Por que em vez de carros, governo não incentiva o transporte coletivo?

terça-feira, 9 de junho de 2009


Foi comemorado ontem o Dia Mundial do Meio Ambiente. Criado pela ONU em 1972, a data ganha cada vez mais a adesão da sociedade. Afinal, o planeta já sofre as consequências do efeito estufa, do aquecimento global e das mudanças climáticas. Isso sem falar em outras questões ambientais que, por muitos anos, foram deixadas de lado, como o uso racional da água e os bolsões de lixo.É verdade que vem sendo estabelecida uma consciência internacional sobre o assunto. Mas as pesquisas indicam que muito pouco ainda se faz pela preservação da Terra. Você sabia, por exemplo, que apenas 2% de todo o lixo produzido no Brasil é reciclado? E que o País é o quatro maior emissor de CO2 do mundo?Sem dúvida, mudanças estruturais em favor do meio ambiente dependem de políticas públicas. Face à crise internacional, uma das primeiras medidas tomadas pelo governo brasileiro foi a redução do IPI dos carros particulares. Do ponto de vista econômico, uma decisão acertada. E do ponto de vista ecológico? Foi uma atitude consequente? Por que não diminuir também o IPI sobre os transportes públicos?Bem, façamos o que nos cabe. E, nesse sentido, podemos fazer muito. De um lado, exigir a formulação de políticas públicas coerentes. De outro, economizar água, evitar as sacolas plásticas, separar o lixo, guardar o carro na garagem e consumir menos.Está comprovado: o consumo exagerado é um dos principais inimigos do meio ambiente. Nos limites ecológicos do mundo de hoje, o consumo tem que ser repensado, tem que ser consciente, assim como o papel da propaganda.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960