Lula pede que prefeitos 'reduzam' tarifas do transporte público

sábado, 18 de abril de 2009


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em encontro com a nova diretoria da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), na noite de quinta-feira, solicitou que os líderes municipalistas retomem as discussões para a redução dos preços das tarifas de transporte público nas capitais e nos principais aglomerados urbanos do país. Já os prefeitos pediram a sanção presidencial para o projeto que limite os gastos com o pagamento de precatórios em percentuais que podem variar entre 0,6% e 1,4% das Receitas Correntes Líquidas (RCLs) e o alongamento das dívidas previdenciárias.A FNP, segundo os prefeitos de Vitória e de Cuiabá, João Paulo Costa (PT) e Wilson Santos (PSDB), presidente e vice-presidente da entidade, respectivamente, apresentará uma proposta de redução das tarifas num prazo entre 90 e 100 dias. Caberá ao prefeito cuiabano elaborar a proposta no âmbito da FNP. Para o Olhar Direto, Santos informou que a intenção é inserir a tarifa de transporte coletivo na "cesta básica" para garantir a isenção de impostos para o setor, que possam implicar na redução imediata dos preços dos vales transportes.Com relação ao projeto de lei dos precatórios, já aprovado no Senado, a FNP fez um apelo ao presidente Lula no sentido de garantir a sanção imediata da propositura tão logo ela seja aprovada pela Câmara dos Deputados. "Esse é um projeto essencial porque muitas prefeituras comprometem altos índices das receitas correntes líquidas para pagar precatórios, que, na maioria dos casos, são de gestões antigas", esclareceu Santos.Já o pedido de alongamento dos prazos das dívidas previdenciárias, segundo o líder tucano, foi discutido em alto nível com o presidente. "Vamos ampliar essa discussão ao máximo, inclusive analisando a tese da Confederação Nacional dos Municípios (CMN), que prevê um encontro de contas para reduzir drasticamente esse passivo com a Previdência", disse Santos, que desembarcou no final da noite de quinta em Cuiabá.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960