça a decisão do Grande Recife Consórcio de Transporte, que retirou duas linhas de ônibus do terminal de Pau Amarelo. De acordo com o aposentado Givanildo de Souza, 62 anos, as linhas Pau Amarelo/Conde da Boa Vista e radial Pau Amarelo não partem mais do local. “Para ir até à cidade é preciso se dirigir até o novo terminal ou à PE-001”, contou.
Ainda segundo o morador, as linhas extintas fazem falta e atrapalhou a vida de muitas famílias. “Minha mulher faz faculdade à noite e foi prejudicada. Antes ela pegava apenas um ônibus para voltar e descia na porta de casa. Agora, ela tem que descer no novo terminal e pegar outro coletivo. Ela chega quase meia noite, todo dia”, declarou.
Quem também não estava satisfeita com a mudança foi a funcionária pública Josilene Assunção, 44. Ela reclamou da demora na hora da troca de coletivo. “Quando eu pegava apenas um ônibus já gastava uma hora e meia para chegar ao trabalho, no Cais do Apolo, no Recife. Agora em diante, vou ter que acordar mais cedo para poder o ônibus rápido e não chegar atrasada”, afirmou.
A população disse que o Grande Recife avisou sobre as mudanças na véspera da inauguração do Terminal Integrado. “Eles colaram alguns cartazes nas paredes do terminal de Pau Amarelo na última sexta-feira. Não deu tempo ninguém se programar”, lembrou Givanildo.
De acordo com o gerente de fiscalização do Grande Recife, Mário Sérgio, todas as medidas foram feitas com o apoio da comunidade. “Ficou acertado que a linha Pau Amarelo/Conde da Boa Vista seria extinta. No lugar dela, foi criada a linha Paulista/Conde da Boa Vista, que sai do novo terminal. Já a linha radial Pau Amarelo foi desviada para a PE-001”, explicou.
O gerente de fiscalização acrescentou ainda que o usuário que sai do Terminal de Pau Amarelo para o sistema integrado paga apenas uma passagem. “Eles tiveram um ganho tarifário. Antes eles pagavam duas passagens anel ‘B’, para ir e voltar. Com a mudança, eles pagam uma tarifa ‘B’ e uma ‘A’”, lembrou.

1 comentários:

Tudo Para MP4 disse...

Fui para Jd. Paulista como estava acostumado a fazer indo pela integração da macaxeira!
Pra minha supresa não tinha mas a linha que fazia o percuso! tive de ir para o novo terminla ir para PE 15 para pegar o coletivo para meu destino!.

Deveria criar novas linhas e não acabar com as existentes! é pra dar mais opções! ou querem que a gente passe mais tempo nos coletivos, para fazer a propagando que só paga uma passagem!!

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960