Torcidas causam prejuízos e provocam terror em Natal

segunda-feira, 27 de abril de 2009


Em Natal, o sentimento de torcer por um clube ou defendê-lo tem ganhado ares de guerra, principalmente em dias de jogos envolvendo ABC e América. Mesmo com o esforço do Ministério Público e das autoridades da Segurança Pública em coibir a violência e controlar a ação dessas pessoas, percebe-se que esses indivíduos têm o sentimento de “proteção”, uma vez que punições mais severas ainda não foram aplicadas naqueles que transgridem a lei.Muitas vezes, antes de clássicos são realizadas reuniões com a presença dos líderes de torcidas e todo um “acordo de paz” é feito entre as torcidas e a polícia monta um grande esquema com policiais espalhados nas vias de acesso ao estádio.Contudo, antes mesmo da chegada ao estádio, já começa o “clima de terror” promovido nas principais vias de acesso à praça de esportes, nesse caso o Machadão, e nos transportes coletivos da capital.As empresas de transporte coletivo da cidade têm sofrido prejuízos recorrentes em dias de clássicos. O mais recente aconteceu no dia 2 de abril, quando um ônibus da linha 51 foi atingido por pedras arremessadas por supostos integrantes de torcidas organizadas.Não bastasse o prejuízo com vidros quebrados e lataria amassada, os passageiros ficaram bastante nervosos. Alguns, inclusive, com crise de choro. O caso foi registrado na delegacia de plantão.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960