TV Globo quer levar programação ao transporte coletivo

terça-feira, 14 de abril de 2009


A TV Globo anunciou na última quinta, 9/4 no Rio de Janeiro, que vai explorar a transmissão digital de seu sinal em veículos do transporte público de São Paulo. O projeto foi apresentado em evento da nova programação da Rede Globo para 2009 e segundo o diretor da central de programação da emissora, Roberto Buzzoni, faz parte da estratégia de popularizar a tv digital no país.A transmissão digital para o transporte urbano deve chegar à alguns ônibus, carros de metrô, táxis e vagões de trens metropolitanos no segundo semestre de 2009, quando serão instalados monitores e antenas receptoras especialmente desenvolvidos para as situações a que ficarão expostos. Os primeiros testes devem acontecer com ônibus que circulam na cidade de São Paulo, nas linhas que passam pela avenida Luis Carlos Berrini, uma das sedes da Globo na capital paulista.A idéia da emissora é adaptar seus programas para a recepção em veículos de transporte em massa e em telas pequenas, no caso dos celulares. O programa Vídeo Show que estréia nova versão nesta segunda-feira, é o primeiro a apresentar tais adaptações.Além dos monitores instalados, a presença da tv no dia a dia do paulistano deve aumentar ainda mais com a popularização dos celulares que recebem TV Digital. Operadoras como Vivo e Claro confirmam que em maio terão promoções com aparelhos capazes de receber o sinal. O investimento da TV Globo neste sentido é de US$ 100 milhões. Para o diretor da emissora, Octavio Florisbal, o foco é fortalecer a tv aberta. “Queremos atingir outras mídias e aguçar no telespectador a vontade de voltar a assistir televisão”, define.Para a implantação do sinal de tv no transporte coletivo, a emissora deve esbarrar em problemas como a qualidade do áudio e a privacidade do usuário. Hoje o Metrô de São Paulo já disponibiliza um sistema interno de tv para os usuários. A TV Minuto não transmite áudio, apenas imagens de paisagens, informações aos usuários, dicas e curiosidades. Railbuss conversou por telefone com Ricardo Brebal, engenheiro de sistemas de áudio em Osasco, que entre suas atividades já participou da implantação de sistemas parecidos em veículos utilizados em linhas turísticas. Ricardo falou da dimensão do desafio. "Veículos de transporte em massa apresentam grande nível de ruído que interferem na recepção do som pelo usuário. E ainda, a privacidade de cada passageiro deve ser respeitada, alguns preferem conversar, outros aproveitam para descansar, não querem saber da tv. Em veículos de viagens de longa duração o uso de fones independentes seria uma alternativa, mas em veículos de transporte urbano não seria uma boa solução pelo número de passageiros e a grande rotatividade de pessoas, além do custo ser inviável. É um grande desafio". Desafio que a Globo assume existir, mas que não revela de que forma irá superá-lo. É esperar para ver.A expectativa da TV Globo é que o número de telespectadores aumente em pelo menos 160 mil pessoas na Grande São Paulo. Para 2010 estão previstos investimentos na adaptação de produções da GloboFilmes para este projeto.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960